Enem divulga gabarito oficial; confira as respostas

O gabarito oficial do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) foi divulgado nesta terça-feira (14) pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), órgão do Ministério da Educação responsável pela aplicação das provas.

Com o gabarito, o estudante saberá quantas questões ele acertou, porém, as notas só serão divulgadas no dia 19 de janeiro, segundo o Ministério da Educação. A Teoria de Resposta ao Item (TRI) permite que um mesmo número de acertos gere notas diferentes, pois as questões têm pesos diferentes.

Veja Imagens de todos os gabaritos

1º DIA DE PROVAS – Enem 2017 – Caderno 1 – Azul

Enem 2017 – Gabarito do 1º dia de prova – Prova Azul (Foto: Reprodução)

1º DIA DE PROVAS – Enem 2017 – Caderno 10 – Verde

Enem 2017 – Gabarito do 1º dia – Prova verde (Foto: Reprodução)

1º DIA DE PROVAS – Enem 2017 – Caderno 9 – Laranja

Enem 2017 – Gabarito 1º dia – Prova Laranja (Foto: Reprodução)

1º DIA DE PROVAS – Enem 2017 – Caderno 4 – Rosa

Enem 2017 – Gabarito – Caderno de provas rosa – 2º dia (Foto: Reprodução)

1º DIA DE PROVAS – Enem 2017 – Caderno 2 – Amarelo

Enem 2017 – Gabarito 1º Dia – Prova Amarela (Foto: Reprodução)

1º DIA DE PROVAS – Enem 2017 – Caderno 3 – Branco

Enem 2017 – Gabarito 1º dia – Caderno Branco (Foto: Reprodução)

2º DIA DE PROVAS – Enem 2017 – Caderno 5 – Amarelo

Enem 2017 – Gabarito do 2º dia – Prova Amarela (Foto: Reprodução)

2º DIA DE PROVAS – Enem 2017 – Caderno 7 – Azul

Enem 2017 – Gabarito 2º dia – Prova Azul (Foto: Reprodução)

2º DIA DE PROVAS – Enem 2017 – Caderno 6 – Cinza

2º DIA DE PROVAS – Enem 2017 – Caderno 6 – Cinza (Foto: Reprodução)

2º DIA DE PROVAS – Enem 2017 – Caderno 11 – Laranja

2º DIA DE PROVAS – Enem 2017 – Caderno 11 – Laranja (Foto: Reprodução)

2º DIA DE PROVAS – Enem 2017 – Caderno 8 – Rosa

Enem 2017 – Gabarito 2º dia de provas – Caderno Rosa (Foto: Reprodução)

2º DIA DE PROVAS – Enem 2017 – Caderno 12 – Verde

Enem 2017 – Gabarito do 2º dia de provas – Caderno 12 – Verde (Foto: Reprodução/Inep)

Fonte: g1

Deputado Edson Martins destina R$ 80 mil para prefeitura de Rio Crespo

Deputado Edson Martins destina R$ 80 mil para prefeitura de Rio Crespo

Recurso proveniente de emenda parlamentar será utilizado na compra de grupo gerador

O deputado Edson Martins (PMDB) destinou emenda de R$ 80 mil para a prefeitura de Rio Crespo. O recurso será utilizado na aquisição de um grupo gerador para resolver o problema da falta de energia elétrica na unidade de saúde do município.

O convênio para a liberação da emenda já foi assinado na Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), durante reunião do deputado Edson Martins com o secretário Williames Pimentel e com o prefeito de Rio Crespo, Evandro Epifanio de Faria, o Lesão (PR).

Lesão agradeceu Edson Martins pelo apoio, explicando que o município passa por dificuldades quando há interrupção na distribuição de energia elétrica, penalizando os pacientes.

O deputado Edson Martins explicou que tem procurado atender o máximo possível de municípios com as emendas parlamentares, destinando-as a diversas áreas.

Edson Martins assina convênio para aquisição de equipamentos agrícolas em Machadinho

Edson Martins assina convênio para aquisição de equipamentos agrícolas em Machadinho

Parlamentar destaca importância de fortalecer o setor produtivo de Rondônia

O deputado Edson Martins, 1º vice-presidente da Assembleia Legislativa, se reuniu na manhã desta terça-feira (14) com o prefeito de Machadinho do Oeste, Leomar Patrício (PHS), e com o procurador geral do Estado, Juraci Jorge da Silva, para assinatura de convênio de R$ 150 mil para aquisição de equipamentos agrícolas.

