Coluna – Advogados pressionam para Elton Assis seja próximo presidente da OAB/RO

Nome do atual conselheiro federal vem sendo apontado como “consenso” para suceder Andrey Cavalcante na Ordem em 2018

Enfim

O ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral foi preso nesta quinta-feira pela Polícia Federal que cumpria dois mandados contra o político, um da Lava Jato e outro da justiça carioca. Cabral passou oito anos fazendo propaganda de uma “cidade maravilhosa”, próspera e pacificada que só existia mesmo nos comerciais. A maquiagem derreteu e apareceram os problemas. O Rio está falido, ainda mais violento e Cabral e sua gangue, milionários. O valor desviado por eles equivale a 11% da folha de pagamento do Estado. A PF tem uma longa lista de políticos para prender Brasil afora e paciência, ela chega em Rondônia…

Imbeclidade

Na quarta-feira, 16, um bando de gente com sérios problemas mentais invadiu o plenário do Congresso gritando algumas barbaridades como a volta do regime militar. Também esta semana o jornalista Caco Barcelos, um dos maiores defensores dos direitos humanos do país, foi alvo de agressões por uma turba ensandecida que culpava o profissional pela alienação imputada à Rede Globo. Cenas bizarras de um país que se perdeu em sua própria história. Pessoas que tentam arrumar um culpado pelos erros cometidos nas urnas em sucessivas eleições. A Globo é culpada pela péssima qualidade de sua programação e também por fazer um jornalismo tendencioso, isso foi problema no passado, quando apenas ela era fonte de informação. Hoje em dia, basta apertar o botão do controle remoto e mudar de canal. Assiste quem quer. Abaixo, as imagens da barbárie.

Pressão

O advogado Elton Assis vem sendo “apertado” pelos colegas de profissão para disputar a presidência da OAB em 2018 e suceder Andrey Cavalcante. Elton atualmente é Conselheiro Federal da Ordem e seria um nome de consenso. Bem relacionado, navega com tranquilidade entre os grupos e por essas qualidades vem sendo cogitado para a disputa. No páreo com Elton, a competente Maracélia Oliveira, vice-presidente da Ordem que vem realizando um grande trabalho à frente da comissão de prerrogativas.

E falando em OAB

Não é de hoje que advogados reclamam da atual gestão da Caixa de Assistência dos Advogados de Rondônia – CAARO, que está sendo administrada por Rochilmer Rocha. Ele já chegou a ser advertido sobre sua atuação. Na gestão anterior, a Caaro desenvolveu uma série de atividades e se aproximou bastante da advocacia, principalmente no interior. E é exatamente de onde vem a cobrança maior atualmente. Rochilmer ainda tem tempo de reverter a situação, mas tem que começar rápido.

Sobre a Odebrecht

Na última coluna falamos sobre o anexo da delação de diretores da Odebrecht que envolve políticos de Rondônia e citamos Jirau com envolvida. A Odebrecht era concorrente de Jirau, mas a Odebrecht é uma holding que abrange dezenas de empresas e várias prestavam serviços também em Jirau. As duas usinas foram beneficiadas com as isenções fiscais dadas pelo governo de Rondônia. Outro ralo de dinheiro público foram as chamadas “compensações” que poderiam ter resolvido uma série de problemas crônicos em Porto Velho, mas obras mal feitas à preços superfaturados foram o que restou. Mas muita gente ainda vai ter que prestar contas. A conferir.

E o lixo?

O Tribunal de Contas poderia julgar de uma vez o processo de licitação da coleta de lixo em Porto Velho que está suspenso por força de liminar. Esse certame se arrasta desde 2014, com idas e vindas e sem solução.

