Surto de toxoplasmose assusta município gaúcho há quase três meses

Desde março, 569 pessoas tiveram diagnóstico confirmado em Santa Maria

Quase três meses após a notificação dos primeiros casos de toxoplasmose em Santa Maria (RS), o surto da doença no município gaúcho continua preocupando médicos e autoridades sanitárias. De março até agora, 569 pessoas tiveram diagnóstico confirmado e 312 casos estão sob investigação. Segundo o Ministério Público Federal, os números já configuram o maior surto de toxoplasmose do mundo.

O alerta maior é entre gestantes – pelo menos 50 receberam resultado positivo para a doença e 145 apresentaram sintomas e também estão sendo investigadas. Além disso, cinco abortos espontâneos provocados pela infecção foram contabilizados. A toxoplasmose é transmitida ao feto pela mãe e, quando não provoca a morte do bebê, causa efeitos permanentes à criança, como cegueira e comprometimento neurológico.

Infectologistas e a própria Secretaria de Saúde do município cobram do governo federal mais apoio financeiro. No Hospital Universitário de Santa Maria, onde a maior parte dos pacientes, incluindo gestantes infectadas com toxoplasmose, recebe atendimento, faltam insumos, remédios e testes diagnósticos capazes de confirmar laboratorialmente a doença – etapa fundamental para o início do tratamento.

“Ouço muito falar em gestão. Mas será que tem como fazer gestão com tão pouco orçamento? Tem. Tem como fazer gestão com pouco orçamento. Mas e quando há um imprevisto? A gente precisa de reforço nesse orçamento”, avaliou a secretária de Saúde de Santa Maria, Liliane Mello Duarte, durante audiência pública hoje (28) na Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa do Senado. “Viemos pedir apoio. O ministério participou da investigação a partir do dia 26 [de abril], está participando de forma importante, mas nós precisamos de mais.”

Ausência de protocolo
Outro problema é que, em meio às centenas de casos de infecção confirmados na cidade, profissionais de saúde não contam com o chamado Protocolo Clínico e Diretrizes Terapêuticas para a doença. O documento estabeleceria critérios claros de diagnóstico e tratamento da toxoplasmose, com as doses adequadas de medicamentos e os mecanismos para monitoramento clínico.

Infectologista há 20 anos, Alexandre Schwarzbold participou da audiência pública via videoconferência e disse estar acostumado a ver casos de toxoplasmose. Ele garante, entretanto, que o surto em Santa Maria apresenta particularidades importantes e grande impacto social, já que a doença apresenta alto índice de mortalidade entre crianças pequenas e recém-nascidos.

“Estamos diante de uma situação ambiental não documentada”, disse, ao se referir à possibilidade de a fonte do surto estar ligada à água e alimentos contaminados e ofertados no próprio município. “Isso serve de modelo de oportunidade para que o ministério estabeleça um protocolo pra essa doença, um protocolo amplo, desde prevenção, insumos diagnósticos e disponibilização de medicamentos.”

Alerta para novas gestações
A também infectologista Jane Margarete Costa acompanha com preocupação o surto no município. Via videoconferência, ela destacou o trabalho de mutirão de profissionais de saúde para dar conta da demanda de gestantes infectadas em Santa Maria. O tratamento, nesses casos, deve ser iniciado o quanto antes e mantido até o final da gravidez. Mulheres com mais de 18 semanas de gestação com resultado positivo para toxoplasmose recebm um coquetel de 11 medicamentos na tentativa de proteger o feto de sequelas mais graves.

Segundo a infectologista, as orientações para a população geral e para as grávidas, particularmente, incluem não beber água in natura, apenas fervida; não consumir alimentos crus; e manter as carnes devidamente refrigeradas e, posteriormente, cozinhá-las muito bem cozidas antes do consumo. Durante a audiência pública, a médica chegou a sugerir que novas gestações sejam evitadas até que a situação no município se normalize.

“Como técnica da área de saúde, eu reafirmo: em hipótese alguma, podemos passar para a população uma ideia de segurança quanto a fontes ambientais, água, alimentos. Todas as pessoas têm que manter cuidados preconizados”, disse, ao cobrar o que chamou de mudança de paradigmas. “Há um risco de 25% de contaminação do feto no primeiro trimestre, quando pelo menos a metade dos casos vai resultar em aborto e os outros terão sequelas importantes.”

