Maurão de Carvalho assina convênio para reconstrução da Feira Municipal de Ariquemes

O presidente da Assembleia Legislativa, Maurão de Carvalho (MDB), em reunião com o prefeito de Ariquemes, Thiago Flores (MDB), nesta quinta-feira (8), assinou convênio para a liberação de emenda parlamentar, de sua autoria, no valor de mais de R$ 1 milhão ao município.

O recurso, segundo o presidente Maurão, será investido na reconstrução da estrutura da Feira Municipal de Ariquemes. O local, há cerca de cinco anos, não recebe qualquer tipo de reforma.

Thiago Flores ressaltou que, com a obra, a estrutura poderá oferecer maior segurança e conforto, tanto para quem trabalha como para quem frequenta a tradicional feira de Ariquemes, lugar onde trabalhadores rurais oferecem diretamente, produtos da agricultura familiar. “Além de praticamente reconstruir toda a antiga estrutura já bem danificada, vamos realizar toda parte de pintura, sinalização das barracas no solo, refazer todo o telhado, iluminação e dar uma nova aparência para nossa feira”, destacou o prefeito de Ariquemes.

Maurão de Carvalho informou que a emenda é um compromisso firmado com o prefeito Thiago Flores, e que as obras iniciarão ainda no primeiro semestre de 2018. “O recurso será empenhado de imediato”, afirmou o presidente da ALE.

Deputada Rosangela conquista construção de escola estadual no Bairro Moisés de Freitas

Na manhã desta sexta-feira, 09 de fevereiro, a Deputada Estadual Rosangela Donadon (MDB) esteve visitando o local onde será construída uma escola estadual para atender os alunos dos Bairros Moisés de Freitas, Residencial União, Cidade Verde e os demais da região.

O pedido para a construção desta escola foi feito pela vereadora Vera da Farmácia (MDB). Conhecendo a realidade dos bairros, a vereadora procurou a deputada e informou sobre a urgente necessidade em se construir uma escola estadual, para ofertar o ensino médio aos jovens e adultos.

Na capital, a deputada apresentou essa necessidade ao Governador Confúcio Moura (MDB) e também ao secretário de Estado da Educação, Valdo Alves conseguindo então respostas positivas. Em Vilhena, a parlamentar se reuniu com a prefeita Rosani Donadon (MDB) que garantiu a doação de um terreno.

O terreno fica localizado ao lado da nova escola, que está sendo construída pelo município. Sendo assim, o Bairro Moisés de Freitas contará com uma escola municipal que atenderá os alunos desde a alfabetização até o 5º ano. E a escola estadual a partir do 6º ano até o encerramento do ensino médio.

“A construção dessa escola ofertará conforto e segurança aos alunos e pais de alunos. Vilhena está cada vez maior, vem se expandindo e necessita com urgência de uma rede estadual de ensino. Sendo assim, os alunos não precisarão mais se deslocar para as escolas mais distantes”, frisou a parlamentar.

Deputado Estadual Léo Moraes visita Cedel da Zona Leste e cobra para que trabalhos de revitalização sejam iniciados

No final da tarde desta quinta-feira, Deputado Estadual Léo Moraes visitou o Centro de Desporto e Lazer (Cedel) da Zona Leste de Porto Velho para fiscalizar as obras de revitalização da área.

No ano passado, Léo destinou uma emenda parlamentar de aproximadamente R$700 mil reais para reforma do local. O parlamentar conta que “após 15 dias da assinatura da ordem de serviço, em novembro do ano passado, a empresa vencedora da licitação deveria ter começado os trabalhos no Cedel. Porém até o início de fevereiro nenhum serviço de limpeza foi feito. Então viemos fiscalizar e cobrar para que o espaço seja entregue à população.”

O coordenador de Infraestrutura do DER, Josafá Marreiro, acompanhou a visita do deputado e esclareceu o porquê da demora para o início dos reparos. “Nós tivemos que fazer alguns ajustes de melhorias no projeto. Mas a empresa já iniciou a limpeza e vamos dar continuidade as obras. Nossa meta é que o Cedel seja entregue à comunidade no início de junho. ” Explicou.

O novo Cedel contará com pista de caminhada, campo de futebol society, duas quadras de areia para vôlei e futevôlei, uma quadra poliesportiva, playground, centro de convivência e academia de ginástica ao ar livre.

Segundo Léo, autor da emenda, o projeto inovador vai promover melhor qualidade de vida à população, permitindo que crianças, jovens, adultos e idosos pratiquem atividades físicas em um ambiente adequado e seguro, além de proporcionar momentos de cultura e lazer às famílias.

“O Cedel irá beneficiar toda a Zona Leste, especialmente o bairro Marcos Freire, Ulisses Guimarães, Ronaldo Aragão, Parque Amazônia, entre outros. Será uma das melhores praças da cidade. Esperamos que os trabalhas avancem para que a população possa usufruir desse importante espaço público. ” Concluiu Léo.

