Mestre-cervejeiro.com está com a ofertas imperdíveis, no dia do cliente

Mestre-cervejeiro.com está com a ofertas imperdíveis, no dia do cliente

Para comemorar o dia do cliente,a Loja mestre-cervejeiro.com de Porto Velho está com a oferta imperdível!!!

Barbarela morango – R$ 12,00 Barbarela framboesa – R$ 12,00

Schneider TAP 7 – R$ 25,00 Schneider TAP 4 – R$ 27,00 Schneider TAP 1 – R$ 25,00

Erdinger dunkel – R$ 25,00 Madalena América wheait – R$ 21,00 Vedett IPA – R$ 18,00

Rauchbier Marzen – R$ 35,00 Rauchbier Urbock – R$ 38,00 Warsteiner – R$ 18,00 Solerun IPA – R$ 25,00 e também os chopes R$10,00 reais, chopp Dogma e Ever Ipa R$18,00 espero todos vocês.

Venha comemorar o dia do cliente!!!

 

Mestre-Cervejeiro.com

Com a proposta de atrair um público feminino a Mestre-Cervejeiro.com transformou as quartas-feiras portovelhense com a “Quarta das Cervejeiras” onde as mulheres ganham desconto de 10% em todas as Cervejas que degustarem.

Se você ainda não conhece, não perca tempo a loja é aberta das 10:00 às 24:00 todos os dias. A loja é arejada com um ótimo espaço para degustação além de contar com mais de 150 rótulos de cervejas especiais, além de um mix de produtos, como camisetas da marca, kits cervejeiros, taças, copos, e petiscos gourmet.

A loja Mestre-Cervejeiro.com está localizada na Av. Carlos Gomes 1849, São Cristóvão com telefone: (69) 3224-1412.

Conheça a loja Mestre-Cervejeiro.com referência local e nacional na promoção de todos os aspectos da Cultura da Cerveja
Conheça a loja Mestre-Cervejeiro.com referência local e nacional na promoção de todos os aspectos da Cultura da Cerveja

 

Homem é suspeito de atear fogo na ex-mulher quando ela saia do banho, em MG

Uma jovem de 18 anos teve 30% do corpo queimado depois que seu ex-companheiro jogou fogo nela, nesta quinta-feira (14) em Janaúba, no Norte de Minas. De acordo com a Polícia Militar, quando os militares chegaram a casa da vítima, na rua Sargento Piloto, no bairro Santo Antônio, ela estava deitada no chão com uma toalha cobrindo parte de seu corpo, completamente em estado de choque e agonizando por causa das queimaduras.

De acordo com a Polícia Militar, ela teve queimaduras de segundo grau em seu cotovelo esquerdo, dorso, nádegas e coxas. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foi acionado e fez os primeiros atendimentos na rua e em seguida levou a mulher para o Hospital Regional de Janaúba. O hospital informou que ela permanece internada e está estável.

De acordo com a Polícia Militar, vizinhos disseram que a mulher e o ex-companheiro dela brigavam muito e que momentos antes dela aparecer queimada ele esteve na casa da vítima. Os vizinhos disseram ainda que ele jogou álcool na mulher quando ela estava saindo do banho e depois ateou fogo. Os militares não conseguiram confirmar a informação porque a mulher não teve condições de ser ouvida.

Os vizinhos disseram que era comum ele espancar a vítima e que nesta quinta-feira ouviram os gritos da mulher. O suspeito já foi identificado, mas não foi preso porque ainda não foi encontrado. Segundo a polícia, ele tem um mandado de prisão em aberto por crime contra o patrimônio. A Polícia Civil vai investigar a tentativa de homicídio contra a mulher.

Fonte: otempo.com

Maurão discute na Fecomércio ajustes que garantam funcionamento de lojas e shoppings em feriados

Maurão discute na Fecomércio ajustes que garantam funcionamento de lojas e shoppings em feriados

Medida visa adequar legislação ao novo momento econômico de Rondônia

Uma reunião na sede da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Rondônia (Fecomércio), em Porto Velho, discutiu a necessidade de ajustes na Convenção Coletiva de Trabalho, para garantir que lojas de departamento e shoppings possam abrir suas portas ao público em feriados e finais de semana. A discussão ocorre, após lojas em Cacoal terem sido impedidas de abrir no feriado de 7 de Setembro último.

