Para ter Lula presidente, PT estuda pulverizar comando do partido

Para ter Lula presidente, PT estuda pulverizar comando do partido

Ideia é criar vice-presidências estaduais e permitir ao ex-presidente liderar a legenda nacionalmente sem ter de se preocupar com compromissos burocráticos.

Em jantar com integrantes da bancada do PT do Senado, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva discutiu a possibilidade de mudança na estrutura do partido e a criação de cargos de vice-presidentes regionais, o que poderia abrir caminho para ele assumir a presidência nacional do partido em junho – para boa parte da legenda, ele seria o único nome que uniria todas as correntes.

Para não ficar “engessado”, no entanto, com os compromissos partidários e ter liberdade para viajar pelo país, o ex-presidente ficaria distante do cotidiano burocrático e administrativo da legenda, que passaria a ser tocado pelos integrantes da Executiva e pelos vice-presidentes regionais. Essa estrutura organizacional é inspirada, segundo petistas, no modelo adotado pela Central Única dos Trabalhadores (CUT). O encontro ocorreu na noite de terça-feira, na residência do senador Paulo Rocha (PT-PA) e também contou com a participação do ex-ministro Gilberto Carvalho e do presidente do PT, Rui Falcão.

Durante o jantar – regado a “cachacinha”, peixe do Pará e sorvete de açaí -, os petistas também viram o vídeo do depoimento de Lula realizado horas antes na sede da Justiça Federal, em Brasília. O petista é acusado de tentar atrapalhar as investigações da Lava Jato e de tentar comprar o silêncio do ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró. Na avaliação de alguns dos presentes, Lula se saiu muito bem ao se vitimizar e rebater as acusações de interferência na Lava Jato, no depoimento.

Transposição

O jantar também serviu para afinar os discursos previstos para serem feitos no próximo domingo, 19, na cidade de Monteiro (PB), ocasião em que Lula irá fazer a “reinauguração” da transposição do Rio São Francisco.

A expectativa é que o evento seja um grande divisor de águas e coloque o PT numa nova ofensiva eleitoral diante da aproximação do próximo pleito de 2018. Além de integrantes das bancadas do Congresso, a ideia é também contar com a presença de ex-ministros do governo PT e da ex-presidente Dilma Rousseff.

Fonte: veja.com

Facebook ganha recurso similar ao de Instagram e Snapchat

Facebook ganha recurso similar ao de Instagram e Snapchat

O recurso apareceu na versão beta do aplicativo para smartphones com sistema Android.

Não bastou Messenger, WhatsApp e Instagram, agora até o Facebook tem uma função Stories em seu aplicativo. O app principal da rede de Mark Zuckerberg ganhou um recurso que promete funcionar de maneira similar ao Snapchat. Até agora, usuários de alguns países – incluindo o Brasil – já receberam a atualização em seus apps.

A ferramenta, chamada de Stories, aparece no topo da linha do tempo da rede social – a mesma localização das Stories do Instagram. Ali, é possível carregar vídeos e imagens que ficam no ar por até 24 horas.

Em nossos testes, fizemos histórias em Full HD com um Galaxy S7 edge e, mesmo assim, a qualidade do vídeo ficou baixa. Isso se deve, provavelmente, ao algoritmo de compressão do aplicativo, que diminui a qualidade para deixar o conteúdo mais leve.

O Stories já está sendo testado em 12 países: Irlanda, Chile, Vietnã, Grécia, Suécia, Noruega, Itália, Hungria, Espanha, Malásia, Taiwan e Argentina. No Brasil, apesar de o país não aparecer na lista acima, alguns usuários já receberam a atualização na versão beta do aplicativo para Android.

Para testar o recurso, é preciso se inscrever no programa de testadores do app na Google Play Store.

Esta é a quarta vez que o Facebook cria um recurso de imagens e vídeos instantâneos. O Messenger Day foi lançado na semana passada no aplicativo de mensagens da rede social.

Em fevereiro, o WhatsApp ganhou uma ferramenta similar e, no ano passado, o Instagram lançou o Stories. Agora, todos os usuários da rede de Zuckerberg tem um Snapchat para chamar de seu.

Fonte: exame.com

Médicos do DF recebiam até R$ 15 mil mensais em horas extras indevidas, diz MP

Médicos do DF recebiam até R$ 15 mil mensais em horas extras indevidas, diz MP

Profissionais estavam lotados na UTI adulta do Hospital de Base; chefe do setor é apontada como líder do esquema. Secretaria de Saúde diz que vai investigar.

