Após falha, MEC prorroga inscrição para estudantes do Fies no 2º semestre

Os estudantes têm até o dia 17 deste mês para garantir uma vaga na universidade pelo programa federal.

Sem conseguir sanar por completo a falha que barrou a inscrição de estudantes do Fies (Financiamento Estudantil) do segundo semestre, o MEC ampliou o prazo para o grupo afetado pelo problema.

Agora, os estudantes têm até o dia 17 deste mês para garantir uma vaga na universidade pelo programa federal. O prazo vencia nesta sexta-feira (10).

O erro nos sistemas do ministério atingiu uma leva de beneficiados pelo Fies que tiveram as inscrições postergadas do primeiro para o segundo semestre deste ano.

Para não perder o financiamento, os estudantes precisam atualizar os cadastros na página do Fies na internet, fase em que eles não conseguiram concluir no prazo estipulado pela pasta da educação do governo federal devido ao erro.

Assim que a fase cadastral é concluída, os dados do estudante seguem para análise na universidade na qual ele vai estudar. Se tudo estiver certo, o último passo é ir ao banco e contratar o crédito do Fies.

Reportagem da Folha de S.Paulo mostrou que uma varredura feita pelo ministério identificou 679 estudantes impedidos de entrar no sistema do programa até a última quarta (8). Nesta sexta, ainda havia 92 pessoas nesta situação.

O MEC só reconheceu a falha após ser procurado pela Folha, que precisou enviar o nome completo e o CPF de uma das estudantes afetadas pelo problema. Ao todo, a reportagem teve acesso a um grupo de 29 pessoas barradas no sistema do Fies.

Até esta sexta, 12 delas continuavam com os cadastros bloqueados, 14 conseguiram complementar a inscrição e outras três cancelaram participação no processo regular para tentar uma vaga no remanescente, segundo o MEC.

Mariana de Araújo, 20, é uma das alunas prejudicadas pelo erro. A estudante diz que entrou com um mandado de segurança na Justiça para não perder a vaga em medicina na Cesmac (Centro Universitário de Maceió). “Esse novo prazo de inscrição dá um alívio, mas eu vou continuar com o meu mandado de segurança ativo até a minha situação ser resolvida”, disse.Mariana conseguiu a vaga em medicina na instituição alagoana com pontuação obtida no Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) em abril deste ano, dois meses depois do início das aulas. Para não ser prejudicada pelo excesso de faltas, a faculdade resolveu prorrogar a entrada dela apenas para o segundo semestre.

A estudante obteve 100% do teto de financiamento para seu curso pelo Fies porque todos os membros de sua família não ganham mais do que 1,5 salário. Sem o Fies, diz Mariana, seria impossível pagar os cerca de R$ 7.000 de mensalidade. Ela também ficou isenta de pagar juros.

OUTRO LADO

O MEC informou à reportagem da Folha por meio de nota que vai trabalhar junto às instituições de ensino superior parceiras para corrigir todos os erros que ainda impedem os estudantes de complementar os dados no Fies.

O ministério lembrou que o estudante barrado agora no Fies também pode ter tido a inscrição validada apenas para o primeiro semestre de 2019.

A orientação é procurar a universidade e verificar o status da vaga. “As faculdades são donas da vaga e têm autonomia para prorrogar seu preenchimento por até dois semestres seguintes”, afirma.

“O MEC coloca à disposição o 0800-616161 para que os estudantes entrem em contato e tirem dúvidas sobre o processo ou registrem alguma dificuldade”, finaliza.

NOVO FIES

O Fies mudou de cara neste ano e passou a financiar valores mais altos. O teto de financiamento saiu de R$ 30 mil para R$ 42.983 por semestre.

O programa também passou a custear pelo menos 50% das mensalidades dos alunos que firmarem contrato em universidades de todo o país. Com os novos limites, cursos com mensalidades de R$ 7.000, como os de medicina, passaram a ser financiados em até 100%.

Outro passo dado foi a garantia de um financiamento mínimo por estudante, que passou a ser o de 50% do valor da semestralidade. Os percentuais são definidos de acordo com a renda familiar do estudante e o custo mensal pago à instituição de ensino superior.