Demandas
Ao final da audiência, uma lista de demandas foi entregue ao Ministério da Saúde: a adoção de um protocolo nacional de diretrizes terapêuticas em casos de epidemia de toxoplasmose; o reforço da verba para o Hospital Universitário de Santa Maria; definição de diretrizes para a realização de exame mensal da doença durante o pré-natal; e a detecção da toxoplasmose no teste do pezinho, além da promoção de uma política de prevenção da doença nacionalmente.

Durante o debate, o secretário de Vigilância em Saúde, do Ministério da Saúde, Osnei Okumoto, garantiu o que chamou de envolvimento da pasta no monitoramento e no controle do surto de toxoplasmose em Santa Maria. Ele disse que mantém conversas com a Secretaria de Ciência e Tecnologia no intuito de conseguir mais verba e investimentos para o combate à doença no município gaúcho.

Por meio de nota, a pasta informou que o surto tem como causa provável a contaminação pela água, com possível contaminação de hortaliças como causa secundária. O parecer foi apresentado ao estado e ao município na última terça-feira (26), após análise dos dados do estudo de caso feito por uma equipe do ministério em conjunto com os gestores locais.

“Vale ressaltar que as outras possíveis causas comuns em casos de toxoplasmose foram eliminadas durante a pesquisa, como carne bovina, de frango e queijos, entre outros alimentos. No entanto, a investigação continuará sendo realizada”, concluiu o comunicado.

Fonte: agencibrasil

Sargento morre em operação no Morro dos Macacos no RJ

Número de policiais mortos no estado este ano chega a 64

O sargento da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) Macacos, Jason da Costa Pinheiro, 42 anos, foi  morto com um tiro de fuzil na cabeça durante operação contra o crime organizado no Morro dos Macacos, em Vila Isabel, zona norte do Rio, segundo balanço divulgado no final da tarde de hoje (28) pela Polícia Militar (PM). Com a morte do sargento, chega a 64 o número de policiais mortos este ano no estado, uma média de dez por mês.

Em seguida à morte do militar, a PM reforçou o policiamento na comunidade à procura dos assassinos do policial. A ação contou com apoio de um helicóptero, além de tropas do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope), do Batalhão de Ações com Cães e apoio da Polícia Civil. Ao todo, dez homens foram presos. De acordo com a PM, todos tinham mandados de prisão em aberto.

Cinco deles foram localizados pelo Bope na Rua Conselheiro Otaviano, um dos acessos à comunidade. Com eles, foram apreendidos um fuzil AK-47, uma pistola automática, uma granada e material entorpecente ainda não contabilizado. Mais cinco criminosos foram presos em pontos distintos da comunidade desde o início da ação policial. Um dos presos é Leandro Nunes de Mesquita, filho do líder do tráfico no morro dos Macacos, conhecido como Scooby, que não foi localizado.

Repúdio

A ONG Rio de Paz, filiada ao Departamento de Informações Públicas da ONU, manifestou pesar pela morte do sargento PM Jason da Costa Pinheiro, de 42 anos, e repudiou a indolência das autoridades estaduais no controle da criminalidade e em oferecer aos trabalhadores da segurança pública as mínimas condições de trabalho.

“Nessa luta contra a violência o desafio maior tem sido justamente o de superarmos os números e não nos conformarmos com nenhuma forma de violência. Nossa compreensão da questão da segurança pública jamais vai se restringir a um tipo de vítima. Somos contra a seletividade. Entendemos que já passou da hora de o Estado dar um basta nesses homicídios, tanto de cidadãos inocentes como de agentes públicos. Direitos humanos não podem mais ser apenas uma questão de letalidade estatal”, disse o presidente do Rio de Paz, Antônio Carlos Costa.

Nesse contexto, o Rio de Paz defende uma revisão urgente dos princípios que regem a segurança dos agentes públicos, suas normas de conduta e protocolos das práticas policiais com o objetivo de reduzir os efeitos de confrontos armados, que, para a ONG, não têm produzido resultados efetivos no combate ao crime.