Operação deflagrada pelo Ministério Público do Distrito Federal e pela Polícia Civil nesta quarta (15) revelou que médicos do Hospital de Base chegaram a receber até R$ 15 mil, por mês, em horas extras indevidas. Batizada de Hígia, a operação apura fraudes na gestão de UTI adulta da unidade. Segundo o inquérito, esses profissionais contabilizavam, mensalmente, cerca de 135 horas a mais de serviço – carga acima da autorizada pela Secretaria de Saúde.

“Conseguimos registros de médicos que fizeram plantões de 36 horas durante quatro fins de semana seguidos, fora a escala normal. Nessas condições, é humanamente impossível que esses servidores pudessem prestar atendimento digno aos pacientes”, declarou o promotor de Justiça de Defesa da Saúde Luis Henrique Ishihara, na tarde desta quarta.

Investigações apontam que médicos pagavam outros servidores para cumprirem seus plantões, e conseguiam abonos mesmo com o registro de frequência “negativo”. Médicos que atuavam no Hospital de Base e davam aula na Faculdade de Ensino e Pesquisa em Ciências da Saúde (Fepecs) tinham folhas de ponto com a mesma carga horária nos dois órgãos.

Todo esse esquema ocorria, segundo o Ministério Público, sob a coordenação da chefe da UTI adulto do Hospital de Base, Vânia Maria de Oliveira. De acordo com o promotor, durante o período da investigação, de 2013 a 2016, ela era médica concursada da Secretaria de Saúde, respondia por um cargo comissionado, cumpria cargo temporário como médica intensivista da UTI e trabalhava em duas clínicas particulares. O G1 não conseguiu contato com a defesa dela.

Chamada pelo MP a dar esclarecimentos, Vânia optou pelo silêncio. Ao todo, a Justiça expediu 16 mandados de condução coercitiva (quando o alvo é obrigado a depor) para 13 médicos e 3 servidores da UTI. Quatro mandados de busca e apreensão foram cumpridos no Hospital de Base, na Fepecs, na casa da médica citada e nos sistemas de informática da Secretaria de Saúde.

Investigação

Conforme indicou o promotor, “os servidores tinham tanta certeza da impunidade que se davam ao luxo de não checar as escalas”. A intenção do MP, agora, é investigar as condutas dos médicos em 2017. A Polícia Civil apreendeu documentos, atestados, folhas de ponto e escalas durante ação no Hospital de Base na manhã desta quarta.

Ao G1, o secretário de Saúde, Humberto Fonseca, disse que a pasta vai investigar o suposto envolvimento de servidores e que não vai tolerar nenhum tipo de fraude ou desvio.

“A secretaria tem um ponto eletrônico na maioria das suas unidades. Todos os hospitais têm. Nós vamos expandir para todas as unidades básicas. Estamos fazendo uma licitação para compra dos coletores e controle do sistema”, disse.

“A nossa Corregedoria está trabalhando em conjunto com o MP para avaliar esses atestados graciosos. A maioria deles não são fraudados. A maioria está doente e precisa realmente cuidar da saúde. Mas existe sim uma quantidade de atestados graciosos que precisam ser combatidos”, disse. O atestado é dito “gracioso” quando é emitido por um médico com registro legal, mas por motivo fraudulento.

Batizada de Hígia, a operação faz referência à deusa grega da saúde e da limpeza. Ela é associada à prevenção de doenças e a continuação da boa saúde.

Em nota, a secretaria informou que a corregedoria da pasta fará as investigações preliminares “a partir dos elementos apurados pela Polícia Civil e pelo MPDFT”. Na esfera administrativa, o governo pode abrir sindicâncias ou processos contra os servidores, que podem resultar em advertências, suspensões ou demissões.

Quanto ao pagamento indevido de horas extras, a corregedoria explica que é necessário buscar a devolução desses valores, que impactam diretamente na folha de pagamento de pessoal da Secretaria de Saúde. As demais implicações penais e civis serão tratadas pela Justiça.

Fonte: g1/df

Governo tem lista de opções caso decida elevar impostos

Governo tem lista de opções caso decida elevar impostos

De acordo com fonte, os importos podem ser elevados para melhorar a receita neste ano e tentar garantir o cumprimento do resultado primário.

O governo federal já tem uma lista com possíveis impostos que podem ser elevados para melhorar a receita neste ano e tentar garantir o cumprimento do resultado primário, que inclui, por exemplo, a Cide sobre combustíveis, informaram duas fontes da equipe econômica à Reuters nesta quarta-feira.