Dados do MEC mostram que já houve casos em que o universitário teve 8% do valor mensal aprovado pelo Fies, o que muitas vezes inviabilizava o pagamento do restante da mensalidade e incentivava e evasão dos cursos. Das 310 mil vagas anunciadas para 2018, com orçamento previsto de R$ 19,3 bilhões, 155 mil contratos estão disponíveis para o segundo semestre.

Com informações da Folhapress.

 

Helicóptero com o governador do ES cai; Paulo Hartung não se feriu

Quatro policiais militares também estavam à bordo e passam bem. Ainda não se tem informações se houve erro humano ou falha mecânica.

Um helicóptero da Polícia Militar com o governador do Espírito Santo caiu, na tarde desta sexta-feira (10), dentro dos limites de Domingos Martins, região Serrana do Espírito Santo. Ele não se machucou, segundo a assessoria de imprensa do governo.

A assessoria disse que, ao pousar, a aeronave bateu na trave de um campo de futebol e caiu. O G1 ainda não tem informações se houve erro humano ou falha mecânica.

Quatro militares também estavam a bordo e todos passam bem. Segundo a 6ª Companhia Independente, responsável pelo policiamento da região.

Paulo Hartung seguia para Domingos Martins, onde participaria à noite de um festival de cinema.

O acidente aconteceu na na fazenda do Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper), órgão vinculado ao governo do estado.

O helicóptero que caiu é o Harpia 5, usado pelo Núcleo de Operações e Transportes Aéreos (Notaer).

Helicóptero cai em Domingos Martins (Foto: Vagner Uliana e Wilker Uliana/ Polícia Militar)

Fonte: g1

Padrasto é preso suspeito de espancar e matar enteado de 1 ano na PB

A companheira do homem e mãe da vítima foi ameaçada pelo autor do crime para que ela não contasse à polícia sobre as agressões

Uma criança de 1 anos e 4 meses foi espancada e morta pelo padrasto, na cidade de Queimadas, no Agreste da Paraíba. O suspeito, identificado como Márcio José Silva Tavares, de 30 anos, foi preso na tarde desta sexta-feira (10). A companheira dele e mãe da vítima foi ameaçada pelo autor do crime para que ela não contasse à polícia sobre as agressões.

De acordo com o G1, o pequeno Davi Lucca tinha pancadas na cabeça quando foi socorrido para o Hospital Geral de Queimadas. Na unidade de saúde, a mulher disse aos médicos que o filho foi atingido por um cabrito na casa onde morava. O legista Carlos Alberto desconfiou da versão ao constatar que o braço do garoto estava estourado.

No dia do crime, segundo relatos da mãe da vítima à polícia, Márcio não aguentou o choro do menino. Impaciente, arremessou Davi ao chão e o chutou. O suspeito foi encaminhado para a Central de Polícia Civil de Campina Grande, onde aguardará pela audiência de custódia.

Fonte: noticiasaominuto

Gilberto Gil diz a Moro não ter ouvido falar em vantagem a Lula

Ministro da Cultura do ex-presidente entre 2003 e 2008, cantor prestou depoimento como testemunha de defesa do petista nesta quinta (9/8)

O cantor Gilberto Gil prestou depoimento à Operação Lava Jato nessa quinta-feira (9/8) como testemunha de defesa do ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva. A oitiva ocorreu no âmbito da apuração na qual o petista é acusado pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro no caso do sítio de Atibaia (SP). Gil foi ministro da Cultura do governo Lula, entre 2003 e 2018.

Advogado do petista, Cristiano Zanin Martins perguntou ao ex-ministro se ele presenciou ou teve notícia de alguma ação de Lula que pudesse sugerir vantagem indevida em troca de atos por ele praticados enquanto presidente. “Não, nunca”, respondeu Gil.

A testemunha também disse não ter visto ou sabido de supostos benefícios de Lula às empresas Odebrecht e OAS em troca de reformas no sítio em Atibaia. “Não, de maneira nenhuma”, afirmou Gil. “Ouviu falar?”, perguntou Zanin. “Não, não. Nada disso”, declarou o cantor.