O convênio, celebrado no Centro Político e Administrativo (CPA) do governo do Estado, é fruto de emenda parlamentar do deputado Edson Martins, a pedido do vereador Professor Cezar (PMDB), para atender a agricultura de Machadinho.

O parlamentar explicou que tem priorizado os investimentos no setor produtivo, porque dessa forma o dinheiro circula nos municípios, beneficiando a população em geral.

“Os pequenos produtores precisam de apoio do poder público. Assim, contribuímos para assegurar a permanência das famílias no campo e para fortalecer a economia do Estado”, destacou Edson Martins.

O endividamento das famílias de Porto Velho é menor que o nacional

O endividamento das famílias de Porto Velho é menor que o nacional

ENDIVIDAMENTO BEM ABAIXO DA MÉDIA NACIONAL- O endividamento das famílias de Porto Velho voltou a subir 4,8%, mas, ainda assim está abaixo 15,5% abaixo do nacional.

O endividamento das famílias de Porto Velho, segundo dados da Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (PEIC), elaborada pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Rondônia-FECOMÉRCIO/RO em parceria com a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), depois de dois meses seguidos caindo, voltou a subir em outubro, em relação a setembro , em 4,8 % com a pesquisa revelando que o número de famílias endividadas na capital de Rondônia aumentou. Porém, mesmo assim, o endividamento, em outubro de 2017 é 12,8% menor o de outubro do ano passado quando 59,9% das famílias estavam endividadas. Também é 15,5% menor que os 61,8% da média nacional.

Síntese dos resultados

Outubro 2016/Agosto/Setembro/Outubro 2017 (Em %)

Meses Total de Endividados Dívidas ou contas em atraso Não terão condições de pagar
Outubro   2016   59,9 19,4  6,8
Agosto     2017   51,4 14,1  4,0
Setembro 2017   49,8 12,0  3,7
Outubro   2017   52,2 10,4  3,5

Fonte Direta: CNC/FECOMÉRCIO RONDÔNIA

Por outro lado, as famílias com dívidas ou contas em atraso tiveram uma queda de 13,3%, saindo de 12%, em setembro, para 10,4% em outubro, e 46,3% abaixo de outubro de 2016. Também muito abaixo da média nacional que foi, em outubro de 2017, de 26%.

Comportamento semelhante ocorreu com as famílias que não terão condições de pagar suas contas que caíram (5,4%) tendo diminuído de 3,7%, em setembro, para 3,5% em outubro. E 48,5% menor em relação a outubro de 2016, quando foi de 6,8%. Também é menor 65,3% que a média nacional de 10,1%.

Para o presidente da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Rondônia- Fecomércio/RO, Raniery Coelho, “As condições do poder aquisitivo, este ano, das famílias, com uma maior intenção de consumo e um menor endividamento, além da inflação estar menor e a taxa de juros estar baixando, nos leva a crer que teremos vendas de fim de ano bem melhores. Isto elevou o otimismo dos empresários do comércio seja 8,4% maior do que o ano passado. Tudo indica que teremos um fim do ano melhor para o comércio de Rondônia”.

Outro indicador positivo para o comércio é o de que o tempo de atraso predominante das dívidas é acima de 1 ano, com 34,4%, seguido das dívidas de até 3 meses, com 33,3%, vindo depois as dívidas entre 3 e 6 meses e, por fim, 13,1% com as dívidas entre 6 meses e 1 ano; os restantes não souberam ou não responderam.

O tempo médio de atraso das famílias também foi de 59,6 dias, em outubro. O tempo médio de comprometimento da renda das famílias foi, em outubro, de 6,7 meses. Como fonte das dívidas os cartões de crédito continua disparado liderando o endividamento das famílias de Porto Velho com 51,1% das famílias, seguido pelos carnês, que respondem por 34,5% das dívidas. Outras dívidas que pesam são o crédito consignado (14,4 %), o financiamento de carro (6%) e o crédito pessoal (5,8%).

Homem coloca fogo em mendigo logo após fazer uma selfie com ele

Dois homens foram presos em Munique, Alemanha, após atearem fogo em mendigo que dormia na estação de metrô. Imagens das câmeras de segurança do local mostram que os rapazes chegaram perto do morador de rua, tiraram uma selfie e, em seguida, incendiaram os pertences e as roupas dele.

