Deputado Edson Martins visita Rádio e TV da Assembleia do Acre

Deputado Edson Martins visita Rádio e TV da Assembleia do Acre

Juntamente com os deputados Anderson e Léo Moraes, a visita técnica busca conhecer funcionamento para futura instalação na ALE-RO

O deputado Edson Martins (PMDB), 1º vice-presidente da Assembleia egislativa, juntamente com os deputados Léo Moraes (PTB), Anderson do Singeperon (PV) se reuniram com o deputado Ney Amorim (PT), presidente da Assembleia Legislativa do Acre e o deputado Luiz Gonzaga (PSDB).

Os parlamentares acrianos acompanharam a visita dos deputados de Rondônia as instalações da Rádio e TV da Assembleia Legislativa do Acre.

A visita foi visando a instalação da Rádio e TV Assembleia de Rondônia, que permitirá que a população participe diretamente do processo de elaboração de leis e acompanhe as decisões tomadas pelos parlamentares na Casa do Povo.

Cleiton Roque quer recuperação da Linha Figueira

Cleiton Roque parabeniza administração de Pimenta Bueno e elogia a classe trabalhadora

O trecho é muito importante na região, pois recebe de forma constante o trânsito de veículos pesados, usados para escoar produções agrícolas.

A via, RO 133 também conhecida como Linha Figueira, que interliga os municípios de Cacoal e Espigão do Oeste, de acordo com o deputado Cleiton Roque (PSB), está em péssimas condições de tráfego necessitando com urgência de reparos, benfeitorias.

O trecho é muito importante na região, pois recebe de forma constante o trânsito de veículos pesados, usados para escoar a produção agrícola, que fortalece a economia do município.

A linha possui inúmeros locais com avarias causadas pelo intenso trânsito e pelas chuvas, que caem com frequência nesta época do ano.

Desta forma, para evitar que a comunidade e os produtores sofram prejuízos o deputado pede que o governo do Estado e o Departamento de Estradas e Rodagens-DER atenda a solicitação e resolva o problema.

Popularização do sushi aumenta casos de infecção por parasitas

Popularização do sushi aumenta casos de infecção por parasitas

O sushi se tornou um alimento tão comum quanto o tradicional feijão e arroz no prato do brasileiro de classe média. Com a popularidade desse famoso quitute japonês, no entanto, também aumentaram os casos de infecções parasitárias, segundo um estudo publicado no British Medical Journal.

Um time de pesquisadores portugueses chegou a essa conclusão após diagnosticar um homem de 32 anos. O paciente chegou ao hospital reclamando de dores abdominais, febre e vômitos que duravam já havia uma semana. Após uma endoscopia, os médicos descobriram que larvas de um tipo de parasita do gênero Anisakis estavam dentro do estômago do homem.

Tal parasita pode provocar uma enfermidade chamada de anisaquíase em seres humanos – como aconteceu com o paciente de 32 anos. A doença é causada pela ingestão de peixes e frutos do mar crus ou malcozidos que contenham as larvas, segundo o Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos (CDC). De acordo com o estudo, o homem revelou que havia ingerido sushi recentemente.

A única forma de tratamento da doença é a remoção do verme por endoscopia ou cirurgia. No caso do paciente, foi necessária apenas uma endoscopia. Os médicos contam no estudo que os sintomas foram imediatamente resolvidos após a extração do parasita.

Apesar de a anisaquíase ser mais comum no Japão, devido aos hábitos alimentares da população, os pesquisadores advertem que os casos da doença estão crescendo no ocidente. Segundo eles, o aumento no número de ocorrências está relacionado ao fato de que a comida japonesa está cada dia mais popular em países ocidentais.

Para provar sua tese, os médicos apontaram um estudo espanhol que relatou 25 casos de anisaquíase durante um período de três anos (1999-2002). Nessa pesquisa, todos os pacientes tinham uma dieta que continha anchovas cruas.

Outro estudo citado pelos pesquisadores colocou o sushi e as anchovas como principais causadores da enfermidade na Itália. A pesquisa italiana ainda sugere que os médicos suspeitem da doença caso os pacientes se queixem de fortes dores abdominais após ingerir peixe cru ou malcozido, pois “nenhum tratamento farmacológico eficaz é capaz de matar as larvas”.

O Ministério da Saúde, do Trabalho e da Previdência Social do Japão emitiu nesta semana um alerta sobre o número crescente de infecções por Anisakis associadas à ingestão de peixe cru ou malcozido. De acordo com o Japan Times, o número de casos da doença aumentou de 79, em 2013, para 126 em 2016. No ano de 2004 foram relatados apenas quatro casos no país.