Recém-nascido não deve fazer longas viagens de carro

Pais devem redobrar a atenção quando precisam percorrer longas distâncias de carro com seus filhos recém-nascidos. De acordo com um estudo conduzido por Peter Flaming, da Universidade de Bristol, no Reino Unido, bebês com menos de quatro semanas de vida não devem permanecer mais do que 30 minutos na cadeirinha do carro. Para chegar aos resultados, Fleming replicou em laboratório os efeitos de dormir em um assento de carro próprio para bebês durante uma viagem. Depois de meia hora no assento, as quantidades de oxigênio no sangue de bebês menores de dois meses de idade caíram de forma significativa, enquanto a frequência cardíaca aumentou. Com base nessas informações, os médicos indicam que os pais evitem fazer longas viagens com bebês muito pequenos. Se a viagem for inevitável, é importante que um adulto fique ao lado do recém-nascido durante o percurso para se certificar de que ele está respirando adequadamente.

Residencial Orgulho do Madeira vai ter moeda própria

Residencial Orgulho do Madeira vai ter moeda própria

Comprar um sanduíche por 10 “Orgulhos” ou pagar com 20 “Orgulhos” por um corte de cabelo pode parecer estranho nos comércios tradicionais que aceitam cartões magnéticos. Mas a novidade estará disponível, no início de 2017, aos moradores do Residencial Orgulho do Madeira, o conjunto de condomínios localizado no bairro Mariana em Porto Velho.

A moeda digital social que vai circular no residencial nos bairros próximos já é uma realidade em vários municípios do estado. Ela serve para movimentar o dinheiro numa região estratégica, fortalecer o comércio e gerar emprego e renda.

Assim como as outras moedas digitais sociais existentes no estado, a “Orgulho” poderá ser utilizada para transferência de saldo entre portadores do cartão e ser carregado, como no sistema dos telefones pré-pagos, entre outras facilidades.

Pouco conhecida em Porto Velho, a moeda digital social é um produto do Banco do Povo, organização social de interesse civil, que recebe recursos da Superintendência do Desenvolvimento de Rondônia.

“Nosso público alvo é o cidadão excluído dos serviços dos bancos comuns”, explica José Arnando Campos Luna, que preside o Banco do Povo desde a criação, em agosto de 2007.

BAIRROS

A previsão de Arnaldo é que os moradores do residencial, em Porto Velho, tenham acesso à moeda social no início do ano. O serviço também deve chegar a outros bairros e até o município de Candeias do Jamari, a 20 quilômetros do centro da capital

Equipes do banco começarão, nos próximos dias, a cadastrar os comerciantes e prestadores de serviços que aceitarão a “Orgulho” nos negócios. Em seguida, será aberto o cadastro para os moradores.

Cada “Orgulho” equivale a R$ 1. O dinheiro pode ser utilizado tanto para quem ficou sem dinheiro para comprar combustível, alimentos e remédios antes de receber o salário, como para quem vai pagar por serviços, como manutenção de bicicletas, motos, pintura de paredes, enfim, tem uma variedade utilidades.

A crise econômica que afeta o país e que é sentida, embora em menor intensidade, também em Rondônia, confirmou a importância da moeda digital para quem foi afetado. Segundo Arnando Luna, a procura cresceu 10% nos últimos meses.

FACILIDADES

Para ter o cartão com os créditos o candidato precisa enquadrar-se num perfil, que é diferente dos bancos comuns, em geral muito exigentes. É feita a análise do perfil sócioeconomômico e o dinheiro é liberado em seguida. Descomplicado, com carência vantajosa e juros baixos.

O presidente do Banco do Povo avalia o produto como democrático e inclusivo. “Ele chega às pessoas que precisam. Quem tem iniciativa e quer progredir, tem acesso ao nosso crédito”, explica.

Por conta do Banco do Povo e seus produtos, há no estado muitas pessoas que montaram negócio, oferecem emprego e multiplicam os ganhos. Há empreendimentos que compraram veículos para fortalecer os negócios e até cooperativas que renovaram a frota de motocicletas.

O Banco do Povo surgiu há nove anos, em Ariquemes, quando o prefeito era o atual governador Confúcio Moura. Ele decidiu criar um mecanismo capaz de oferecer dinheiro para fortalecer a economia do segmento que vai às ruas para fazer vendas ou realiza pequenos consertos como meio sobrevivência.

