Corpos encontrados em van são de meninas desaparecidas em SP, confirma laudo

SÃO PAULO – Exames de DNA confirmaram que os dois corpos encontrados dentro de uma van no dia 12 de outubro são das duas meninas desaparecidas em setembro no Jardim Lapena, na zona leste de São Paulo. O laudo foi emitido nesta quinta-feira, 19, pela  Superintendência da Polícia Técnico-Científica (SPTC), de acordo com informações da Secretaria da Segurança Pública de São Paulo. “O IML informou às famílias e os corpos já foram liberados. As investigações prosseguem pelo DHPP (Departamento Estadual de Homicídios e de Proteção à Pessoa)“, diz o texto.

Ambas com três anos de idade, Adrielly Mel Severo Porto e Beatriz Moreira dos Santos desapareceram no dia 24 de setembro. O corpo das crianças foi encontrado dentro de um terreno baldio em um Fiorino branca de placas FIP 2230, de Ibiúna, no interior de São Paulo.

De acordo com relatos de familiares ao Estado, as meninas  brincavam na frente da casa dos pais de Adrielly quando desapareceram.   Naquele dia, a família percorreu todo o bairro. Foi também a hospitais e conselhos tutelares.

Recompensa. A Secretaria da Segurança Pública de São Paulo está oferecendo R$ 50 mil para informações que levem à identificação de suspeitos. As informações podem ser fornecidas em sigilo à polícia pelo site webdenuncia.org.br.

Na segunda-feira, 16, moradores do bairro chegaram a sequestrar e torturar dois homens suspeitos de cometer o crime. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública, os dois homens foram encaminhados ao Hospital Municipal Ermelino Matarazzo, onde foram medicados e liberados. Segundo o DHPP, que acompanhou a ocorrência desde o início, os homens negaram participação no crime.

Fonte: O Estado de S.Paulo

Vendedor de flores salva jovem de ser estuprada por 25 homens

Um vendedor de flores salvou uma jovem de ser estuprada por 25 homens, em Florença, na Itália. A vítima compartilhou o episódio no Facebook, junto com uma foto do seu “herói”.

Gaia Guarnotta, de 25 anos, estava andando sozinha pelas ruas da cidade, às 23h30, quando foi abordada pelo grupo de homens. Ela disse que os homens estavam bêbados, e tentaram convencê-la a fazer sexo com todos eles.

Os rapazes teriam dito coisas como “Vamos nos divertir, somos 25, você vai ter uma ótima noite”, e “Como você está recusando essa nossa gentil oferta?”. Depois de ela negar o convite, eles teriam ficado mais agressivos, segundo o jornal britânico Daily Mail.

Os homens começaram a segurá-la pelo braço e a xingá-la de “puta” e “vagabunda”. O grupo já tinha conseguido tirar seus óculos, e estavam tentando levá-la para outro local quando um homem, de 58 anos, a retirou do local. Hossein Alamgir é um vendedor de flores, nascido em Bangladesh, que vive na Itália desde 2005.

Além de resgatá-la, Hossein deu comida para a garota, um lenço para enxugar suas lágrimas, toalhas para se limpar, e uma rosa de presente. A atitude do estranho comoveu profundamente Guarnotta, que diz que jamais esquecerá o rosto do seu salvador. Ela afirmou que compartilhou a história no Facebook para mostrar ao mundo a necessidade do feminismo.

Fonte: metropoles

Temer vai exonerar mais oito ministros para votação de denúncia

Confiante de que o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, vai conseguir colocar em votação a denúncia por obstrução de justiça e formação de quadrilha no próximo dia 25, o presidente Michel Temer (PMDB) definiu em reunião na manhã desta quinta-feira, 19, que os ministros que têm mandatos de deputados serão exonerados na sexta-feira, 20, para retornarem à Câmara e garantir um placar maior a favor do presidente. A medida não é inédita e foi tomada na primeira denúncia e em outras votações consideradas vitais para o governo.