“Rondônia cresceu, as cidades estão maiores e a nossa economia em franca expansão, está garantindo o poder de compra das famílias. Uma loja ou shopping fechados, é prejuízo para quem compra, para quem vende, para o Estado e municípios que perdem receita e também para os trabalhadores, que deixam de ganhar um extra nas vendas”, explicou Maurão.

O parlamentar defende que seja encontrada uma saída, através do diálogo, para que novos episódios de fechamento de lojas não venham se repetir. “É preciso ajustes, modernização na lei e garantia de empregos formais e renda para os trabalhadores, sem deixar de atender a população, que quer ter acesso aos serviços”, completou.

Do encontro participaram o presidente da Fecomércio, Raniery Coelho, o presidente da Federação das Associações Comerciais e Empresariais de Rondônia (Facer), Gerson Zanato, o vice-prefeito de Cacoal, Elcirone Deiró (PP), o vereador Jabá Moreira (PRP) e o vice-presidente da Associação Comercial e Industrial de Cacoal (Acic), Gustavo Reis.

“Estamos em conjunto com as demais entidades, abrindo um espaço de diálogo para encaminharmos um acordo com o Sindicato dos Trabalhadores, que atenda aos anseios de todos: empresas, trabalhadores e a sociedade”, observou Raniery.

Já Zanato lembrou que as legislações municipais sobre feriados precisam ser adequadas à nova realidade de Rondônia. “Uma cidade com força comercial, com lojas de departamento e shopping, como é Cacoal, não pode ter uma lei que impeça o funcionamento dessas empresas nos feriados, pois é nesses dias que o fluxo de pessoas nesses locais acaba sendo maior e todos saem ganhando”.

Veja 8 famosos que já mataram alguém e você provavelmente não sabia

Afirmar abertamente que já matou alguém não é uma coisa legal para a carreira de qualquer famoso e falar porque o indivíduo que fez isso tirou a oportunidade de uma pessoa viver e seguir os planos dela. Algumas celebridades tanto nacionais e internacionais, infelizmente, já cometeram esse ato. Alguns exaltaram em brigas e perderam o controle, outros se envolveram em acidentes com vítimas fatais.

No caso deste artigo, você perceberá uma lista de famosos que já se envolveram em incidentes que levaram a morte outras pessoas. Todos os casos são públicos e já foram julgados pela justiça. Em alguns deles, o famoso nem sequer ficou preso, apesar de condenado.

Então confira alguns dos casos que ficaram bem conhecidos pela mídias, mas talvez você não se lembre.

Matthew Broderick

O ator, que ficou mundialmente conhecido com o filme “Curtindo a Vida Adoidado”, está na lista porque ele alugou uma BMW e bateu com o carro de frente com um Volvo, que tinha uma mãe e filha e não resistiram os ferimentos.

Foto reprodução/Internet

Alexandre Pires

Há 17 anos atrás, o cantor mineiro cometeu um crime fatal. Ele atropelou um motoqueiro que não resistiu e faleceu no loca. Alexandre alegou que não estava bêbado e explicou que estava indo para hospital se medicar.

Skyler Deleon

Ele integrou um dos primeiros elencos de Power Rangers. Skyler cometeu um crime fatal, ele matou homem e uma mulher dentro do seu iate porque eles desejavam comprar o barco.

Foto reprodução/Internet

Cantor Renner

O cantor sertanejo e ex-dupla de Rick, atropelou com sua BMW um homem no ano de 2001. A vítima não resistiu e morreu. Segundo testemunhas, o cantor estava em alta velocidade.

Foto reprodução/Internet

Rebecca Gayheart

A atriz matou uma criança de apenas 9 anos de idade. Após ser julgada ela disse que foi o episódio mais triste de sua vida e terminou afirmando: “É algo que está comigo todos os dias e vai ser para o resto da minha vida”.

Foto reprodução/Internet

Lane Garrison

Um rapaz de 17 anos foi atropelado pelo ator de Prison Brake e faleceu em seguida. Lane estava dirigindo totalmente embriagado e foi condenado a mais de três anos de prisão.