A ONG prestará uma homenagem aos três policiais que morreram nas últimas 48 horas no estado do Rio de Janeiro. Cartazes com os nomes dos policiais Luiz Carlos Dias, Eduardo Freire Pinto Guedes Filho e Jason da Costa Pinheiro, serão fixados ainda hoje, na Lagoa Rodrigo de Freitas (Curva do Calombo), ao lado dos nomes dos demais 61 policiais que morreram em 2018, das crianças que morreram vítimas de bala perdida no Rio desde 2007 e da bicicleta preta alusiva ao médico Jaime Gold, assassinado à faca por adolescentes, em maio de 2015.

Fonte:  agenciabrasil

Incêndio de grande proporção atinge depósito da Sesdec em Porto Velho

O incêndio está consumindo diversos veículos  apreendidos no depósito da Sesdec

Segundo informações o fogo está consumindo veículos que estão apreendidos.

Aguarde mais informações.

FOTO: (Richard Nunes/Rondoniaovivo)

Aguarde mais informações.

Ataque a tiros em jornal dos EUA deixa mortos e feridos

Ainda não se sabe a identidade do atirador nem os motivos que o levaram a cometer o ato

A redação do jornal Capital Gazette, na cidade de Annapolis, foi alvo de um ataque a tiros na tarde desta quinta-feira (28). Ainda não se sabe a identidade do atirador nem os motivos que o levaram a cometer o ato. Phil Davis, repórter do jornal, disse em sua conta no Twitter que um “atirador disparou pela porta de vidro do escritório e abriu fogo contra vários funcionários”.

Durante o ocorrido, o estagiário do jornal Anthony Messenger escreveu nas redes sociais: “Atirador Ativo 888 Bestgate, por favor, nos ajude”.

Uma fonte da polícia chegou a afirmar à emissora Fox News que o ato resultou em “múltiplos mortos”. A informação, no entanto, ainda não foi confirmada oficialmente. Segundo o canal norte-americano CNN, uma pessoa foi rendida e está sob custódia dentro da redação.

“Não há nada mais aterrorizante do que ouvir várias pessoas sendo baleadas enquanto você está sob sua mesa e depois ouvir o atirador recarregar”, disse Phil Davis. A polícia da cidade de Annapólis confirmou o ataque e disse que o prédio foi evacuado.

A cidade de Annapolis é capital do estado de Maryland e está localizada próxima a Washington, capital do país.

Fonte: destakjornal

Homem de 1,47 m de altura luta para realizar sonho de ser motorista de ônibus

Rafael Soares de Lima diz que está sendo impedido de tirar a carteira D por causa da baixa estatura

Um morador de São José dos Pinhais, na região metropolitana de Curitiba, luta para realizar o sonho de ser motorista de ônibus. Com 1,47 m de altura, Rafael Soares de Lima, de 32 anos, afirma que está sendo impedido de tirar a carteira de habilitação na categoria D por causa da estatura.

“Desde criança eu tenho o sonho de ser motorista de ônibus. Infelizmente, o Detran [Departamento de Trânsito do Paraná] não está ajudando. Eu entrei com o processo normalmente, mas ao passar pela clínica, a psicóloga deu o parecer dizendo que eu sou anão, por conta da minha estatura. O documento foi para a junta médica, que concordou com a conclusão”, contou ele em entrevista à Banda B na tarde desta quinta-feira (28).

Rafael já trabalhou como cobrador no transporte coletivo, mas hoje está desempregado. Por isso, ele vê na nova habilitação uma possibilidade de conseguir um emprego e levar o sustento para casa. “Eu sou habilitado na categoria B há cinco anos e, mesmo assim, eles disseram que eu não podia mais tentar tirar a carteira D por causa da estatura”, completou.

Sem saber o que fazer, Rafael decidiu entrar com um processo na Defensoria Pública. “Agora eu tenho que aguardar o Detran responder alguns ofícios, o que ainda não aconteceu… Enquanto isso, estou morando com a minha comadre aqui em São José e não consigo ajudá-la com as contas da casa”, finalizou.

Detran

Ao contatar o Detran, pedindo por informação, a reportagem foi avisada de que não há uma altura mínima para tirar a carteira na categoria D. A orientação é de que a pessoa tenha 21 anos ou mais e já seja habilitada na categoria B por pelo menos dois anos.