Segundo fontes que confirmaram a exoneração, os únicos ministros que continuarão no comando de suas pastas serão Ricardo Barros (Sáude) e Osmar Terra (Desenvolvimento Social). Com isso, dos 12 ministros com mandato, oito serão exonerados, já que Raul Jugmann (Defesa) e Fernando Coelho Filho (Minas e Energia) já foram exonerados nesta quarta-feira, 18.

Além de poder articular a favor do presidente e garantir mais votos, a exoneração ficou agendada para amanhã por se tratar do último dia para que os deputados apresentem emendas individuais ao Orçamento 2018.

Serão exonerados amanhã: Marx Beltrão (Turismo), Mauricio Quintella (Transportes), Bruno Araújo (Cidades), Antonio Imbassahy (Secretaria de Governo), Mendonça Filho (Educação), Zequinha Sarney (Meio Ambiente), Ronaldo Nogueira (Trabalho) e Leonardo Picciani (Esportes).

Sem descuido

Temer está tranquilo de que conseguirá derrubar a denúncia na semana que vem, mas tem salientado a auxiliares que não se pode descuidar da articulação. No Planalto o discurso de quem precisa de votos para tirar o presidente é a oposição voltou a circular.

Apesar de confiante o presidente tem lamentado o tempo perdido por conta de acusações que considera ineptas. A avaliação no Planalto é que, derrubada a segunda denúncia vai ficar mais claro que, independente das diversas tentativas do que consideram perseguição ao presidente, o mandato de Temer só acabará no dia 31 de dezembro de 2018.

Fonte: O Estado de S. Paulo

 

Exército realiza Operação Varredura no presídio de Ji-Paraná (RO)

Uma operação comandada pelo exército acontece no Presídio Agenor Martins de Carvalho durante a manhã e deve se estender até o início da tarde desta quinta-feira (19) em Ji-Paraná (RO), cidade a cerca de 370 quilômetros de Porto Velho. A Operação Varredura é coordenada pela 17ª Brigada de Infantaria de Porto Velho.

De acordo com o exército, o objetivo da operação é a Garantia da Lei e Ordem a pedido do Governo do Estado. O presídio está isolado e nenhum veículo está autorizado a passar pelas proximidades.

O militares realizam buscas minuciosas dentro das celas do presídio para encontrar possíveis armas, aparelhos celulares, drogas e qualquer outros objetos que não são permitidos dentro das unidades prisionais.

Presídios das cidades de Vilhena (RO), Porto Velho (RO) e Ariquemes (RO) já receberam a operação neste ano.

Fonte: g1

“Momento é de testosterona”, diz Ciro sobre Marina nas eleições

O pré-candidato a Presidência pelo PDT, Ciro Gomes, atacou possíveis postulantes de outros partidos ao posto durante um almoço com empresários na Firjan, no centro do Rio, na tarde desta quinta-feira, 19.

Sobre Marina Silva, o ex-governador do Ceará disse que não a vê com energia para a disputa e que, além disso, “o momento é muito de testosterona”, hormônio masculino.

Também dirigiu críticas aos tucanos Geraldo Alckmin, João Doria e Aécio Neves, a quem chamou de “cadáver político”.

Ciro disse que Aécio “continua dando as cartas” e afirmou que o PSDB insiste em não tirá-lo do comando do partido.

“Aécio é um cadáver político, e o que se faz com um cadáver é sepultar. E aí não sei por que não se sepulta. O cara está lá dando as cartas. A onda de revolta pede que ele saia da presidência do PSDB (da qual Aécio está licenciado). Ele não vai sair. Então não resolve”, disse.

O ex-governador e ex-ministro criticou o comportamento de Marina Silva. “Não a vejo com apetite de ser candidata, ou então é uma tática nova que eu nunca vi na minha vida pública, que é o negócio de jogar parado, de não dar opinião. Não vejo ela com a energia e o momento é muito de testosterona. Eu não elogio isso, é algo do Brasil. É um momento muito agressivo, e ela tem uma psicologia muito avessa a isso”, afirmou.

Ciro acrescentou que o PSDB “vai fazer uma campanha situacionista”, “segurando a alça de um caixão de um governo que tem 3% de aprovação, ou vai deixar para a véspera da eleição para sair e ficar com o justo estigma de oportunista”.