Maurão de Carvalho e Edson Martins recebem comitiva da Câmara de Chupinguaia

Na tarde de quinta-feira (8), o presidente da Assembleia Legislativa, Maurão de Carvalho (MDB) e o 1º vice-presidente da ALE, Edson Martins, receberam em seu gabinete uma comitiva de vereadores de Chupinguaia. No encontro, os representantes do município solicitaram apoio para a implantação de sistema de vigilância eletrônica por videomonitoramento.

O pedido, segundo os vereadores, visa à identificação de possíveis criminosos, bem como, facilitar o cumprimento da missão institucional da preservação da ordem pública, através de mecanismos de inovação tecnológica, de forma a intensificar as ações de prevenção e repressão ao crime, os acidentes de trânsito e assim, proporcionar a diminuição da criminalidade e da insegurança.

Maurão de Carvalho se comprometeu a analisar a proposta e a possibilidade de viabilizar apoio ao projeto. Assinaram o pedido o presidente da Câmara de Chupinguaia, Toninho Bertozzi (PV); o vice-presidente, Eder da Van (DEM) e os vereadores Denilson da Cidade Alta (PV), Rubinho do Novo Plano (PV), Lindaura da Silva (PV), Alicate (PV), Valmir Passito (MDB) e Mônica de Cássia (PT).

Mulher denuncia ex-BBB à polícia por agressão, em Goiânia

Uma mulher denunciou o ex-BBB João Maurício Dantas por agressão, em Goiânia. Segundo a Polícia Civil, o exame de corpo de delito apontou que ela estava com um hematoma leve, mas é preciso apurar as circunstâncias e se o pecuarista foi o responsável pelo machucado.

O caso foi registrado na noite de quinta-feira (9) na Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (Deam). De acordo com a delegada Ana Elisa Gomes, responsável pelo caso, a mulher disse que já se envolveu com o ex-BBB, mas não detalhou se, por exemplo, namoravam.

A vítima ainda precisa ser ouvida formalmente e não quis ser identificada. Também será marcada uma data para o depoimento do ex-BBB, que viajou para Salvador (BA) no carnaval. A polícia possui 30 dias para concluir a investigação.

“Como o registrou ocorreu na véspera do carnaval, não tivemos como movimentar muito porque todos estão viajando”, explicou a delegada.

João Maurício participou da 12ª edição do BBB e mora em Goiânia.

G1

Mãe é presa suspeita de matar o filho de oito meses durante ritual satânico

Uma mexicana de 26 anos, identificada como Leticia N, está sendo acusada de matar seu filho de apenas oito meses em um ritual satânico. De acordo com o portal Mirror , a mulher foi presa após as autoridades encontrarem o corpo da criança e indícios de um ritual na casa em que ela mora.

O caso, que culminou em uma investigação sobre um ritual satânico , começou em janeiro, quando o pai – separado de Leticia – entrou em contato com a polícia. O homem explicou que a ex-mulher não o deixava ver a criança há algum tempo, e por isso estava com medo do menino estar sofrendo algum tipo de abuso.

As autoridades, então, tentaram contatar a mulher para esclarecer o que estava acontecendo com o bebê, Marduk Azazel, porém, todas as vezes em que foram até sua casa, ninguém atendeu a porta. Sem mais informações sobre Leticia e o filho, os oficiais retornaram à residência, com um mandado de busca, e invadiram o local, em Chimalhuacan.

Assim, descobriram que a mulher estava ali dentro, e quando questionada sobre o paradeiro da criança, ela disse que não sabia onde estava. Entretanto, quando as autoridades iniciaram uma busca pela casa, encontraram marcas de sangue e o corpo do bebê.

Em um dos quartos, havia uma série de artefatos que podem ter sido usados no ritual, como velas, um crânio – que ainda não se sabe se é humano ou não –, figuras demoníacas e óleos. A polícia também encontrou a silhueta de um bebê pintada, em preto, no meio de um pentagrama  desenhado na parede.

As investigações apontam que Leticia agiu junto de seu namorado, que está foragido. Até o momento, a mulher se encontra detida sob acusação de homicídio.

Roubo de bebê por culto satânico

Em um caso semelhante, a polícia da cidade de Otamendi, na Argentina, suspeita que uma seita satânica esteja envolvida no roubo do corpo do bebê  Ciro Aranda, que desapareceu do cemitério. De acordo com o  Daily Mail , a criança faleceu dia 10 de dezembro, enquanto o sumiço de seu corpo foi registrado no dia 24 de dezembro.

O crime foi descoberto quando, na véspera do Natal, os pais Alberto e Mara levaram flores para o cemitério onde o corpo do filho, que faleceu de pneumonia com um ano e dois meses de idade, estava. Chegando lá, porém, o casal descobriu que o caixão estava vazio.