A decisão de aumentar ou não os tributos, no entanto, ainda não foi tomada.

Pela manhã, o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, afirmou que no próximo dia 22 será anunciado se haverá necessidade de aumento de impostos, data em que divulga o relatório de receitas e despesas do primeiro bimestre.

Segundo uma das fontes, há temores de que uma elevação da Cide possa ter impacto na inflação, ainda que o avanço de preços na economia tenha mostrado trajetória favorável nos últimos meses.

É justamente essa evolução positiva que tem aberto espaço para a diminuição da taxa básica de juros, vista como uma das únicas armas do governo para dar ímpeto à economia.

Outra alternativa é a elevação da alíquota do Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) sobre operações de câmbio.

Contas da equipe econômica apontam potencial de arrecadação de 4 a 5 bilhões de reais em caso de aumento de 1 a 2 pontos percentuais em cima das atuais alíquotas.

Hoje, a taxa é de 1,1 por cento para transações em espécie e de 6,38 por cento para transações com cartões.

Eventual aumento nos impostos viria num momento de turbulência para o governo, em meio a protestos de movimentos sociais e forte resistência de parlamentares em relação à reforma da Previdência.

O governo, no entanto, tem dito que será difícil atingir a meta de resultado primário neste ano, mesmo com a recuperação da atividade dando alguns sinais.

Fonte: exame.com

Casal americano adota quatro irmãos brasileiros

Casal americano adota quatro irmãos brasileiros

Processo de adoção terminou no último mês de dezembro.

O casal americano Jennifer e Brandon Pratt vem chamando atenção na internet por conta de uma atitude bastante bonita que tiveram quando decidiram aumentar a família: a adoção de quatro crianças brasileiras, que estavam em um orfanato na cidade de Paulista, em Pernambuco.

A ligação de ambos com o Brasil surgiu por conta do cunhado de Jennifer, um jogador de futebol brasileiro, que os ajudou com a locomoção e a alimentação em sua estada no país.

Em entrevista ao USA Today, Brandon revelou que o processo de adoção durou cerca de três anos. Os quatro irmãos, Leandro, 7, Cristiano, 6, Enzo, 4, e William, 2, foram negligenciados pela família, e o mais velho chegou inclusive a pedir esmolas na rua: “Esse garoto tem seis anos e flerta com mulheres que têm três vezes a sua idade e já conheceu a parte difícil da vida mais do que qualquer criança de seis anos já deveria ter conhecido. Eu rezo para que, quando chegarmos em casa, ele aproveite para aproveitar para sair com crianças da sua idade”.

Após passar por um período de adaptação e providenciando a documentação dos pequenos, eles finalmente puderam ir aos Estados Unidos, no estado de Iowa, onde a família vive. Chegaram pouco antes do natal, em 22 de dezembro de 2016.

Brandon também falou sobre as dificuldades em relação à comunicação com os médicos em um sistema de saúde que considerou precário, e também na hora de cozinhar, em conseguir entender os rótulos dos alimentos.

Casal americano adota quatro irmãos brasileiros
                           Casal americano adota quatro irmãos brasileiros

Fonte: O Estado de S. Paulo

Fotos sensuais de vice-ministra da Ucrânia espalham e acendem polêmica no país

Fotos sensuais de vice-ministra da Ucrânia espalham e acendem polêmica no país

Caso envolvendo ministra de 24 anos suscitou debate sobre sexismo no país e dividiu políticos; fotos foram tiradas quando ela ainda era adolescente.

Uma série de fotos da vice-ministra da Ucrânia, Anastasia Deeva, espalharam-se pelas redes sociais e alavancaram uma polêmica no país. Enquanto políticos liberais saíram à frente para defender a jovem política, de 24 anos, conservadores passaram a criticar a atitude da vice-ministra e a questionar sua capacidade para assumir o cargo.

O ministro do Interior e conselheiro de Anastasia, Arsen Avakov, é um dos fortes defensores da vice-ministra, e acusa seus críticos de serem “sexistas”. O embate entre defensores de Anastasia e parlamentares conservadores tomou conta da mídia local.

“Uma estudante não tem mais o direito de tirar fotos privadas?”, indagou Avakov, justificando que Anastasia tirou as fotos quando ainda era adolescente. Em suas redes sociais, o conselheiro ainda rebateu as críticas de que ela não estaria preparada para o cargo.

“Ela passou por uma série de entrevistas para conseguir esse emprego. Aqueles que a acusam de ter violado o processo ou de não estar qualificada, não sabem o que estão falando”.