“Para não parar de fazer besteira, o Doria contesta o Alckmin, que o inventou. Qualquer político sabe que o Alckmin aumentava as remotas e decrescentes chances do PSDB. Portanto, o PSDB vai se decidir por ele e aí não se resolve o problema. Deixa o Doria desgastando o Alckmin”, disse.

Apesar das críticas ao partido, Gomes afirmou que “quer representar um certo pedaço do PSDB, que ajudou a fundar”. “Fui o primeiro e único governador eleito pelo PSDB pelas eleições de 90 e rompi por causa da fraude do real porque não queria ser confundido com aquilo”, afirmou.

Ciro disse ainda que Jair Bolsonaro, neste momento, “representa uma coisa muito respeitável que é a repulsa do povo brasileiro com a prática média da política”. Destacou, porém, que “o voto não é catártico”.

“Essas bofetadas que o Supremo dá, que o Congresso dá, todo dia o Bolsonaro vira uma coisa catártica de protesto. Mas o voto não é catártico. O voto é afirmativo. Portanto, na hora que o PSDB de organizar, eles vão começar a se canibalizar. O PSDB subindo, e o Bolsonaro subindo. E eu vou passando”, afirmou.

Fonte: exame.com

Google oferece recompensa por falhas encontradas na Google Play

Google está oferecendo a especialistas em segurança uma recompensa para identificar falhas em aplicativos Android, conforme a unidade da Alphabet procura eliminar erros em apps de sua loja Google Play.

Cada falha descoberta valerá pelo 1.000 dólares, segundo o programa anunciado nesta quinta-feira, que servirá de apoio para verificações automatizadas que não conseguiram bloquear malwares e outros problemas que especialistas em segurança dizem infectar a loja muito mais do que a rival App Store, da Apple.

O Google fará uma parceria com o HackerOne, um site de gerenciamento de programas de caça a falhas, para focar sobre uma lista de aplicativos e falhas, como aquelas que permitem que um hacker redirecione um usuário para um site falso ou infecte um dispositivo com um vírus.

O Programa de Recompensa de Segurança da Google Play patrocina efetivamente pesquisas em softwares criados por outras empresas. Os programas de recompensas de Microsoft, Apple e até da Alphabet vinham premiando apenas as descobertas de problemas nos próprios softwares dessas empresas.

“Não nos importamos apenas com nossos aplicativos mas, em vez disso, com a saúde do ecossistema em geral”, disse o diretor de gestão de produtos para aplicativos e jogos da Google Play, Vineet Buch.

O Google não revelou o financiamento para o programa, mas disse que começaria em pequena escala.

Fonte: exame

Deputado Maurão de Carvalho apresenta Nota de Repúdio a revista Veja

Deputado Maurão de Carvalho apresenta Nota de Repúdio a revista Veja

O presidente da Assembleia se diz indiganado contra o que chamou de matéria nojenta

Durante a realização da sessão itinerante da Assembleia Legislativa, na manhã desta quinta-feira (19), o presidente da Casa, Maurão de Carvalho (PMDB) usou da tribuna para defender a Nota de Repúdio que apresentou contra a revista Veja, por matéria deturpando o trabalho das igrejas evangélicas.

O deputado Maurão de Carvalho agradeceu aos pastores da Igrreja batista Nacional que cederam o espaço para a realização das sessão itinerante em Pimenta Bueno, destacando o trabalho realizado pela comunidade evangélica.

Em contraponto, o deputado comentou sobre a Nota de Repúdio que apresentou na Assembleia Legislativa para ser encaminhado a revista Veja, que em matéria desta semana chamou o povo evangélico de “esta gente
incomoda”.

Maurão disse que encaminhará pedido para que os deputados federais façam o mesmo e pediu aos vereadores de todos os municípios que também encaminhem nota de igual teor. “Como podem dizer que a igreja, os pastores fazem mal à sociedade?” questionou o parlamentar.