Segundo as investigações da polícia, os homens utilizaram um cigarro para colocar fogo em um pacote plástico. O fogo começou a atingir o corpo do mendigo quando três pessoas correram para socorrê-lo.

O crime ocorreu no sábado (11/11) e os responsáveis foram presos no domingo (12). Segundo a polícia, eles disseram que estavam “apenas se divertindo”. Os dois permanecem presos e devem responder por tentativa de homicídio.

Fonte: metropoles

Juristas pedem extinção do PT, PMDB, PSD e outros 6 partidos

Brasília – Em meio às investigações da Lava Jato e seus desdobramentos, um grupo de três juristas capitaneado pelo advogado Modesto Souza Barros Carvalhosa entrou com um pedido no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para a abertura de processo de cancelamento do registro de nove partidos, sob a acusação de que as siglas abandonaram os “princípios republicanos, democráticos e constitucionais para abraçar o crime organizado”.

O pedido mira o PTPMDBPP, PROS, PRB, PCdoBPDT, PR e PSD, agremiações que, na visão dos juristas, “abusaram da confiança do povo brasileiro para roubá-lo”, tendo cometido “inúmeros e repetidos crimes de lesa Pátria”.

Carvalhosa, o desembargador aposentado Laércio Laurelli e o advogado Luís Carlos Crema afirmam na petição protocolada no TSE que a Lava Jato e suas ramificações vem “revelando como políticos criminosos e partidos políticos corruptos roubaram o Brasil, a Petrobras e tantos outras empresas e órgãos públicos”.

Carvalhosa pretende se candidatar de forma independente à Presidência da República nas eleições do ano que vem, sem apoio de nenhuma legenda.

“Os partidos políticos se organizaram em forte disciplina para assaltar os cofres públicos. Instituíram surpreendente estrutura criminosa, com subordinação, hierarquia de comando, divisão de tarefas e repartição do produto do crime”, acusam os juristas. O pedido ainda será analisado pelo ministro Napoleão Nunes.

O grupo pede que as nove siglas sejam impedidas de participar do processo eleitoral, tenham os repasses do Fundo Partidário suspensos e sejam impedidas de terem acesso ao rádio e à televisão.

Os juristas sustentam que os partidos “carecem de fundamento constitucional e legal para existirem e não possuem nenhum propósito alinhado à República e aos interesses do povo, devendo ser extintos”.

Para eles, PT, PMDB, PP, PROS, PRB, PCdoB, PDT, PR e PSD “valeram-se da condição de partido político e dos direitos decorrentes do registro dos seus estatutos sociais (…) para, em organização criminosa, tomar de assalto os cofres públicos”.

“Portanto, é chegada a hora de impedir, frear, impor limites e punir, rigorosa e verdadeiramente, os assaltantes dos cofres públicos. É emergencial que esta Corte de Justiça Eleitoral decrete o fim do esbulho à República, proteja a Nação, mantenha a democracia, permita o funcionamento do sistema de eleitoral e diga ao Povo brasileiro que ainda há esperança”, pedem os juristas.

O trio acusa ainda o PT de coordenar “organizações sindicais e movimentos sociais como massa de manobra para os seus fins políticos e partidários”.

Em entrevista à reportagem, Carvalhosa disse que os nove partidos mencionados na petição vão “explodir o caixa eletrônico do Tesouro Nacional”.

“Esses partidos são organizações criminosas que desviaram recursos da Petrobras e outras estatais e agora vão receber R$ 2 bilhões de um fundo público. Como não podem pegar mais dinheiro da Petrobras, vão assaltar o Tesouro Nacional e se apropriar do dinheiro do fundo”, criticou.

Segundo Carvalhosa, o PSDB ficou de fora do pedido porque as denúncias que se lançaram contra o partido no âmbito da delação do grupo J&F são “mais recentes”.

Defesas

Procurado pela reportagem, o PT defendeu a existência de partidos políticos para a consolidação da democracia e questionou a “sanha investigatória” contra a sigla.

O PMDB, por sua vez, reafirmou que as contribuições eleitorais recebidas pelo partido “estão devidamente declaradas à Justiça Eleitoral e observaram todos os requisitos legais vigentes à época”.

O PSD informou que “confia na Justiça Eleitoral e sempre pautou sua atuação no cumprimento da legislação e das normas vigentes”.

O PR comunicou em nota que “tem por norma não comentar assuntos formulados para o exame e análise do Poder Judiciário”.