A reportagem também entrou em contato com a assessoria de imprensa do Departamento, que afirmou que encaminhou a demanda para o setor responsável, e aguarda uma resposta.

A Banda B conversou, ainda, com especialistas em trânsito, que disseram que não há nenhum impeditivo relacionado à altura na legislação que proíba uma pessoa de tirar a carteira de habilitação ou trocar de categoria.

Fonte: banda b

Geddel é punido com 10 dias de isolamento por falta disciplinar

Segundo a subsecretaria, Geddel desrespeitou um agente penitenciário durante uma revista pessoal

A Subsecretaria do Sistema Penitenciário do Distrito Federal (Sesipe) transferiu o ex-ministro Geddel Vieira Lima para uma cela isolada do Centro de Detenção Provisória, do Complexo Penitenciário da Papuda, em Brasília. A punição foi aplicada na última terça-feira (26).

Segundo a subsecretaria, Geddel desrespeitou um agente penitenciário durante uma revista pessoal. Consequentemente, terá que passar pelo menos dez dias isolados na cela especial. O castigo é empregado a todo preso que cometa uma falta disciplinar desta gravidade.

Registrada na 30ª Delegacia de Polícia, a ocorrência também vai ser oficiada ao Ministério Público do Distrito Federal e à Vara de Execuções Penais (VEP) do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT).

Geddel Vieira Lima foi preso preventivamente em 2 de julho de 2017, no âmbito da Operação Cui Bono, que investiga a suspeita de desvios de recursos da Caixa Econômica Federal entre 2011 e 2013, quando o ex-ministro ocupava a vice-presidência de Pessoa Jurídica da instituição. Dez dias depois de ser detido, o Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1) autorizou que cumprisse prisão domiciliar.

No entanto, em 8 de setembro, o ex-ministro voltou a ser preso, em caráter preventivo, depois que policiais federais apreenderem R$ 51 milhões guardados em malas e caixas de papelão encontrados em um apartamento de Salvador que, segundo a PF, seria usado por Geddel.

Em maio, o advogado do político baiano, Gamil Föppel, afirmou que Geddel é alvo de “uma cruzada de perseguição dos órgãos de controle”, com o intuito de “demonizá-lo perante a opinião pública”. Hoje, a Agência Brasil não conseguiu contato com a defesa do ex-ministro.

Fonte: agenciabrasil

Temer assina decreto que reserva 30% de vagas de estágio para negros

A reserva de 30% das vagas para jovens negros em estágios e programas de aprendizado será aplicada na administração pública, autarquias, fundações públicas e sociedades de economia mista controladas pela União

O presidente Michel Temer disse hoje (28) que “a história é que vai registrar” o que aconteceu durante o período de seu governo no comando do país. Segundo Temer, ao assumir o cargo foram estabelecidos três conceitos fundamentais que são o diálogo, a responsabilidade fiscal e a responsabilidade social.

A declaração foi feita no dia em que foi divulgada a pesquisa CNI-Ibope apontando que o percentual de confiança no governo Michel Temer recuou de março para junho, passando de 8% para 6%.

Temer discursou no evento de assinatura do decreto que prevê a reservada de 30% das vagas em processos de seleção de estágio e na contratação de jovens aprendizes no serviço público para estudantes negros.

Ao dizer que pediu aos dirigentes de empresas do governo federal que assinem o termo de compromisso da reserva de vagas, ele declarou: “A história é que vai registrar, que vai dizer o que aconteceu nesses dois anos, dois anos e meio de governo. Então, eu digo: as palavras voam, mas o escrito permanece. Por isso pedi a todos que assinassem esse documento”.

Segundo ele, ao longo de sua atuação no comando do país, foi feito muito mais que em anos anteriores. Ele citou ações na área social como a manutenção do Bolsa Família e os reajustes no valor do benefício. “Aqui no Brasil quando você tem um programa chega um novo governo e a tentativa é de destruir o que o governo anterior fez. Nós, pautados pela modernidade política, fizemos o contrário, os programas que são bons, continuamos”, disse.

Temer também mencionou o esforço para manter a responsabilidade fiscal com medidas como as reformas propostas pelo governo. Durante sua gestão foi aprovada a reforma trabalhista e proposta a reforma da Previdência, por exemplo.