RAÇÃO

A ideia começou a dar certo e o Banco do Povo expandiu seus serviços para todo o estado. Um dos produtos, o cartão Mais Sementes, atende agricultores e dá força ao agronegócio.

Confúcio diz que o Banco do Povo é um diferencial fundamental: não tem ingerência política. Os serviços são direcionados apenas para quem se enquadra no perfil a quem se destina.

Em 2015, quando foi inaugurada a primeira sede própria do banco, também em Ariquemes, chegou a ser sugerida a criação do Cartão Ração, para a piscicultura. Confúcio gostou da proposta.

Cartão Ração ainda não é uma realidade, porque depende de uma fonte específica de recursos, mas o presidente Arnaldo diz que o produto é viável.

Fonte: Assessoria

Onda de assaltos provoca sensação de insegurança nos brasilienses

DF deve registrar dia mais quente do ano: temperatura pode chegar a 35°C

Correio circulou por quadras do Plano Piloto e do Sudoeste e encontrou relatos de crimes, muitos deles subnotificados

Em menos de 12 horas, o Distrito Federal registrou três assaltos com quatro vítimas feitas reféns. Brasília, que há anos era sinônimo de segurança, tem dado lugar ao medo. Os casos mais recentes escancaram a sensação de insegurança vivida pelos moradores. Seja no Plano Piloto, seja nas regiões administrativas do DF, há relatos diários de vítimas de violência. Dois deles ocorreram na madrugada de ontem. Na 912 Sul, três homens armados com revólver e faca assaltaram uma faculdade particular e renderam os seguranças. Eles foram amarrados e ameaçados com uma arma. Os assaltantes fugiram com dois celulares, uma televisão, um colete à prova de balas e R$ 150. A 1ª Delegacia de Polícia (Asa Sul) investiga o caso.

Também na madrugada de quarta, quatro assaltantes encapuzados roubaram o Centro Educacional São Francisco, conhecido como Escola do Chicão, em São Sebastião. Armados com revólveres e facões, os bandidos amarraram o vigilante e levaram 18 televisões e dois computadores em um caminhão. O funcionário só conseguiu se soltar duas horas depois e contou aos policiais da 30ª Delegacia de Polícia (São Sebastião) que recebeu ameaças de morte.

Na tarde de domingo, dois homens roubaram uma residência no Condomínio Privê Morada Sul, no Jardim Botânico. Amordaçaram, amarraram e trancaram um adolescente de 17 anos em um dos quartos. Segundo a Polícia Civil, o jovem estava na sala, sozinho, jogando videogame, quando a dupla entrou, armada com três facas retiradas da cozinha da própria casa. Os criminosos fugiram com uma televisão e um videogame. A 6ª Delegacia de Polícia (Paranoá) investiga.

O comércio da 308 Sul também sofre com a violência. Na madrugada de segunda-feira, bandidos usaram a tampa de um bueiro para quebrar o vidro e invadir uma ótica. “Tivemos um prejuízo de cerca de R$ 80 mil. Foi um susto, quando chegamos para trabalhar”, lembra a gerente da loja, Samantha Fonseca, 30 anos. Ela lembra que assaltos a pedestres são frequentes. “Hoje de manhã (ontem), roubaram uma funcionária quando estava vindo trabalhar. Isso ocorreu às 8h, chega a ser absurdo.” Samantha conta que as lojas vizinhas também sofrem com a criminalidade. “Todos aqui têm algum relato sobre assalto. Precisamos de policiamento.”

Se for fumar, beba vinho tinto

Se for fumar, beba vinho tinto

O vinho tinto, com altos níveis de fenol, estimula a formação de óxido nítrico, que rejuvenesce as artérias coronárias

Claro que o ideal é não fumar de forma nenhuma, mas um estudo realizado por pesquisadores da universidade alemã dde Saarland descobriram que beber um ou dois copos de vinho tinto antes de acender o cigarro pode amenizar um pouco os efeitos do tabaco nos vasos sanguíneos.