A presidente nacional do PCdoB, deputada Luciana Santos (PE), disse que não teve contato com a petição, mas considerou a medida “uma iniciativa claramente antidemocrática, uma tentativa de restrição da livre organização partidária, que é uma garantia constitucional básica”.

O PRB considerou em nota que a petição “é fundamentada meramente em reportagens veiculadas na imprensa com frágeis embasamentos probatórios” e “carece de tecnicidade, pois não individualiza qualquer conduta do PRB capaz de ensejar uma condenação”.

“Além de longa e enfadonha, a peça é juridicamente questionável. É uma ação temerária sem nenhum fundamento”, criticou o PRB.

O PDT comunicou que não responderia. O PROS e o PP não se pronunciaram até a publicação deste texto.

Fonte: exame

Testemunha do caso Fifa diz que Globo pagou propina por direitos de TV

O Grupo Globo foi citado por Alejandro Burzaco, ex-homem forte da companhia de marketing argentina Torneos y Competencias SA, como uma de seis empresas que teriam pago propina para ganhar a concorrência dos direitos de transmissão de torneios internacionais.

Num dos depoimentos mais aguardados do julgamento do escândalo de corrupção da Fifa, em Nova York, Buzarco disse que grupos de mídia, entre eles a Globo e a brasileira Traffic, além de Televisa, do México, a americana Fox e a argentina Full Play fizeram pagamentos irregulares para obter vantagens.

Ele foi ouvido como uma das testemunhas da acusação no julgamento de José Maria Marin, ex-presidente da CBF acusado de extorsão, fraude financeira e lavagem de dinheiro durante negociações de contratos com a Fifa.

Em nota, o Grupo Globo afirmou “veementemente” que “não pratica nem tolera qualquer pagamento de propina”. A empresa lembra ainda que após mais de dois anos de investigação não é parte nos processos relacionados à corrupção na Fifa na Justiça americana.

“Em amplas investigações internas, [o Grupo Globo] apurou que jamais realizou pagamentos que não os previstos nos contratos”, diz a nota.

Ainda assim, o grupo afirma que se colocará à disposição das autoridades americanas.

Os outros grupos de mídia citados por Buzarco ainda não se pronunciaram sobre o caso.

Buzarco também é réu na investigação conduzida pela Justiça americana. Ex-diretor da Torneos y Competencias, empresa de marketing esportivo com sede em Buenos Aires, ele fechou um acordo de delação premiada com os promotores do caso e ainda aguarda a sua sentença.

O empresário está em prisão domiciliar em Nova York desde que foi detido, há dois anos. Ele disse também que manteve a Fox Panamericans informada sobre o pagamento de propina -o grupo americano foi o único sobre o qual deu mais detalhes, alegando que sabiam de todos os passos do processo.

Ele se referia então a contratos de transmissão da Copa Libertadores.

O empresário citou ainda o grupo Clarín, mas disse que este foi o único que não chegou a pagar propinas à Fifa.

No tribunal do Brooklyn, diante dos jurados, Buzarco apontou para Marin, além de dois outros réus na corte, o paraguaio Juan Ángel Napout e o peruano Manuel Burga, afirmando que havia entregado dinheiro ilícito aos três.

Marin, Burga e Napout são os únicos de quase 40 indiciados no caso que se declaram inocentes das acusações.

O depoimento de Buzarco, portanto, é uma das principais armas da acusação no julgamento que acusa dirigentes do futebol mundial de receber até R$ 500 milhões em pagamentos ilícitos em paralelo a negociações de contratos com a Fifa ao longo das últimas duas décadas.

Veja a nota do Grupo Globo na íntegra:

Sobre depoimento ocorrido em Nova York, no julgamento do caso Fifa pela Justiça dos Estados Unidos, o Grupo Globo afirma veementemente que não pratica nem tolera qualquer pagamento de propina. Esclarece que após mais de dois anos de investigação não é parte nos processos que correm na Justiça americana. Em suas amplas investigações internas, apurou que jamais realizou pagamentos que não os previstos nos contratos. Por outro lado, o Grupo Globo se colocará plenamente à disposição das autoridades americanas para que tudo seja esclarecido. Para a Globo, isso é uma questão de honra. Não seria diferente, mas é fundamental garantir aos leitores, ouvintes e espectadores do Grupo Globo que o noticiário a respeito será divulgado com a transparência que o jornalismo exige.