“Isso é coisa de repórter ateu, comunista”, afirmou Maurão que afirmou que a igreja recupera, salva vidas, encaminha para o bem, e um jornalista tem a capacidade de fazer uma matéria deste tipo.

Também lembrou as matérias veiculadas pela Rede Globo e agora tem também a Veja contra o povo Cristão. “Fica a nossa indignação contra estas matérias, que dão nojo, que são contra aqueles que fazem o bem”, finalizou Maurão.

Deputado Edson Martins confirma a realização da POC Itinerante em Ji-Paraná

Deputado Edson Martins confirma a realização da POC Itinerante em Ji-Paraná

Ação irá levar médicos especialistas para desafogar os atendimentos em vários municípios da região central do Estado

O deputado Edson Martins (PMDB), reunido na última terça-feira (17) com o secretário de Estado da Saúde, Williames Pimentel, obteve a confirmação de uma das suas solicitações que é a realização da POC itinerante, que será realizada pela Policlínica Oswaldo Cruz no município de Ji-Paraná nos dias 27, 28, e 29 de outubro.

A ação envolve consultas médicas em várias especialidades médicas, o que é uma das demandas que mais carece de atenção nos municípios, tendo em vista as prefeituras não terem condições de arcar com custos de médicos em todas as especialidades.

Com isso, muitos prefeitos optam por enviar os pacientes mais necessitados para a Capital, o que também onera os cofres públicos municipais. Por isso, o deputado Edson Martins, após reunião com prefeitos, lideranças e secretários de saúde dos municípios da região central do Estado constatou a necessidade do mutirão.

O Parlamentar destacou a importância dessa ação do governo do Estado que irá contemplar além do município de Ji-Paraná, também os municípios nas proximidades, como Presidente Médici, Ouro Preto d’Oeste, Jaru, Teixeirópolis, Urupá, Alvorada do Oeste, Vale do Anari, Theobroma, Castanheiras, Mirante da Serra, Nova União, Vale do Paraíso.

Decreto regulamenta processo de doação de órgãos para transplantes

Foi publicado nesta quinta-feira, 19, no DOU, o decreto 9.175/17, que regulamenta lei 9.434/97 para tratar da disposição de órgãos, tecidos, células e partes do corpo humano para fins de transplante e tratamento.

O texto retira a possibilidade de consentimento presumido para doação e reforça a decisão expressa da família do doador no processo. Além disso, retira a exigência do médico especialista em neurologia para diagnóstico de morte encefálica.

A lei cria a Central Nacional de Transplantes, que vai administrar as informações sobre a redistribuição de órgãos doados a pacientes da lista de espera, caso o paciente anteriormente selecionado não faça o transplante. Além disso, a central vai apoiar o gerenciamento da retirada de órgãos e tecidos e apoiar seu transporte, incluindo a interlocução com a Força Aérea Brasileira (FAB).

A não exigência de um neurologista para diagnosticar a morte encefálica é, segundo o ministério da Saúde, uma demanda do CFM. No novo texto, o diagnóstico de morte encefálica será confirmado com base nos critérios neurológicos definidos em resolução específica do CFM.

Fonte: migalhas

Deputados firmam compromisso e garantem recursos a Pimenta Bueno

Deputados firmam compromisso e garantem recursos a Pimenta Bueno

A pedido da prefeita Juliana Roque os deputados vão liberar R$ 1,2 mi

A pedido do deputadoCleiton Roque (PSB), o presidente da Assembleia Legislativa, Maurão de Carvalho (PMDB), fez um acordo com todos os parlamentares, para que destinem recursos ao bairro Encontro das Águas em Pimenta Bueno.

A prefeita Juliana Roque (PSB), pediu destinação de emendas, pois o bairro necessita de pavimentação por bloqueteamento e a prefeitura não conta com recursos para as obras. Com a intermediação do deputado Maurão, cada parlamentar destinará R$ 50 mil em emendas referentes a 2018 e o que faltar será coberto pelos deputados da região, Cleiton Roque e Só na Bença.

“Agradeço a todos os parlamentares por este incentivo dado ao nosso município e me comprometo a destinar recursos a outros municípios”, finalizou Só na Bença.