Mãe de 98 anos muda-se para asilo para cuidar do filho de 80

O cuidado que uma mãe tem com o filho é eterno e ela não sossega nem quando os dois já estão em idade avançada. Ada Keating, de 98 anos, se mudou para um asilo em Liverpool, Inglaterra, para cuidar do filho Tom, de 80 anos.

O homem, que nunca se casou e sempre morou com a mãe, teve de ir para a casa de repouso Moss View em 2016 quando precisou de mais cuidado e apoio diários.

Pouco mais de um ano depois, Ada decidiu se juntar a ele para que ficassem mais próximos e ela pudesse cuidar dele também.

“Eu dou boa noite para Tom no quarto dele todas as noites. Depois, vou e dou bom dia e digo que vou descer para o café da manhã”, contou Ada para o jornal Liverpool Echo.

“Quando eu saio para ir ao cabeleireiro, ele vai ver quando estarei de volta. Quando eu chego, ele vem até mim com os braços estendidos e me dá um grande abraço. Você nunca deixa de ser mãe”, diz a mulher.

Tom afirma que a equipe da casa de repouso é muito boa e ele fica feliz em ver a mãe mais vezes agora que ela mora lá. “Ela é muito boa cuidando de mim. Às vezes ela diz ‘comporte-se!'”, conta o filho. Ada e o falecido marido, Harry, tiveram quatro filhos: Tom, Barbara, Margi e Janet, mas esta última morreu quando tinha 13 anos.

A neta de Ada, Debi Higham, e outros membros da família são visitantes regulares no asilo e estão felizes que mãe e filho possam estar juntos novamente. “Não há separação para eles. É reconfortante para nós que eles cuidam um do outro 24 horas por dia”, diz.

Philip Daniels, gerente da casa de repouso, admira a união dos dois. “É muito emocionante ver a estreita relação que os dois compartilham, e estamos satisfeitos que pudemos atender às necessidades deles”, afirmou.

“É muito raro ver mãe e filho juntos na mesma casa de repouso e nós certamemte queremos fazer desse tempo deles o mais especial possível. Eles são inseparáveis”, declarou Daniels.

Fonte: otempo

Apple divulga preços do iPhone X no Brasil

Quem pretende comprar o iPhone X no Brasil já pode preparar o bolso: o smartphone custará até R$ 7.799, na sua versão de 256 GB. Já a versão com 64 GB é mais barata e custa R$ 6.999.

Os modelos ficam mais baratos para quem comprar a vista. Com os descontos, os aparelhos saem por R$ 7.019,10, na versão 256 GB, e R$ 6.299,10 na de 64 GB.

Os valores foram obtidos pelo UOL, por meio do aplicativo Apple Store. O preço ainda não foi atualizada no site brasileiro da Apple, mas a informação deve ser atualizada em breve.

O iPhone X é o smartphone mais caro já vendido pela marca. O modelo começa a ser vendido oficialmente, nos Estados Unidos, na próxima sexta-feira (3). Lá, os preços que vão de US$ 999 (cerca de R$ 3,270) até US$ 1.149 (aproximadamente R$ 3.758).

Fonte: noticiasaominuto

Três dos vereadores presos por fraudes, desvios e pedidos de propina na BA são soltos

Três dos vereadores presos na operação “Último Tango”, deflagrada na cidade de Correntina, oeste da Bahia, foram soltos na última segunda-feira (30), segundo informações do Ministério Público da Bahia (MP-BA), responsável pela operação.

O trio e outros três vereadores são investigados por fraudar processos licitatórios e contratos na cidade e desviar verbas públicas mediante pagamento de gratificações indevidas a servidores. Além disso, o grupo teria feito exigências ilícitas ao prefeito da cidade, inclusive a entrega de propina de R$ 50 mil para alguns vereadores em troca da aprovação de projetos de lei.

Conforme o MP-BA, foram soltos Adenilson Pereira de Souza, Juvenil Araújo de Souza e Nelson da Conceição Santos. Eles cumpriam prisão temporária, que venceu na segunda-feira. Os outros vereadores presos são Jean Carlos Pereira Santos e Milton Rodrigues Souza, que também cumprem medida temporária, e Wesley Campos Aguiar, que era presidente da Câmara, e que cumpre prisão preventiva. Enquanto ele não retorna ao cargo, o vereador Ebraim Silva Moreira, que era vice-presidente da Casa, está na função de presidente em exercício.