Fonte: folha.uol

Aeromoça despenca de aeronave e fica gravemente ferida; vídeo

Um grave acidente foi gravado pelas câmeras de monitoramento interno do aeroporto de Beijing, China. Nas imagens, uma aeromoça abre a porta da aeronave e, enquanto a escada chega próximo do avião, ela parece se desequilibrar e cai na pista do aeroporto. A comissária, que não foi identificada, trabalha para a Xiamen Air.

Segundo informações da companhia aérea, ela se desequilibrou quando estava repondo o estoque de comida da aeronave. Após a queda, os funcionários do aeroporto chamaram o serviço de emergência, que encaminhou a jovem para o hospital.

No local, após uma ressonância, os médicos confirmaram que ela sofreu fraturas em alguns ossos da coluna, mas não corre o risco de ficar paraplégica. Além disso, está com vários hematomas no corpo e não tem previsão de alta.

Fonte: metropoles

Homem é baleado pela polícia enquanto esfaqueava filha de 2 anos

Um homem foi baleado pela polícia e impedido de continuar esfaqueando a própria filha, de 2 anos, em Rondonópolis (MT) na última segunda-feira (13/11).

De acordo com o Extra, a criança ainda levou uma facada nas costas. Mas, com a intervenção do tiro disparado por um policial civil, o acusado acabou preso. Duas facas e um canivete foram apreendidos com o suspeito.

O homem estava mantendo toda uma família como refém. Além da menina que foi ferida, outras duas crianças, de 4 e 6 anos, além da mãe delas, ex-mulher do criminoso, estavam no carro. De acordo com o boletim de ocorrência, ele havia dito para a ex que queria encontrá-la.

No local combinado, obrigou todos a entrarem no veículo. Dois investigadores passavam pelo local e desconfiaram da situação, pedindo que o homem parasse. Ele, então, jogou o carro contra a viatura,  saiu em alta velocidade e acabou batendo em um automóvel parado.

Os agentes chegaram a flagrar o homem desferindo golpes de faca na ex. Ao perceber a presença da polícia, ele pegou a criança de 2 anos e pôs a arma nas costas dela. Mesmo com os apelos dos investigadores, o homem continuo ameaçando a menina, até que a cortou. Foi nesse momento em que o tiro foi efetuado.

Ainda não há informações sobre o estado de saúde da mulher e sua filha. Os nomes não foram divulgados para proteger os envolvidos. O agressor foi autuado por tentativa de homicídio e já havia sido condenado por estupro majorado (contra filho ou enteado) por um crime cometido em 2007.

Fonte: metropoles

Dente ‘amortece’ bala e salva turista atingido por tiro na nuca em assalto

Um turista sobreviveu a uma tentativa de assalto em Bertioga, no litoral de São Paulo, após ser atingido por um tiro na nuca. A bala entrou e atingiu um dente do aposentado, que ‘amorteceu’ o disparo e deixou o projétil preso na boca da vítima, sem causar mais danos. As imagens do ferimento foram obtidas pelo G1 nesta terça-feira (14).

Segundo informações da polícia, Matheus Sena, de 18 anos, e um adolescente, de 17, foram presos por conta do crime. Eles foram reconhecidos por dois casais de turistas que haviam sido vítimas do assalto. O G1 tentou entrar em contato com as vítimas mas, até a publicação desta reportagem, não houve retorno.

O crime aconteceu na Praia do Indaía, em uma das principais avenidas da cidade. As quatro vítimas estavam dentro de um carro de luxo estacionado, conversando, quando os suspeitos se aproximaram e começaram a roubar os pertences do quarteto. Um dos suspeitos, assustado, acabou disparando contra o aposentado.

De acordo com o chefe dos investigadores da Delegacia de Bertioga, Nivaldo Ribeiro, que acompanhou de perto toda a apuração sobre o caso, a situação é inédita, já que a bala entrou pela nuca, ficou alojada e, como único dano, a vítima teve apenas o dente quebrado.

Ainda segundo a polícia, a vítima foi encaminhada ao Pronto-Socorro de Bertioga sem graves ferimentos e recebeu alta em seguida. Os suspeitos conseguiram fugir mas, posteriormente, foram capturados pela equipe da Polícia Civil em Bertioga. Após a prisão, as vítimas fizeram o reconhecimento dos suspeitos que, durante o assalto, acabaram não escondendo o rosto.

Fonte: g1