A promotora Ana Maria Caro, que está à frente do caso, explicou que as autoridades estão conduzindo buscas em fazendas e cidades nos arredores. Ela confirmou que há um grupo que já realizou um ritual satânico na região, mas não mencionou nenhuma ligação com o desaparecimento do corpo da criança.

IG, La Razón e The Mirror

Padilha diz que abre mão de candidatura para apoiar Huck, caso ele continue ações de Temer

O ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha (MDB), deixou aberta a possibilidade de o governo vir a apoiar uma eventual candidatura do apresentador Luciano Huck para a Presidência da República.

Em entrevista concedida neste sábado (10) ao jornal O Estado de S.Paulo, Padilha disse que Luciano Huck é um “nome popular” e que poderia ter o apoio do governo caso ele defenda o “legado” da gestão Michel Temer.

“Ele não é um político tradicional, não sei qual a composição que ele vai tentar buscar para sua rede de proteção e apoio. O que o presidente coloca é que o candidato seja defensor do legado e da continuidade dos programas que nós implantamos. Se ele aderir a esta tese, por que não?”, avaliou o ministro.

Padilha disse que está “contido” em relação a uma eventual candidatura do apresentador e afirmou que, apesar de não descartar apoiar o global, o Planalto ainda “aposta” na identificação de um candidato dos partidos aliados que seja capaz de “galvanizar todos os partidos da base de apoio”.

Huck quer ou não ser candidato?

A novela acerca da eventual candidatura de Huck teve novos episódios nos últimos dias. Na quinta-feira (8), o apresentador entregou resposta a ação movida contra ele pelo Partido dos Trabalhadores (PT) no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Os advogados de Huck negaram a tese de que ele teria feito propaganda irregular durante entrevista ao Faustão (TV Globo) e reafirmou que não seria candidato neste ano.

No mesmo dia, no entanto, Huck participou de jantar com o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, que disse que o apresentador “tem o estilo do PSDB”. Segundo o tucano, o global teria confidenciado que “está considerando” a possibilidade de disputar a Presidência nas eleições de outubro.

STF intima chefe da PF por declarações sobre investigação contra Temer

Luís Roberto Barroso, ministro do Supremo Tribunal Federal ( STF ), intimou o diretor-geral da Polícia Federal, Fernando Segovia, para que ele confirme as afirmações dadas em entrevista de que deve arquivar uma investigação contra Michel Temer que corre na PF. A informação é do jornal Folha de S.Paulo .

No documento da intimação, o ministro, responsável pela investigação no STF, critica o diretor da PF. Para Barroso, a declaração de Segovia foi “manifestamente imprópria”, podendo, inclusive, “caracterizar infração administrativa e até mesmo penal”.

Barroso se refere à fala do diretor à agência Reuters . Segóvia, disse que deve sugerir o arquivamento do  inquérito que investiga Temer por supostamente ter recebido propina para favorecer uma empresa com a edição de medida provisória sobre o setor portuário (MP dos Portos). Esse é o único processo contra o presidente que está em andamento no Supremo.

Em seu despacho, Barroso citou vários procedimentos administrativos que devem ser respeitados antes que se possa aventar a possibilidade de arquivamento, e também ordenou que Segovia não mais se manifeste publicamente sobre a investigação.

Antes da intimação do Supremo, o delegado da PF já vinha recebendo críticas sobre suas declarações. A Associação Nacional dos Delegados de Polícia Federal (ADPF) chegou a divulgar uma nota sobre o caso apontando que as declarações de  Segóvia podem “fragilizar os resultados” da investigação, que ainda está em andamento.

“Independentemente da posição que ocupe na instituição, nenhum dirigente deve se manifestar sobre investigações em andamento. Seja para fazer observações sobre os elementos colhidos ou para antever conclusões, que são de atribuição exclusiva da autoridade policial que preside o inquérito policial, quando do relatório final, […] sob pena de violar prerrogativas dos delegados e fragilizar os resultados, quaisquer que sejam eles, dos trabalhos investigativos”, diz a associação.

O que disse o diretor-geral da PF

Segóvia afirmou que a  investigação da Polícia Federal não conseguiu comprovar que a empresa Rodrimar S/A, supostamente beneficiada pela medida assinada por Temer em maio do ano passado, pagou propina ao emedebista.

“O que a gente vê é que o próprio decreto em tese não ajudou a empresa. Em tese, se houve corrupção ou ato de corrupção não se tem notícia do benefício. O benefício não existiu. Não se fala e não se tem notícia ainda de dinheiro de corrupção, qual foi a ordem monetária, se é que houve, até agora não apareceu absolutamente nada que desse base de ter uma corrupção”, disse.