Porém, isso não significa que o consumidor deve parar de consumir sushi — basta tomar algumas precauções. O governo japonês, por exemplo, incentiva as pessoas a manter o peixe congelado a temperaturas abaixo de -20°C por pelo menos um dia. Além disso, a instituição afirma que o peixe deve ser aquecido por, pelo menos, um minuto em temperaturas superiores a 60 graus – desse modo, as larvas do parasita são eliminadas.

As recomendações da Agência de Padrões Alimentares dos Estados Unidos (FSA) são similares às do ministério do Japão. Segundo a organização, peixes crus ou levemente cozidos devem ser congelados por quatro dias a uma temperatura de, pelo menos, -15°C.

Fonte: exame.com

No Rio, filho de Crivella já devolveu salário; em RO, Cira Moura dá palestra e nem fica vermelha

O STF proibiu, todas as normas proíbem, e mesmo assim Confúcio Moura ignora solenemente as ordens (e a moral) e mantém a irmã em função de primeiro escalão no governo do Estado. Nenhum órgão de fiscalização e controle se manifestou, nenhuma ação civil pública foi proposta, não vi recomendação nem mesmo uma postagem de Facebook sobre a imoralidade que é a permanência da irmã do governador em um cargo comissionado.

Pelo contrário, ela dá palestras a prefeitos e promove até workshops, com toda a normalidade do mundo. Enquanto isso, no Rio de Janeiro o filho de Marcelo Crivella, que havia sido nomeado na Casa Civil já devolveu os salários recebidos por dois meses de “trabalho”.

Nepotismo é crime, e mais, é totalmente imoral, um ato que deveria ser banido do serviço público, mas que governantes ignoram na maior cara de pau, alegando mil e um pretextos sem qualquer fundamento que sustente esse tipo de favoritismo. Confúcio sempre discursou pela eficiência do serviço público, já reclamou de comissionado, de concursado, mas nunca falou nada sobre o nepotismo. E a vida segue…na ilegalidade.

Cira Moura, o nepotismo em pessoa!

Ministério Público denuncia cinco por chacina em Colniza

Ministério Público denuncia cinco por chacina em Colniza

O Ministério Público Estadual de Mato Grosso formalizou nesta segunda-feira (15) denúncia contra um madeireiro e outros quatro homens acusados de terem planejado e executado a chacina que matou posseiros e trabalhadores rurais em Colniza (MT).

Os cinco são acusados de formação de milícia privada conhecida como “encapuzados” e homicídio qualificado. A motivação do crime, cometido em 19 de abril, seria extrair madeira da área em disputa e em seguida apossá-la.

Apontado como mandante, Valdelir João de Souza, o “Polaco Marceneiro”, é dono de duas madeireiras em Machadinho D’Oeste (RO), a cerca de 230 km de terra da agrovila Taquaruçu do Norte, região da chacina. Ele está foragido.

Fonte: uol.com

Instituto Oswaldo Cruz detecta mutações genéticas em vírus da febre amarela

Pesquisadores do Instituto Oswaldo Cruz detectaram oito mutações genéticas no vírus da febre amarela em circulação no País, sete delas associadas ao mecanismo de replicação viral. Eles vêm se debruçando em laboratório sobre amostras de dois macacos que morreram da doença no Espírito Santo, um em Macaé, no Norte Fluminense, além de um conjunto de mosquitos selvagens coletados no ES. A pesquisa pode ajudar a explicar o atual surto da doença, o mais grave das últimas décadas.

Essas variações nunca haviam sido encontradas. O último sequenciamento genético havia sido feito em 2010, na Venezuela. Agora, o IOC vai rastrear em que momento essas alterações ocorreram e de que forma isso se espalhou. Para tal, serão comparadas amostras atuais e do passado.

A virologista do IOC Myrna Bonaldo, uma das pesquisadoras à frente do trabalho, explicou que nada muda em relação à vacina da febre amarela aplicada pelo governo, uma vez que ela imuniza contra vírus não só do Brasil, mas também de outras regiões do mundo, como a África. Os dados estão disponíveis para a comunidade científica internacional desde fevereiro e já despertaram o interesse de pesquisadores europeus e norte-americanos, que estão trabalhando também para a continuação do sequenciamento.

Fonte: O Estado de S. Paulo

Decisão de soltar Dirceu não se estende a Duque, defende PGR

Decisão de soltar Dirceu não se estende a Duque, defende PGR

O procurador-Geral da República em exercício, José Bonifácio Borges de Andrada, manifestou-se ao Supremo Tribunal Federal (STF) contrário à extensão do habeas corpus do ex-ministro da Casa Civil José Dirceu ao ex-diretor de Serviços da Petrobras Renato Duque. A manifestação do procurador se estende aos empresários Flavio Henrique de Oliveira Macedo e Eduardo Aparecido de Meira, que também pediram a corte a extensão do benefício. O ministro Dias Toffoli, relator dos pedidos no STF, vai analisar os processos.