Foto reprodução/Internet

Lindomar Castilho

Lindomar ficou conhecido e famoso por causa das suas músicas  conhecido pela música-baião “Chamarada” e pelo bolero “Você É Doida Demais”. Nos ano 80 ele matou a esposa quando estava cantando em um bar.

Foto reprodução/Internet

Vince Neil

O ex vocalista da banda de rock Motley Crue, que tem “Too Fast for Love”, “Shout at the Devil” e “Theatre of Pain” como os seus maiores sucessos, também é um dos famosos que já mataram alguém na vida real. Ele estava dirigindo bêbado e bateu o carro. Um homem que estava no banco passageiro morreu na hora.

Foto reprodução/Internet

Postado originalmente em ONoticioso

‘Foi covardia depois de tudo o que fizemos’, diz Joesley sobre Janot

O empresário Joesley Batista, dono da JBS, criticou nesta sexta-feira (15) o que ele chamou de “covardia” do procurador geral da República, Rodrigo Janot, “depois de tudo que fizeram”. Na quinta-feira (14), quando apresentou a segunda denúncia contra o presidente Michel Temer, Janot também notificou o ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal, que estava rescindindo o contrato de delação premiada com os executivos da JBS.

“Foi covardia (do procurador geral da República, Rodrigo Janot) depois de tudo o que fizemos”, disse Joesley, em depoimento à Justiça Federal, em São Paulo, nesta sexta. O executivo depôs no âmbito da operação Acerto de Contas, 2ª fase da Tendão de Aquiles.

“Estou pagando por ter deletado o poder”, afirmou o dono da empresa à juíza Tais Ferracini, da 6ª Vara Criminal de São Paulo A audiência ainda está acontecendo e é aberta para profissionais de imprensa.

Desde domingo (10), Joesley e Ricardo Saud, também colaborador, estão presos em Brasília – nesta sexta, Joesley deve passar a noite na sede da Polícia Federal em São Paulo. Ao comunicar a rescisão das colaborações, Janot também converteu a prisão temporária, cujo prazo encerrava nessa quinta, para prisão preventiva, que não tem período máximo.

A Procuradoria Geral conseguiu resgatar áudios deletados de Saud e Joesley que indicam jogo-duplo do ex-procurador Marcello Miller. Por entender que eles omitiram fatos, os delatores, que conseguiram imunidade total após apresentarem à PGR gravações incriminando Temer e outros políticos do alto escalão, perderam os benefícios do acordo.

Os depoimentos desta sexta são no âmbito do inquérito que investiga se a JBS fez uso de informações privilegiadas para lucrar no mercado financeiro. O executivo negou as acusações.

“As vendas das ações foram por um único e exclusivo motivo de necessidade de caixa”, diz Joesley Batista. “As ações são nossos ativos líquidos. Os bancos restringiram crédito para nós. Com a situação dos bancos, que não renovaram suas linhas de crédito, as vendas da ação não têm nada a ver com insider”, completou.

Fonte: otempo.com

Idoso é preso após adolescente denunciar abuso sexual em ônibus de Porto Velho

Um idoso de 60 anos foi preso após uma adolescente de 16 anos denunciar que ele teria abusado dela dentro de um ônibus de transporte público em Porto Velho. Ele foi preso na noite de quinta-feira (14).

De acordo com a polícia, a menor contou que estava dentro de ônibus, sentada e por várias vezes, o homem se esfregou em seu ombro. Ela no início teria imaginado que fosse devido ao balanço do veículo e, por isso, levantou.

No entanto, após levantar, o idoso começou a perguntar se ela iria demorar para descer e passou a mão nas suas pernas. Ele ainda teria perguntado se ela gostaria de descer na próxima parada, para que ele pudessem ir para um bar. A menina começou a chorar e foi para o fundo do ônibus. O idoso desceu na primeira parada e ela desceu na próxima.

Ao contar para a mãe o que teria ocorrido, as duas foram até a base de policiamento do Bairro Cohab onde relataram o caso. Os policiais pediram apoio de uma guarnição do setor que localizaram o suspeito. Ele negou as acusações, entrou em contradições diante dos detalhes repassados pela vítima. Recebeu voz de prisão e foi conduzido para Central de Flagrantes.