“Temos sessões às terças-feiras, vamos ver se eles vão aparecer. Eu nem posso fazer uma votação de cassação porque temos 13 vereadores e, para esse tipo de votação, precisamos de nove votos. No momento, a casa possui sete vereadores”, contou Ebraim.

Ainda segundo Ebraim, conforme regimento da Câmara de Correntina, os vereadores só perderão o mandato se ficarem ausentes da Casa por quatro meses.

Operação

Presidente da Câmara, conhecido como Maradona, foi preso em operação (Foto: Reprodução/ Facebook)

Quando a operação “Último Tango” foi deflagrada, na manhã de 26 de outubro, o MP-BA havia divulgado que cinco vereadores haviam sido presos entretanto, no final da tarde daquele dia, mais um vereador foi levado para prisão. Todos ficaram custodiados na delegacia de Santa Maria da Vitória, distante 54 km de Correntina.

Ao todo, respondem ao processo os vereadores: Juvenil Araújo Souza, Jean Carlos Pereira Santos, Milton Rodrigues Souza, Nelson da Conceição Santos, Adenilson Pereira de Souza e Wesley Campos Aguiar.

Os mandados de prisão foram expedidos pela Vara dos Feitos Relativos a Delitos Praticados por Organizações Criminosas de Salvador. As polícias Civil, Militar e Rodoviária Federal auxiliaram no cumprimento dos mandados.

A investigação do MP-BA foi feita por meio do Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco), com o apoio da Coordenadoria de Segurança Institucional e Investigação (CSI), Centro de Apoio Operacional às Promotorias Criminais (Caocrim), Centro de Apoio Operacional de Proteção às Promotorias de Proteção da Moralidade Administrativa (Caopam).

Fonte: g1/ba

Mais de R$ 40 mil são furtados de cooperativa de crédito de Chupinguaia, RO

Uma cooperativa de crédito foi furtada em Chupinguaia (RO), na região do Cone Sul. O crime foi percebido na segunda-feira (30) e, segundo a gerência da agência, foram levados mais de R$ 40 mil. De acordo com a Polícia Militar (PM), os criminosos quebraram uma parede e depois arrombaram um cofre da unidade.

No local, os militares perceberam que alguns disjuntores do painel foram desligados e que duas centrais de armazenamento de imagens foram levadas. Além disso, foi observado que fechaduras eletrônicas e uma central de alarme foram danificadas.

Para cometer o crime, os criminosos quebraram uma parede dos fundos do prédio. A gerência informou à PM que foram furtados cerca de R$ 46 mil e vários cheques que haviam sido compensados.

O caso é investigado pela Polícia Civil, mas os suspeitos ainda não foram identificados.

Fonte: g1/ro

Polícia do Paraná prende homem suspeito de atuar como médico usando documentos falsos

A Polícia Civil prendeu na segunda-feira (30), em Maringá, no norte do Paraná, um homem suspeito de atuar como médico usando documentos falsos. Segundo a polícia, sem diploma do curso de medicina, ele atuava desde 2015 e chegou a ganhar de R$ 40 mil a R$ 60 mil por mês.

O suspeito era contratado de uma cooperativa médica que atendia postos de saúde de prefeituras, entre elas Altônia e São Jorge do Patrocínio, no noroeste do estado, e Bom Sucesso, no norte, ainda conforme a polícia.

Após uma denúncia anônima, os investigadores descobriram que ele usava documentos falsificados de outro médico, que é de Paranavaí, também na região noroeste.

O delegado Leandro Roque Munin explicou que o homem foi preso em flagrante por portar documentos falsos, mas deve responder por outros crimes, como o exercício ilegal da medicina.

“Ele emitia atestado de talonário, receitas falsas. Ele pode ser responsabilizado inclusive, se vier a constatar que alguma pessoa morreu em virtude de um atendimento dele, falho, ele pode responder até por homicídio”, declarou o delegado.