O vinho tinto, com altos níveis de fenol, estimula a formação de óxido nítrico, que rejuvenesce as artérias coronárias.

De acordo com o estudo, publicado pela The American Journal of Medicine, este processo é poderoso o suficiente para proteger as artérias.

Os cientistas alertam que isto não deve ser tomado como um conselho de estilo de vida e que o foco do estudo é o fumador esporádico, não em quem fuma constantemente.

China pede que EUA permaneçam no Acordo de Paris

China pede que EUA permaneçam no Acordo de Paris

O presidente eleito Donald Trump nega a mudança climática

A próxima administração norte-americana deve continuar apoiando o histórico Acordo de Paris sobre mudança climática para evitar que se repita o que aconteceu com o Protocolo de Kyoto, disse na quarta-feira (16) em Marrakech, no Marrocos, o vice-ministro chinês das Relações Exteriores, Liu Zhenmin. As informações são da Agência Xinhua.

“Esperamos que os Estados Unidos continuem desempenhando um papel líder no processo da mudança climática, pois as pessoas estão preocupadas com a repetição da experiência do Protocolo de Kyoto”, disse Liu aos repórteres no marco da Conferência da ONU sobre mudança climática. Até agora, o Protocolo de Kyoto não foi implementado de maneira plena devido ao abandono do mesmo pelos EUA em 2001 e ao desamparo de outras nações desenvolvidas.

Liu fez a declaração em resposta a uma pergunta sobre as especulações de que os Estados Unidos poderiam abandonar o Acordo de Paris depois que o presidente eleito Donald Trump, que nega a mudança climática, substituir o presidente Barack Obama.

Durante sua campanha, Trump descreveu o tema da mudança climática como um “engano” e prometeu cancelar diferentes medidas tomadas por Obama, incluindo a ratificação americana do Acordo de Paris.

Liu disse que os EUA desempenharam um papel “extremamente importante” nas negociações do Acordo de Paris, que substituirá em 2020 o Protocolo de Kyoto para guiar a cooperação global no combate à mudança climática. Segundo ele, o Acordo de Paris levou em conta os interesses dos Estados Unidos e representa os esforços integrais, inclusivos e coletivos da comunidade internacional para abordar a mudança climática.

Liu destacou que, como maior economia do mundo, o apoio dos Estados Unidos ao Acordo de Paris será essencial. “Temos de esperar para ver qual posição irão assumir, mas esperamos que tomem uma decisão correta e inteligente que cumpra as expectativas do mundo”, afirmou.

O apoio da China e seu compromisso com o Acordo de Paris não serão afetados pela posição adotada pela nova administração norte-americana, disse Liu, acrescentando que a China continuará cooperando com os Estados Unidos e as nações europeias na luta contra a mudança climática.

Apesar da incerteza causada pela vitória eleitoral de Trump, Liu é otimista sobre as perspectivas do processo de negociações sobre a mudança climática. “Este processo de mudança climática continuará depois da conferência de Marrakech. As partes estarão mais unidas para avançar nas negociações sobre a questão”, disse.

Liu assinalou que a atual conferência da ONU sobre o clima, a primeira de seu tipo desde a entrada em vigor no início deste mês do Acordo de Paris, é particularmente importante em vista dos rumores sobre uma possível mudança na política dos Estados Unidos sobre a mudança climática.

De acordo com Liu, a conferência emitirá uma declaração de ação, o que será uma declaração política em que se demonstre o firme apoio de todas as partes ao Acordo de Paris e sua confiança.

 

Com informações da Agência Brasil.

México adota 11 medidas contra políticas de Trump

Trump assina ordem executiva para contrução de muro com México

Diplomacia colocou em prática canal de apoio a mexicanos nos EUA

O Ministério das Relações Exteriores do México anunciou um plano de 11 ações para evitar abusos contra mexicanos que vivem nos Estados Unidos após a vitória de Donald Trump nas eleições presidenciais, há cerca de uma semana.