Fonte: rondoniagora

Deputado Jesuíno Boabaid é denunciado por improbidade administrativa no MP

Foi protocolado no Ministério Público de Rondônia, em 4 de agosto deste ano, uma grave denúncia contra o deputado estadual Jesuíno Boabaid, que teria utilizado o cargo para conseguir a convocação de seu irmão, Jesus Boabaid para o cargo de delegado de polícia.

De acordo com a denúncia, o irmão do parlamentar teria sido aprovado em 21º colocado em concurso para delegado de polícia. Existia uma previsão de chamamento de 15 delegados, e agentes de polícia, e segundo o denunciante o parlamentar teria interferido, através de um suposto acordo com o chefe da Casa Civil Emerson Castro para que fossem convocados 21 delegados e houve uma redução no número de policiais.

O denunciante alega ainda que em troca dessa convocação, Jesuíno apoiaria a indicação de Emerson Castro para o cargo de conselheiro no Tribunal de Contas do Estado.

Também no documento, o denunciante relata ter medo de retaliações por parte do parlamentar que “tem fama de massacrar quem entra em seu caminho”.

A denúncia foi protocolada sob o número MP-RO 422805160517.

Médica baleada em assalto tem morte confirmada, diz boletim

A médica Milena Gottardi Tonini Frasson teve morte confirmada pela equipe médica do Hospital Cias Unimed, onde estava internada, de acordo com o último boletim divulgado às 17h15 desta sexta-feira (15). Ela foi baleada na cabeça na noite desta quinta-feira (14).

Segundo a assessoria de imprensa da Unimed, Milena morreu por edema cerebral difuso (por conta da extensão do dano), às 16h50. A Unimed disse que o corpo será encaminhado para o Departamento Médico Legal (DML) para liberação da família. “A direção do Hospital Unimed lamenta o falecimento precoce da profissional médica e se solidariza com a família nesse momento de luto”, disse o hospital.

A vítima saía de um plantão no Hospital das Clínicas, em Vitória, acompanhada de uma colega quando, ao chegar ao carro, foram abordadas por um homem, que inicialmente exigiu pertences e chaves do veículo. Sem que as duas reagissem, ele atirou três vezes e uma bala acertou a cabeça de Milena.

A médica foi socorrida em estado gravíssimo e foi submetida a uma cirurgia na noite desta quinta. Depois, ela foi transferida para um leito de UTI, onde passou uma madrugada instável. No fim da manhã desta sexta, ela entrou em estado de coma e parou de responder a estímulos.

Investigação

O caso está sendo investigado na Delegacia Especializada em Homicídios Contra a Mulher (DEHCM). Testemunhas já foram ouvidas e a cena do crime foi periciada. As equipes de investigação foram reforçadas no objetivo de capturar o criminoso.

Pelo crime ter ocorrido na área de uma instituição federal, a Polícia Federal foi questionada sobre não participar das investigações. A resposta foi que a PF só apura crimes contra a União.

O crime

De acordo com informações iniciais de testemunhas, a médica foi ferida no que seria uma tentativa de assalto. A Polícia Civil está investigando o caso.

Uma funcionária que testemunhou o crime contou à TV Gazeta que as duas saíam juntas do hospital e estavam chegando perto do carro da vítima quando um homem as abordou.

“Depois que batemos o ponto, eu me ofereci para acompanhar ela até o carro, para ela não ir sozinha. Quando passamos, tinha um rapaz parado em pé, com o rosto descoberto, normal, mexendo no celular se não me engano. Ao chegarmos ao carro, ela abriu o porta-malas, jogou a bolsa dentro, e em questão de segundos o rapaz nos abordou. Ele falou ‘passa o celular, passa a chave e as duas pra dentro do carro, já'”, lembrou a colega.

A funcionária disse que percebeu que o criminoso estava confuso e que disparou os tiros mesmo sem qualquer reação delas.

“Nos viramos para entrar dentro do carro e não falamos nada, apenas obedecemos. Foi nessa hora que ele pegou e deu três disparos. Eu estava de frente pra ele, mas ela estava entrando no carro na hora, então ela caiu de frente. Na mesma hora ele já pegou uma moto e desceu a ladeira a mil. Na hora eu não percebi direito que ela tinha sido baleada, achei que ela tinha se abaixado”, disse.