Assim que concluídas as investigações, o resultado será encaminhado por Fernando Segóvia à Procuradoria-Geral da República (PGR) e ao relator do inquérito no STF, ministro Luís Roberto Barroso.

Por que as pessoas não desapegam de empregos que as deixam infelizes?

Trabalhador demitido aos gritos e escoltado deverá ser indenizado

John Eades é CEO da LearnLoft, empresa focada em aprendizado à distância. Em uma matéria para o portal Inc, no qual ele é colunista, o executivo fala sobre um fenômeno percebido por ele: o dos funcionáros que continuam a trabalhar em um local em que se sentem infelizes.

Pensando nos motivos que levavam as pessoas a se desmotivar no que fazem, mas mesmo assim permanecer na empresa, Eades elaborou quatro fatores que contribuem para que essa situação se prolongue:

1. Apreço pela estabilidade

Como Eades explica, não é tão difícil assim encontrar gente que só está em um emprego por causa do salário ou benefícios (boa parte de força de trabalho, se formos ser sinceros). E isso fica mais evidente quando já existe um padrão de vida estabelecido e trocar de empresa poderia colocá-lo em risco.

Essa relação fica mais fácil de explicar nos casos de pessoas que, por detestarem o que fazem, não procuraram evoluir suas habilidades junto com o mercado de trabalho da sua área e, com um pouco de razão, acreditam que não conseguirão um emprego que mantenha a qualidade de vida que elas estão acostumadas a ter.

2. Não encontram sentido no que fazem

Em uma pesquisa conduzida pela Gallup em diversos países no qual se revelou que 87% dos colaboradores não estão engajados em seus trabalhos. Enquanto existem diversos fatores que indicam engajamento, uma das principais razões é que as pessoas não entendem o porquê elas fazem o que fazem. E quando não se encontra um propósito para o seu trabalho, é mais difícil ter satisfação real nas atividades realizadas no dia a dia.

3. Acham que não conseguem fazer outra coisa

Eades comenta que é mais difícil abandonar um trabalho — mesmo um que você se força todo o dia para ir — quando você não tem idéia do que você quer fazer. E que, ao passar dos anos, ele viu muitas pessoas reclamando da sua atual situação mas não fazendo nada para sair dela, se formado um círculo vicioso.

4. Não conhecem lideranças inspiradoras

O último motivo apontado por Eades do por que pessoas ficam em um trabalho que não gostam é a falta de líderes inspiradores em seu ambiente de trabalho.

A falta de grande liderança pode ser dividida em duas áreas:

Cultura pobre (problema relacionado à liderança executiva);
Gerente ruim (alguém que gerencia, mas não lidera).

É fácil culpar a pessoa que há tempos está insatisfeita com o seu trabalho, porém não faz nada para mudar essa situação. Mas, neste caso, o erro não está no colaborador. A culpa recai em um dos pontos apresentados acima – a falta de interesse das lideranças em criar uma cultura positiva e leve no ambiente de trabalho ou o gerente direto que não soube implementar os valores da empresa.

Por último, Eades reconhece que os pontos que ele elencou não são fáceis de ler, especialmente para donos de empresas, que sempre enxergam sua empresa por uma ótica mais positiva. Mas ele destaca que, em alguns casos, a culpa pela falta de interesse se origina muito mais de um ambiente que não motiva do que um funcionário-problema.

The Brief

Instagram agora permite postar textos sem foto no Stories; saiba como

O que era só um rumor virou oficial nesta semana. O Instagram agora permite fazer posts no modo Stories sem nenhuma imagem. Em vez disso, o usuário pode inserir e formatar os mais diversos textos em fundo colorido.

Antes da nova atualização, quem quisesse postar somente texto tinha que recorrer à famosa “gambiarra”: tampar a câmera para que a foto saísse totalmente escura, e então usar as limitadas ferramentas de tipografia para escrever sobre a imagem.

Agora, não é mais necessário postar qualquer foto. Saiba como seguindo o passo a passo abaixo.

 1. Ao abrir a câmera do Instagram, vá até a opção “Texto” (Android) ou “Tipo” (iOS);

2. Toque no centro da tela e comece a digitar o que você quiser. No alto da tela você verá uma etiqueta com o nome do estilo de fonte aplicado, como “Moderna”. Toque ali para alterar a fonte;

Reprodução

3. Algumas fontes oferecem outros estilos de formatação, que você vê no canto superior esquerdo da tela. A fonte “Máquina de Escrever”, por exemplo, permite mudar o alinhamento.

Reprodução

Você também pode selecionar uma das palavras para realçá-las.

Reprodução

4. Por fim, se quiser trocar a cor do fundo, é só tocar no círculo colorido na parte inferior da tela;

Reprodução

5. Quando estiver tudo pronto, é só tocar no ícone “>”. Pronto. Agora é só curtir o resultado.

A dica, claro, é do Olhar Digital