Depoimento

O cantor foi inquerido pelo juiz federal Sergio Moro. O magistrado da Lava Jato citou os ex-ministros José Dirceu (Casa Civil/governo Lula) e Antonio Palocci (Fazenda e Casa Civil/governos Lula e Dilma) e o marqueteiro de campanhas do PT João Santana. Os três foram condenados na operação. Palocci e Santana são delatores.

“O sr. conheceu José Dirceu?”, perguntou Moro. “Sim, claro”, respondeu Gil. “Ministro ao mesmo tempo que o sr?”, quis saber o juiz. “Sim”, disse o músico. “Teve conhecimento quando o sr. ocupava o ministério do envolvimento do sr. José Dirceu em algum esquema de corrupção?”, questionou o magistrado. “Não”, afirmou Gil.

“Conheceu Antonio Palocci?”, perguntou o juiz. “Sim”, disse o cantor. “Teve conhecimento durante o exercício do cargo como ministro do sr. ministro Antonio Palocci em algum esquema de corrupção?”, questionou Moro. “Não”, respondeu Gilberto Gil.

O cantor disse a Moro que conheceu João Santana e teve contato com o marqueteiro durante o período no qual ocupou o cargo de ministro da Cultura. O juiz da Lava Jato quis saber se o músico soube, na época, de algum envolvimento de Santana em esquema de corrupção ou de lavagem de dinheiro.

“Não, não tive conhecimento nenhum”, afirmou Gil. “O sr. tem conhecimento que tanto o sr. Antonio Palocci como o sr. João Santana são confessos em relação à prática de crimes de corrupção e de lavagem de dinheiro?”, perguntou o magistrado. “Tenho ouvido notícias a respeito dessa possibilidade”, disse Gilberto Gil. “Mas na época o sr. não tinha conhecimento”, disse o juiz. “Não”, concluiu o cantor.

Fonte: metropoles

Mulher descobre câncer de pulmão por causa de unhas curvadas para baixo

Depois de ignorar o formato das unhas por um tempo, Jean Taylor decidiu procurar um médico que a diagnosticou com tumores nos dois pulmões

Depois de ouvir da filha que suas unhas estavam feias e “caídas”, Jean Taylor, de 53 anos, buscar atendimento médico por insistência da família e, ao ser examinada por especialistas que consideraram o sintoma, ela acabou descobrindo um câncer de pulmão.

Taylor conta, em um desabafo publicado em suas redes sociais, que se sentiu “ridícula” ao perguntar ao médico sobre as unhas, que se curvavam ao redor das pontas dos dedos. No entanto, ele foi capaz de reconhecer o sintoma pouco comum do câncer de pulmão . Ao enviá-la para uma série de testes, o diagnóstico foi confirmado.

A britânica reforça que o especialista foi capaz de salvar sua vida por ter associado o formato das unhas à possibilidade de ser câncer – que ficou comprovado após exames apontarem dois tumores do tamanho de bolas de golfe em ambos os pulmões.

A doença dificilmente apresenta sintomas específicos, o que dificulta sua investigação e aumenta os índices de mortalidade – as taxas de sobrevivência ao câncer de pulmão estão entre as mais baixas em todo mundo. No Brasil, por exemplo, essa é a principal causa de morte por câncer entre os homens e a segunda maior entre as mulheres.

Unhas curvadas são sinal de câncer de pulmão

Ao perceber que as unhas estavam com uma curvatura estranha, Taylor admite que não achou que seria um problema, porque havia associado as curvas como sendo um traço familiar, já que sua mãe – que perdeu meio pulmão devido ao câncer – também as teve.

No entanto, ao procurar na internet sobre o que as unhas curvadas poderiam significar, Stephanie, filha de Taylor, foi alertada pelo risco da doença.

De acordo com os médicos, unhas avermelhadas e com a curvatura acentuada podem indicar problemas no coração. Doenças pulmonares como enfisema, derrame pleural e até câncer podem provocar unhas azuladas e também o aumento de curvatura.