“O Ministério Público pugna pelo indeferimento dos 3 pleitos de extensão da ordem de habeas corpus recém concedida a José Dirceu de Oliveira e Silva, dada a manifesta inaplicabilidade do artigo 580 do Código de Processo Penal a Flávio Henrique de Oliveira Macedo, Eduardo Aparecido de Meira e Renato de Souza Duque”, anotou Borges de Andrada.

O pedido de Renato Duque pela extensão do habeas corpus concedido ao ex-ministro petista foi feito à Corte no último dia 8 de maio, quatro dias depois das defesas de Macedo e Meira solicitarem o mesmo. Sócios da construtora Credencial, os empresários alegam que a prisão preventiva deles e de José Dirceu foi decretada em situações semelhantes, na mesma ação penal, em sentença na qual os três foram condenados.

A decisão de Dias Toffoli a respeito dos pedidos de Renato Duque, Flávio Macedo e Eduardo Meira será a primeira no âmbito da Operação Lava Jato no Supremo que não será tomada pelo relator da operação. Caberá Toffoli decidir porque foi ele o primeiro ministro a discordar da posição do relator, ministro Edson Fachin, e votar pela liberdade a José Dirceu na Segunda Turma, entendimento que prevaleceu no colegiado.

Assim como o habeas corpus do ex-ministro, o do pecuarista José Carlos Bumlai também passou a ter Dias Toffoli como relator para acórdão e questões incidentes. Ainda não há nenhum pedido de extensão em relação à soltura de Bumlai.

Fonte: veja.com

Responsáveis por ciberataque arrecadaram menos de US$ 70 mil, segundo EUA

Washington – Mais de 300.000 computadores em 150 países foram infectados desde sexta-feira pelo ciberataque global, mas seus responsáveis arrecadaram menos de US$ 70 mil com sua chantagem sobre os afetados pelo vírus que pagaram para recuperar seus dados, informou nesta segunda-feira o governo dos Estados Unidos.

Nenhum dos sistemas do governo americano foi afetado até agora pelo vírus global, segundo assegurou aos jornalistas o assessor de segurança nacional do presidente Donald Trump, Tom Bossert, que destacou que os Estados Unidos “não fabricaram” o vírus, como sugeriu a Rússia.

O ciberataque “se estendeu a 150 países e afetou mais de 300.000 máquinas, mas a boa notícia é que as taxas de infeção diminuíram ao longo do final de semana”, declarou Bossert em uma entrevista coletiva na Casa Branca.

Apesar da ganância dos responsáveis pelo vírus, “parece que foram pagos menos de US$ 70 mil em resgates”, e que os que efetuaram esses pagamentos não conseguiram “recuperar nenhum de seus dados”, disse Bossert.

O presidente russo, Vladimir Putin, acusou hoje os serviços secretos dos EUA de serem “a fonte primária do vírus”, depois que o presidente da Microsoft, Brad Smith, indicou ontem que o ciberataque ocorreu graças a uma “vulnerabilidade roubada” da Agência Nacional de Segurança americana (NSA).

O assessor de Trump ressaltou hoje que o governo americano não “fabricou” o vírus, e que a NSA “não desenvolveu nenhuma ferramenta para apoderar-se de dados por meio do pagamento de um resgate”.

“Isto é algo desenvolvido pelas partes culpadas, potencialmente criminosos ou Estados estrangeiros, que o fabricaram para difundi-lo mediante documentos anexados (em e-mails) e causar infeções”, afirmou Bossert.

O assessor não quis precisar, no entanto, se a NSA usou ou desenvolveu algum dos componentes contidos no vírus, ao assegurar que não podia se aprofundar nesses temas relativos a atividades de inteligência.

Por fim, Bossert garantiu que os Estados Unidos estão “trabalhando para conseguir que os responsáveis pelo ciberataque prestem contas”.

O programa informático de chantagem WannaCry, que exige um pagamento para recuperar o acesso aos computadores, atingiu centros de saúde no Reino Unido, grandes empresas na França e na Espanha, a rede ferroviária na Alemanha, organismos públicos na Rússia e universidades na China, entre outros.

Fonte: exame.com

Rato com ‘flexibilidade sexual’ pode virar macho ou fêmea

Rato com ‘flexibilidade sexual’ pode virar macho ou fêmea

Um grupo de cientistas japoneses descobriu que as células de uma espécie ameaçada de rato são “sexualmente flexíveis”, e podem derivar em qualquer um dos dois sexos apesar de não possuir o cromossomo Y, essencial para que um indivíduo seja macho. Segundo o estudo, publicado nesta sexta-feira na revista Science Advances, a descoberta pode ajudar os pesquisadores a compreender como ocorre a reprodução em indivíduos que tem um modelo de cromossomos diferente do nosso e, mesmo assim, não formam indivíduos hermafroditas.