Polêmica envolvendo vice-ministra suscitou debate sobre o "sexismo" no país e dominou a mídia local
Polêmica envolvendo vice-ministra suscitou debate sobre o “sexismo” no país e dominou a mídia local

A atitude de Avakov criou uma nova onda de boatos de que Arsen e Anastasia têm um caso.

Em nota, a porta-voz do governo ucraniano, Irina Geraschenko, afirmou que “as pessoas devem ser livres para tirar as fotos que querem e isso não deve influenciar em sua vida profissional”.

Crise Política

A Ucrânia passa por uma crise política desde que a Rússia anexou a Crimeia, em 2014, após um polêmico plebiscito, aumentando a tensão entre Moscou e a comunidade internacional.

Na última sexta-feira (12), O primeiro-ministro russo, Dmitry Medvedev, afirmou que a Rússia poderia romper as relações diplomáticas com a Ucrânia por causa de supostos incidentes de segurança ocorridos no país.

Já o ministro das Relações Exteriores ucraniano, Pavlo Klimkin, disse, nesta semana, que Kiev não quer um rompimento porque isso significaria abandonar quatro milhões de ucranianos que vivem e trabalham no país.

Fonte: ig.com

Mulheres rebolam em cima de caixão durante velório; vídeo

Mulheres rebolam em cima de caixão durante velório; vídeo

Imagens foram publicadas no YouTube e teriam sido registradas na Venezuela.

Um vídeo gravado em um velório e publicado no YouTube, no sábado (11), chamou a atenção de internautas. As imagens em questão, que, segundo o jornal O Dia, teriam sido registradas em Caracas, na Venezuela, mostram duas mulheres rebolando em cima de um caixão, ao som de uma música do gênero “reggaeton”, comum nos países latinos.

Além das mulheres dançando, uma multidão de pessoas, bastante animadas, aparecem cercando o caixão e batucando.

Alguns internautas reprovaram a atitude e falaram em “falta de respeito”, enquanto outros curtiram a cerimônia diferenciada.


Mulheres dançam ‘reggaeton’ em cima de caixão… por painelpolitico

Mulher é morta a facadas no RN; em seguida, ex-namorado é assassinado

Mulher é morta a facadas no RN; em seguida, ex-namorado é assassinado

Crimes aconteceram na tarde desta quarta-feira (15) na cidade de Encanto.
Segundo a PM, rapaz teria matado a ex-namorada antes de ser assassinado.

Dois jovens foram encontrados mortos na tarde desta quarta-feira (15) na cidade de Encanto, na região Oeste potiguar. A Polícia Militar trabalha com a hipótese de que o rapaz tenha matado a moça a facadas e depois sido morto a tiros, mas não soube dar mais detalhes sobre os crimes.

A Polícia Civil foi acionada para registrar a ocorrência e apurar as circunstâncias das duas mortes. Populares informaram que a jovem, identificada apenas como Fabiana, teria sido morta primeiro, no sítio Boa Vista na zona rural do município. Em seguida, foi encontrado o corpo do rapaz. Ele seria ex-namorado dela.

Mais de 500 mortos

Na madrugada desta quarta-feira (15), o RN atingiu uma marca preocupante: em menos de três meses, mais de 500 pessoas já foram mortas no estado. A informação foi divulgado na manhã desta quarta-feira (15) pelo Observatório da Violência Letal Intencional (OBVIO), que monitora as mortes violentas no Rio Grande do Norte. Em 2016, neste mesmo período, o número era 375.

Fonte: g1/rn

Ter filhos aumenta a expectativa de vida

Ter filhos aumenta a expectativa de vida

Pesquisa sueca aponta que pais com 60 anos tendem a viver dois anos a mais que os homens da mesma idade sem filhos.

Quem tem filhos vive mais, apontou um novo estudo publicado nesta semana no periódico científico Journal of Epidemiology and Community Health. Segundo a pesquisa, conduzida por cientistas do Instituto Karolinska e do Instituto Sueco para Pesquisas Sociais, da Universidade de Estocolmo, homens e mulheres com filhos têm um aumento na expectativa de vida comparado aos sem filhos. Também foi observado que homens não casados com filhos tendem a viver ainda mais que outros homens com o mesmo perfil, mas sem descendentes. Análises anteriores já haviam apontado que pessoas com filhos têm maior longevidade, mas essa é a primeira a cogitar que a companhia e o cuidado constantes dos filhos sejam o motivo da sobrevida.