Fonte: g1

Atropelador de Nova York gritou ‘Deus é grande’, dizem testemunhas

NOVA YORK — O autor do atropelamento em Manhattan, que deixou até seis mortos e 15 feridos, gritou “Deus é grande”, disseram testemunhas à imprensa local. A polícia confirmou o relato das testemunhas e deteve um suspeito. A investigação sobre a motivação está em andamento.

O cantor Josh Groban foi uma das testemunhas do atropelamento. Groban contou no Twitter que estava andando com seu cachorro quando ouviu tiros.

“Meu Deus, acabei de ouvir tiros e corri com meu cachorro”, Groban escreveu no Twitter.

Uma outra testemunha, identificada como Eugene, contou à ABC que viu uma caminhonete dirigir rápido contra a ciclovia, atropelando diversas pessoas. Eugene também relatou ter ouvido cerca de nove ou dez tiros.

Ezequiel Gonzalez, de 18 anos, estava na escola próxima ao local do atropelamento e contou ao “Daily Mail” o que viu:

— Vi ambulâncias chegarem e a escola proibiu todos de entrarem e saírem.

Já John Williams, de 22 anos, disse ao “Daily Mail” que 30 segundos após ouvir tiros, viu um homem caído no chão e outro sendo preso.

Fonte: oglobo

Motorista invade ciclovia e mata 6 pessoas e fere pelo menos 15, em Nova York; vídeos

Pelo menos seis pessoas morreram e 11 ficaram feridas em um atropelamento em Manhattan, próximo ao Memorial 11 de Setembro em Nova York, Estados Unidos, nesta terça-feira (31). Segundo o jornal norte-americano New York Times, o motorista de uma caminhonete branca invadiu uma ciclovia perto da West Side Highway e da Chambers Street, atingindo várias pessoas.

Fontes afirmam que após colidir o veículo com um ônibus escolar, o homem desceu do carro com um objeto na mão semelhante a uma arma. A polícia reagiu e abriu fogo contra o motorista, que ficou ferido.

O Departamento de Polícia de Nova York informou que ele está sob custódia. Estudantes do Stuyvesant High School, que fica próximo do local do ocorrido, chegaram a tuitar sobre um possível tiroteio na região. Nas redes sociais, testemunhas também publicam vídeos que mostram ciclistas feridos logo após o ataque.

UPDATE: NBC shows video of what appears to be the suspect running down the street with 2 guns in his hands pic.twitter.com/YCC4khXNX0

— News_Executive (@News_Executive) 31 de outubro de 2017

BREAKING VIDEO: Shooting/car ramming incident Manhattan, multiple injured. Warning Graphic content pic.twitter.com/s6sELaTU2P

— News_Executive (@News_Executive) 31 de outubro de 2017

Alexandre de Moraes alerta sobre ‘fake news’ nas eleições

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), defendeu nesta terça-feira (31/10), a regulamentação da propaganda eleitoral na internet pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), diante do risco de disseminação de “fake news” que podem impactar as campanhas. Para o ministro, a regulamentação não implica censura.

O TSE prepara uma ofensiva para combater a proliferação de boatos nas eleições do próximo ano. O Ministério da Defesa, a Agência Brasileira de Inteligência (Abin) e representantes do Google e do Facebook estão envolvidos nas discussões.

“A boataria pode ser pela rede ou não pela rede e aí a importância dos meios tradicionais de comunicação de passarem a notícia verdadeira. Eu entendo e o TSE entende que é necessária a regulamentação mais forte até porque é novidade (a questão das “fake news”). A rede é difícil controlar”, disse Moraes a jornalistas, ao chegar para a sessão da Primeira Turma nesta tarde.

Moraes é atualmente um dos ministros substitutos da Corte Eleitoral. Na avaliação do ministro, as “fake news” não teriam “esse efeito todo” para mudar uma eleição majoritária, como para presidente e governador, mas poderiam prejudicar principalmente as eleições proporcionais – para deputados federais ou estaduais, por exemplo.

Censura

Para Alexandre de Moraes, a regulamentação não vai provocar censura, já que a Constituição prevê a liberdade de expressão, mas com “responsabilidade”.