Esta espécie de roedores, denominada Tokudaia osimensis, vive em ilhas do Japão e se encontra em perigo de extinção na Lista Vermelha da União Internacional para a Conservação da Natureza e dos Recursos Naturais (IUCN, na sigla em inglês) devido à destruição de seu habitat. O que os pesquisadores fizeram foi gerar esperma e óvulos desses ratos e criar embriões, para observar o crescimento do filhote. Além de ajudar a compreender como ocorre o desenvolvimento dos sexos nestes animais, o procedimento utilizado na pesquisa poderia ser realizado em outras espécies em perigo de extinção, tornando possível reduzir o risco de vários animais ameaçados e “contribuir para salvar a biodiversidade”, comentou o pesquisador em biologia do desenvolvimento Arata Honda, da Universidade Miyazaki, no Japão, um dos autores do estudo. “Se temos pequenas partes de tecido ou células de um animal extinto, talvez possamos trazê-lo de volta para futuras pesquisas”, acrescentou.

Ausência do cromossomo Y

Na maioria dos mamíferos, incluindo humanos, o sexo biológico é determinado por uma combinação aleatória entre duas letras – ou melhor, cromossomos sexuais: X e Y. Se alguém herda um X da mãe e um X do pai, vai desenvolver ovários, um útero e uma vagina. Se alguém herdar um X da mãe e, do pai, um Y, vai desenvolver testículos e pênis. Porém, no mundo animal, há exceções raras e misteriosas. O caso dos Tokudaia osimensis é um deles – mesmo sem ter cromossomos Y, nascem como fêmeas ou machos, não hermafroditas.

Para descobrir como funciona a determinação do sexo nesses animais, os cientistas utilizaram uma amostra da cauda de uma exemplar fêmea do rato para gerar células-tronco pluripotentes induzidas (iPSC, na sigla em inglês), que podem dar lugar à maioria dos tecidos. Depois, eles injetaram essas células-tronco em embriões machos de ratos de laboratório e observaram que as células se desenvolveram e sobreviveram como precursores de esperma em machos adultos.

A surpresa, para os cientistas, é que eles nunca foram capazes de gerar espermatozoides maduros a partir de células-tronco femininas, em grande parte porque a produção de espermatozoides normalmente requer o cromossomo Y. Isso, segundo Honda, pode significar que as células do Tokudaia osimensis podem ser modificadas para melhorar o entorno reprodutivo destes ratos.

Ninguém sabe como ou por que, mas em um determinado momento de sua história evolutiva esses animais perderam seu cromossomo Y e, junto com ele, um gene importante para o desenvolvimento anatômico de machos na maioria dos mamíferos, conhecido por Sex-determining Region Y (SRY, na sigla em inglês).  A principal teoria, levantada por estudos anteriores, é que outros genes envolvidos na diferenciação sexual masculina não foram perdidos, e sim transferidos do cromossomo Y para outras partes do genoma dos ratos, incluindo o cromossomo X.

Fonte: veja.com

Gleisi Hoffmann critica imprensa por ‘deturpar’ depoimento de Lula

Gleisi Hoffmann critica imprensa por 'deturpar' depoimento de Lula

A senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) disse nesta segunda-feira (15), em Plenário, que está em curso no Brasil uma associação entre o Poder Judiciário e a mídia. Em sua visão, a imprensa decidiu ter o direito de julgar, condenar e absolver, sem a imparcialidade de um juiz. Ela alertou, ainda, para a ocorrência de algumas situações “realmente questionáveis para um Estado democrático de direito e uma democracia como se pretende a brasileira”.

Como exemplo, citou a decisão do juiz substituto da 10ª Vara Federal Criminal do Distrito Federal, Ricardo Augusto Soares Leite, de ordenar o fechamento do Instituto Lula. Na avaliação da senadora, a ação do juiz foi autoritária e arrogante, além de não ter fundamentação legal.

Gleisi Hoffmann também criticou a intenção da imprensa, a seu ver, de “deturpar” o depoimento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O propósito seria dar a impressão que, ao ser ouvido pelo juiz Sérgio Moro, Lula teria tentado responsabilizar a esposa, Marisa Letícia, no caso do apartamento triplex, no Guarujá.

Gleisi esclareceu que as explicações de Lula não mudaram. São as mesmas desde antes do falecimento de Marisa Letícia.

— E uma revista de quinta categoria estampa na sua página uma foto de dona Marisa com o título: A dupla morte de Marisa. É escandaloso isso. Falei com o presidente Lula. Ele está processando a revista e tem que processar mesmo. Ela tem que pagar muito caro, e não é a primeira vez que ela vai ser processada. Não respeitaram a Marisa em vida. Aliás, a mataram.

Fonte: agenciasenado