Para chegar a essas conclusões, os cientistas analisaram os registros de quase um milhão e meio de homens e mulheres suecos nascidos entre 1911 e 1925. Essas trajetórias foram verificadas desde que os indivíduos tinham 60 anos até sua morte, emigração, ou fim do tempo analisado, em dezembro de 2014. Além disso, para ser considerado como pai, o cidadão deveria ter um filho vivo e morando na Suécia no período observado.

Também foram considerados fatores que interferem na qualidade de vida, como nível de educação, região e o estado civil, separando solteiros, divorciados ou viúvos dos que ainda tinham um companheiro. Para observar se o gênero do descendente teve algum impacto na expectativa de vida, eles também isolaram as famílias de filho único do sexo feminino, do masculino.

Cuidado dos filhos com os pais

A partir dessas divisões, os pesquisadores calcularam a taxa de óbito do grupo observado e concluíram que, aos 60 anos, homens com filhos têm uma expectativa de vida dois anos maior que o resto dos homens. Enquanto as mães tendem a viver um ano e meio a mais que o resto das mulheres. Já aos 80 anos, homens pais tendem a viver oito meses a mais, e as mães, sete meses.

Ainda foi observada uma diferença mais expressiva entre homens não casados. Isso porque os sem filhos tiveram uma taxa de mortalidade maior que os pais sem companheiras. Aos 85 anos, por exemplo, o risco de morte entre homens não casados com filhos é 1,2% menor que os não casados sem filhos.

Já o sexo dos filhos não teve diferença na expectativa de vida. Mas, como essa análise foi feita apenas com pais de filhos únicos, os cientistas alertam que, nesses casos, os homens podem desenvolver a mesma responsabilidade e cuidados que as filhas mulheres.

Apesar do estudo não ter analisado caso a caso, ele identifica como o cuidado dos filhos adultos pode ajudar na terceira idade de seus progenitores, quando a saúde deteriora. No entanto, os próprios pesquisadores admitem outros fatores que podem interferir na expectativa de vida, como a hipótese de que muitas pessoas podem não ter filhos por problemas de saúde e de que pais tendem a ter um estilo de vida mais saudável.

“Nossa constatação de que a associação se fortaleceu quando os pais ficaram mais velhos está de acordo com as pesquisas que sugerem que as pessoas sem filhos enfrentam a falta de cuidados apenas para o fim da vida”, explicaram os cientistas em comunicado.

Fonte: veja.com

Saiba por que você não precisa cortar o álcool da dieta

Saiba por que você não precisa cortar o álcool da dieta

Um estudo americano definiu a quantidade de doses diárias de bebida alcoólica que não afeta o regime.

Na maioria das dietas, o primeiro item a ser cortado é a bebida alcoólica. Mas um novo estudo acaba de trazer uma boa notícia para as pessoas que querem emagrecer sem deixar de lado um drinque de vez em quando. Uma revisão publicada no periódico científico Current Obesity Reports mostrou que beber moderadamente não leva ao ganho de peso.

Beber moderadamente

Pesquisadores do Instituto de Pesquisa do Hospital Infantil de Eastern Ontario, no Canadá, analisaram vários estudos já publicados sobre o assunto e concluíram que o consumo moderado de álcool – dois drinques por dia para homens e um para mulheres – não foi associado ao ganho de peso. Pelo contrário. Enquanto nos homens, beber até duas doses de álcool por dia não os fez engordar, nas mulheres, a ingestão de bebida alcoólica (um drinque por dia) ou não afetou o peso ou foi associada a um menor peso corporal, em comparação com aquelas que não bebiam.

Por outro lado, o consumo exagerado ou em “binge” (beber no período de duas horas pelo menos cinco doses de bebida alcoólica), no caso dos homens, ou quatro doses, no caso das mulheres – foi associado ao aumento do risco de obesidade e expansão da cintura, de acordo com informações do jornal americano The New York Times.

Exceto adolescentes e idosos

O estudo mostrou também que, para adolescentes e idosos, qualquer quantidade de álcool pode “promover o excesso de peso e um percentual mais alto de gordura corporal”. Os autores também salientam o peso de diferenças individuais e da genética na forma como o consumo de álcool interfere no ganho de peso de cada um.

Cuidado com as calorias extra

Jean-Philippe Chaput, coautor da revisão, alerta para o aumento do apetite causado pelo álcool. “As calorias extras consumidas com o álcool são armazenadas como gordura”, advertiu. Uma estratégia para continuar bebendo durante a semana sem correr o risco de ganhar peso é manter uma alimentação saudável e balanceada.

Fonte: veja.com