Pelo decreto assinado hoje por Temer, em cerimônia no Palácio do Planalto, a reserva de 30% das vagas para jovens negros em estágios e programas de aprendizado será aplicada na administração pública, autarquias, fundações públicas e sociedades de economia mista controladas pela União.

Fonte: agenciabrasil

TSE assina memorando com Facebook e Google contra fake news

Outro memorando foi assinado também com a Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão (Abert), com o mesmo objetivo de combater as fake news

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) assinou hoje (28) um memorando de entendimento com o Facebook e o Google para evitar a proliferação de notícias falsas (fake news) no período eleitoral.

As empresas se comprometeram a “combater a desinformação gerada por terceiros”, observando para isso o cumprimento a normas internacionais de direitos humanos e às boas práticas da indústria.

O documento de apenas duas páginas, no entanto, não detalha nenhuma iniciativa nesse sentido, dizendo apenas que o combate se dará por meio de “prevenção de práticas dolosas de desinformação, projetos de fomento à educação digital e iniciativas que promovam o jornalismo de qualidade”.

Outro memorando foi assinado também com a Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão (Abert), com o mesmo objetivo de combater as fake news.

O presidente do TSE, ministro Luiz Fux, participou de solenidade em que os documentos foram assinados nesta quinta-feira. No início deste mês, ele firmou acordo semelhante com representantes de partidos políticos, que se comprometeram a “manter um ambiente eleitoral imune de disseminação de notícias falsas”.

Fonte: agenciabrasil

Por jogo da Seleção, governo decreta feriado na segunda em Rondônia

O decreto, de número 22.949, exclui os órgãos prioritários de serviços essenciais ininterruptos

Com a classificação da seleção brasileira de futebol para as oitavas de final na Copa do Mundo 2018, já com o próximo jogo marcado para segunda-feira (2), o Governo de Rondônia decretou ponto facultativo para os servidores de todas as repartições públicas da Administração Direta e Indireta do Poder Executivo Estadual.

O decreto, de número 22.949, exclui os órgãos prioritários de serviços essenciais ininterruptos. Não haverá expediente estadual na segunda-feira de jogo da seleção, previsto para às 10 horas no horário local, e as atividades serão retomadas na terça-feira (3), das 7h30 às 13h30.

Médica é suspeita de matar filho de 3 anos com overdose de medicação, no DF

Polícia disse ter encontrado envelopes com remédios de uso controlado no lixo. Mulher foi presa; ela tem quadro de depressão.

Uma médica da Asa Sul, em Brasília, é suspeita de matar o próprio filho, de 3 anos, com overdose de medicação, na noite de quarta-feira (28). Ela foi presa. A polícia disse que achou envelopes com remédios de uso controlado no lixo e, ao lado da criança – encontrada já morta sobre a cama –, havia uma mamadeira com leite.

A mulher tem 34 anos, é pediatra, servidora do Samu e sofre de depressão. Testemunhas relataram que a mãe fez um corte no pescoço e saiu correndo pelas escadas do prédio, na 210 Sul, sangrando.

Quando o porteiro viu a situação, segurou a moradora. A polícia foi chamada pelos vizinhos, depois de perceberem que a criança já não acordava mais.

O episódio aconteceu por volta das 18h30. O menino foi socorrido ao Hospital Materno-Infantil de Brasília (Hmib), mas os médicos não conseguiram reanimá-lo.

Investigação
Apenas o laudo do Instituto Médico Legal (IML) vai confirmar a hipótese de overdose, levantada pelos investigadores.

A mãe foi levada ao Hospital de Base, onde está internada, mas presa sob escolta policial. Ela deve responder por homicídio qualificado, com agravante por ter matado um menor de 14 anos.

Na 1ª DP (Asa Sul), o pai da criança prestou depoimento. Segundo ele, a mulher era uma mãe exemplar. O casal é separado há quase dois anos.

De acordo com a polícia, a mãe estava afastada do trabalho por causa do tratamento contra depressão.

Às 11h13, a mulher continuava internada no Base, em estado estável, mas com ferimentos na virilha, na axila, no punho e no pescoço. Foi medicada com antipsicótico e deve ser encaminhada para a Unidade de Suporte Avançado ao Trauma (Usat) para acompanhamento. Ela se formou em medicina, em 2013. Fez residência até 2015 no Hmib.

Fonte: g1