“A Constituição proíbe censura, é vedada, mas a Constituição prevê a responsabilização. Ou seja, proíbe censura prévia. Se [alguém] descobre que algo é mentiroso, não só o Judiciário pode tirar, como pode mandar indenizar se descobrir quem postou. Se põem notícia falsa contra você nas redes, você entra com ação judicial, a primeira coisa que você pede, comprovando que é falsa, é para retirar e ser indenizada. Isso não fere a Constituição”, comentou Moraes.

Bússola

Embora em menor escala, em 2014 a corrida eleitoral já havia sido influenciada pelas notícias falsas. Boatos sobre o fim do programa Bolsa Família atingiram a então presidente Dilma Rousseff (PT), levando centenas de beneficiários a agências da Caixa Econômica Federal. Na época, a PF concluiu que o boato “foi espontâneo”, “não havendo como afirmar que apenas uma pessoa ou um grupo os tenha causado”.

De lá para cá, o uso de redes sociais e aplicativos se intensificou no País, o que potencializa o surgimento de novos casos, na avaliação de integrantes do TSE ouvidos pela reportagem. Para um ministro, a Corte Eleitoral está “navegando em um mar sem bússola” na tentativa de encontrar instrumentos para frear a disseminação das fake news.

A reforma política aprovada pelo Congresso Nacional impôs ao TSE a missão de regulamentar uma série de questões relacionadas à propaganda eleitoral, como a veiculação de conteúdos eleitorais na internet e o uso de ferramentas digitais.

A legislação permite que, a pedido do candidato, partido ou coligação, a Justiça Eleitoral determine a suspensão do acesso a conteúdos que violem disposições legais. Também barra a veiculação de conteúdos de cunho eleitoral por perfis falsos.

Fonte: correiobraziliense

Em vídeo, Jorge Picciani acusa ministro da Justiça de mentir

O presidente da Assembleia do Estado do Rio (Alerj), Jorge Picciani (PMDB), foi às redes sociais rebater o ministro da Justiça, Torquato Jardim, que acusou a cúpula da Polícia Militar de ser “sócia” do crime organizado no Rio.

Além dos disparos contra os comandantes de batalhões, em entrevista ao blog do jornalista Josias de Souza, do “Uol”, o ministro ainda disse que o governador Luiz Fernando Pezão (PMDB), e o secretário de Segurança, Roberto Sá, “não controlam a Polícia Militar”.

E não poupou nem a Assembleia: em outra declaração bombástica, Jardim pisou no calo de Picciani ao dizer que o comando da PM decorre de “acerto com deputado estadual e o crime organizado”.

“Fiquei surpreso com o desconhecimento, a incompetência ou má fé do ministro da Justiça, Torquato Jardim”, começa o todo poderoso político fluminense.

Ele continua a fala, ressaltando que a segurança pública no estado, nos últimos 11 anos, foi influenciada apenas pelos últimos secretários responsáveis pela área, José Mariano Beltrame e Roberto Sá. E partiu para o ataque:

“Lamentável que (o ministro) minta e que contribua para mais confusão, e não ajude com aquilo que está dentro das suas atribuições, que é diminuir o número de armas que vêm para o Rio de Janeiro e que chegam em outros estados. A calamidade na área de segurança é em todos os estados, talvez mais acentuada no Rio porque o governo federal não faz a sua parte”.

Assista ao vídeo na íntegra:

Fonte: extra.globo

Tiros e atropelamento deixam vários feridos em Nova York

NOVA YORK — A polícia de Nova York responde a um alerta de um tiroteio em Manhattan nesta terça-feira. Autoridades pediram para a população evitar a área. Informações não confirmadas falam em dois mortos e seis feridos. Um suspeito foi detido e uma investigação está em andamento.

Segundo o “New York Post”, um suspeito passou dirigindo e atirando contra pedestres. Algumas testemunhas relataram que um caminhão atropelou uma ciclovia, ferindo ciclistas e pessoas que passavam no local no momento. Ainda não se sabe se o atropelamento está ligado ao tiroteio. A polícia ainda não confirmou a informação. Fontes da CBS afirmam que as autoridades descartam terrorismo, mas equipes contraterroristas estão no local.

Um vídeo publicado nas redes sociais mostra pessoa feridas e bicicletas caídas:

Forças contraterroristas da polícia de Nova York isolam área onde caminhonete atingiu pedestres – Reprodução

Fonte: oglobo