Apesar de faltarem dois meses para o magnata republicano assumir a Casa Branca, já foram relatados diversos casos de racismo e xenofobia em cidades norte-americanas contra cidadãos latinos, em um clima nacionalista impulsionado por Trump durante sua campanha eleitoral.

A Chancelaria mexicana informou que, entre as 11 ações, está a criação de uma linha emergencial de atendimento, disponível 24 horas, em 50 consulados nos Estados Unidos.

“O canal servirá para tirar dúvidas sobre medidas migratórias e reportar qualquer incidente”, disse o Ministério, orientando também todos os mexicanos a não participarem de situações de conflitos, nem tomarem ações que possam ter consequências penais ou adminsitrativas.

Durante toda sua campanha eleitoral, Trump prometeu construir um muro na fronteira entre o México e os Estados Unidos e deportar de dois a três milhões de hispânicos e latinos que tenham antecedentes criminais.

King Kong está de volta, maior e mais feroz; confira o trailer

A história original ganha algumas transformações

Talvez Hollywood jamais aprenda que os inúmeros reboots e remakes apontam apenas para a falta de criatividade de seus roteiristas. De qualquer forma, eles estão frequentemente nas telas de cinema.

Dia 9 de março, chega ao Brasil, uma “nova” versão de King Kong, o macaco gigante que estreou nas telas em 1933 – pois é.

Com direção de Jordan Vogt-Roberts, mais conhecido por trabalhar em séries de TV tais quais Mash Up, Funny or Die Presents… e Death Valley, o longa ‘Kong: A Ilha da Caveira’ volta a trazer o macacão, mas, desta vez mais feroz e ameaçador.

A história original ganha algumas transformações – não há, a princípio, um cinegrafista fracassado ou uma bela donzela para ser resgatada (ainda bem!) -, mas mantém a ideia de que Kong é o rei da Ilha da Caveira e ele está longe de ser a maior ameaça que os humanos encontrarão por ali.

O elenco é invejável, contudo. Tom Hiddleston, Brie Larson, John Goodman e Samuel L. Jackson estão escalados para viver essa nova aventura. Ninguém tira o brilho, ao menos no novo trailer, de John C. Reilly.

Carregar a bateria será ainda mais rápido nos smartphones de 2017

Carregar a bateria será ainda mais rápido nos smartphones de 2017

A Qualcomm desvendou o novo processador Snapdragon 835 com uma nova tecnologia de recarregamento rápido

A Qualcomm revelou oficialmente o seu novo processador top de linha, o Snapdragon 835, que entre um desempenho superior permitirá diminuir o tempo de carregamento dos smartphones que o integrarem entre os seus componentes.

O recarregamento mais rápido é possível graças à tecnologia Quick Charge 4.0, 20% mais rápida e 30% mais eficiente que a versão 3.0.

De acordo com a Qualcomm, esta nova tecnologia permitirá usufruir de cinco horas de utilização do celular com apenas cinco minutos de carregamento, informa o “The Verge”.

É de esperar que a partir do próximo ano seja possível encontrar o Snapdragon 835 no mercado, sendo que apenas os dispositivos de top de linha deverão poder contar com este processador.

Rússia bloqueia rede social LinkedIn por vazamento de dados

Microsoft pede aprovação da UE para comprar LinkedIn por R$ 83 bi

Número de usuários ultrapassou 400 milhões de pessoas em 2015, sendo 5 milhões na Rússia

De acordo com o escritório local do LinkedIn, o Roskomnadzor (Serviço Federal de Vigilância na Área das Comunicações, Tecnologias da Informação e Mass Media) incluiu a rede social LinkedIn no registo de empresas que violam os direitos dos titulares de dados pessoais.

Agora, os operadores são obrigados a bloqueá-la no território da Rússia.