A colega acredita que o criminoso não mirou na médica Milena. “Como ela é mais alta, acho que ela ficou mais exposta. Nós estávamos coladinhas, juntas pra entrar no carro”, falou.

A vítima recebeu os primeiros socorros no local e foi levada de ambulância para o hospital particular de Vitória em estado grave, segundo a Polícia Militar. Ainda não há informações sobre os criminosos.

Anvisa interdita lote de leite condensado por excesso de bactéria

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) interditou um lote do leite condensado da marca mineira Fazendeira nessa quinta-feira (15) por excesso de bactéria. O lote do leite condensado teve resultado insatisfatório na contagem de Estafilococos Coagulase Positiva.

A medida foi adotada depois que um laudo do Laboratório Central Noel Nutels, do Rio de Janeiro, reprovou o produto em um dos testes. O leite condensado interditado é fabicado pela empresa Baduy e Cia Ltda, de Ituiutaba (MG).

Este teste é utilizado para medir a presença de estafilococos em alimentos. Estafilococo é um tipo de bactéria relativamente comum, mas que pode provocar dor de barriga e vômitos. Por isso, o controle da presença deste tipo de bactéria em alimentos tem um limite rígido.

O que o consumidor deve fazer

A medida é preventiva e vale por 90 dias até que seja feita a contraprova. O recomendável é que este produto não seja consumido para evitar prejuízos à saúde, especialmente em pessoas mais vulneráveis como crianças, idosos ou pessoas que já estão doentes.

A Anvisa e as vigilâncias sanitárias dos estados e municípios são responsáveis pela fiscalização deste tipo de produto do ponto de vista da saúde. Caso o consumidor acredite que foi lesado e deseja ser ressarcido ele poderá procurar um órgão de defesa do consumidor como o Procon de sua cidade.

Fonte: noticiasaominuto

Léo Moraes realiza audiência pública para discutir ressocialização no sistema prisional de Rondônia

Léo Moraes realiza audiência pública para discutir ressocialização no sistema prisional de Rondônia

Deputado Léo Moraes presidiu uma audiência pública no plenário da Assembleia Legislativa de Rondônia para debater sobre a ressocialização no sistema prisional do estado. “É de suma importância discutir e esclarecer a volta do apenado à sociedade. Apesar do nosso sistema prisional prezar pela recolocação do indivíduo, isso na prática não acontece como deveria.” Explicou Léo.

Na audiência, membros da mesa e convidados fizeram uso da palavra apresentando questionamentos e melhorias para que a ressocialização aconteça de fato em Rondônia. Júlio Ugalde, delegado e representante
da Secretaria de Segurança, Defesa e Cidadania (Sesdec), disse que as mudanças propostas demandam tempo e planejamento, além da importância de enfatizar o respeito com a vida do ser humano.

Na ocasião, o parlamentar questionou sobre as contratações e efetivos de novos servidores, mas de acordo com o secretário Marcos Rocha, nenhum estudo sobre as quantidades foram finalizados. Os socieducadores, por sua vez, aguardam o remanejamento de uma região para outra.

Ao assumir o mandato, uma das primeiras bandeiras de Léo Moraes, foi lutar para que concursados aprovados fossem empossados. Cerca de 800 profissionais já garantiram esse direito. Com objetivo de possibilitar
maior acesso a educação, o deputado elaborou um projeto que concede horário especial ao socioeducador e agente penitenciário, matriculado em instituições de ensino superior. Além disso, foi criada uma PEC que
autoriza os agentes penitenciários e socioeducadores a trabalharem na área da educação, saúde e outros no contraturno ao trabalho.

“Sou um grande incentivador e apoiador da segurança pública. Acredito na ressocialização e que ela traz grandes benefícios e transforma a vida de um ex-detendo. Ao assumir o mandato, uma das minhas primeiras
bandeiras, Estou sempre à disposição para que juntos possamos melhorar o serviço de segurança pública para população. Tenho certeza que vamos fazer mais e melhor por Rondônia.” Concluiu deputado.

Ao final da audiência pública, algumas decisões foram definidas como, tornar público pela Sejus dados da gerenciação e a implementação de novos convênios para que os apenados trabalhem em outras prefeituras.