Um tribunal de Moscou confirmou em 10 de novembro a decisão do Tribunal Tagansky de bloquear o LinkedIn na Rússia. Segundo o Código de Processo Civil, a decisão do tribunal de recurso entra em vigor imediatamente, tendo o Roskomnadzor prometido bloquear a rede social logo após ter recebido o documento que fundamenta a decisão.

LinkedIn é a maior rede social do mundo para estabelecimento de relações comerciais e procura de emprego. Em 2015, o número de usuários ultrapassou 400 milhões de pessoas, incluindo 5 milhões na Rússia.

A lei sobre dados pessoais exige os dados pessoais dos cidadãos russos sejam armazenados no país. O Roskomnadzor, com base em uma decisão judicial, possui um registo especial das empresas (sites) que se recusam a obedecer à lei russa.

A Roskomnadzor anunciou duas vezes que enviou pedidos ao LinkedIn para obter informações sobre a execução da lei dos dados pessoais, mas ambas as vezes o serviço não recebeu resposta. Ao mesmo tempo, a mídia informou sobre o vazamento de dados pessoais de usuários do LinkedIn, em particular, foram roubados 117 milhões de endereços eletrônicos. (Sputnik Brasil)

Absolvição de acusados por cratera em obra do metrô é mantida

Absolvição de acusados por cratera em obra do metrô é mantida

A maior tragédia da história do Metrô aconteceu no dia 12 de janeiro de 2007

A 7ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça de São Paulo manteve a decisão de 1ª instância que absolveu criminalmente 12 técnicos e engenheiros que estavam sendo acusados como responsáveis pelo acidente nas obras da linha 4-Amarela do Metrô em 2007. A cratera que se abriu na construção da Estação Pinheiros deixou sete pessoas mortas. Dois desembargadores votaram pela manutenção da decisão, enquanto um votou contra.

O TJ analisou nesta quinta-feira, 17, recurso apresentado pelo Ministério Público que pedia a reversão da decisão objetivando condenar os envolvidos. Entre os réus da ação penal, cinco eram funcionários do Metrô e nove do consórcio responsável pela obra ou de empresas terceirizadas; contra dois, a promotoria não recorreu da absolvição inicial. Na 1ª instância, a juíza Aparecida Angélica Correia, entendeu que não ficou provado no processo que os técnicos tinham condições de evitar o acidente.

“Não ficou demonstrado que a conduta deles concorreu para a ocorrência do acidente”, afirmou a magistrada, na decisão, proferida em maio. Segundo ela, a denúncia foi oferecida com base em relatório técnico, cujas conclusões apontaram indícios de autoria. “Ocorre, porém, que durante a instrução probatória tais conclusões não foram sustentadas.”

As obras da Linha 4-Amarela do Metrô eram realizadas pelo Consórcio Via Amarela, liderado pela Odebrecht. As empresas OAS, Queiroz Galvão, Camargo Corrêa e Andrade Gutierrez também faziam parte do consórcio.

Acidente

Segundo a denúncia do Ministério Público Estadual (MPE), as estruturas do túnel da estação apresentaram “movimentação anômala” em dezembro de 2006, um mês antes da tragédia. O problema teria sido detectado por instrumentos de segurança, mas mesmo assim as escavações continuaram, diz a promotoria.

Em reunião com engenheiros e geólogos envolvidos na obra, realizada no dia 11 de janeiro de 2007, ficou decidido que as paredes do túnel deveriam ser reforçadas com 345 tirantes – peças que reforçam a estrutura. De acordo com a acusação, o acidente aconteceu sem que a providência tivesse sido tomada. Para a promotoria, os réus foram “negligentes”.

A maior tragédia da história do Metrô aconteceu no dia 12 de janeiro, uma sexta-feira, por volta das 15 horas. Ao todo, sete pessoas morreram – seis delas estavam na Rua Capri, que foi engolida pela cratera. Um raio de um quilômetro ao redor do acidente foi interditado e as pessoas foram aconselhadas a deixarem suas casas e trabalhos. Com informações da Folhapress.