Assim que recebeu o diagnóstico, Taylor decidiu compartilhar sua experiência no Facebook . A publicação foi compartilhada mais de 85 mil vezes, e recebeu mais de 27 mil reações e comentários.

Fonte: ig

Catador de latinhas encontra explosivos em saco e aciona polícia no PR

Catador de latinhas encontra explosivos em saco e aciona polícia no PR

Um catador de latinhas acionou a Polícia Militar após encontrar um saco plástico contendo explosivos no bairro Cidade Industrial, em Curitiba, Paraná. O caso ocorreu na madrugada de quinta para sexta-feira(10).

O Esquadrão Antibombas compareceu ao local e confirmou a apreensão de quatro reforçadores e um iniciador, usados para demolições em pedreiras mas também no crime para arrombar carros fortes e caixas eletrônicos.

Segundo informa o ‘G1 PR’, o trabalhador estava próximo a um posto de combustível quando encontrou a sacola e se assustou a ler a palavra “explosivos” grafada nos artefatos.

O material foi levado ao Centro de Operações Policiais (Cope) para perícia, e a área foi isolada até a retirada do material.

Fonte: noticiasaominuto

Escolas particulares não vão adotar nova idade para admissão de alunos

Ministros do STF decidiram que as crianças só poderiam iniciar os estudos no ensino fundamental se completarem seis anos até 31 de março

Escolas particulares do Brasil inteiro ainda não aplicarão de forma padronizada a partir de 2019 os novos critérios definidos pelo STF (Supremo Tribunal Federal) para a matrícula de crianças no ensino fundamental.

A orientação da Fenep (Federação Nacional das Escolas Particulares), enviada para os colégios por ofício nesta quinta-feira (9), é que cada unidade escolar poderá adotar as mesmas regras de 2018 na admissão de alunos do próximo ano letivo.

No início de agosto, a maioria dos ministros do STF (Supremo Tribunal Federal) decidiu que as crianças só poderiam iniciar os estudos no ensino fundamental se completarem seis anos até 31 de março.

Atualmente, há critérios variados entre os estados, e pelo menos oito seguem datas diferentes ao permitir as matrículas. Em São Paulo, por exemplo, unidades estaduais de fora da capital adotam a data de corte de 30 de junho, prevista pelo Conselho de Educação paulista.

Após análise jurídica da discussão no STF, a federação nacional das escolas privadas avaliou que a regra não é de aplicação automática e imediata. Ela ressalta que a decisão do Supremo ainda não foi publicada, que ela apenas deu um aval ao Conselho Nacional de Educação para fixar critérios e que uma alteração repentina criaria instabilidade.

“O que os ministros fizeram foi dizer que o CNE (Conselho Nacional da Educação) poderia instituir uma data de corte, que esse ato não seria inconstitucional, mas não obrigaram todo o país a seguir isso como uma regra”, afirmou o presidente da Fenep, Ademar Batista Pereira.

Ele diz que cada estado mantém regras específicas para o ingresso no ensino fundamental e que manter um mesmo padrão causaria impactos negativos.

No caso das particulares, a medida resultaria em problemas econômicos. “Se restringir a idade para alunos que fazem seis anos até 31 de março, as escolas teriam turmas pequenas e perderiam ao menos três quartos de suas matrículas.”

Além disso, Pereira afirma que também ocorreriam reflexos nas crianças que já estão no ensino infantil e têm a expectativa de ir para o primeiro ano em 2019. “Como justificar para uma criança que espera ir para a nova série que ela não irá e que apenas parte dos seus colegas poderão prosseguir? Seria criada uma instabilidade por questões burocráticas.”

Representantes da federação estiveram em Brasília na quarta (8) para uma reunião com o CNE. Segundo consta em ofício da Fenep, o conselho “entende que a criança que já está matriculada deve continuar o seu percurso sem retroceder em nenhum aspecto”. Os ingressos sem escolarização anterior, no entanto, deverão seguir a idade de corte proposta.

A Federação Nacional das Escolas Particulares afirma que o estabelecimento do corte em março esbarra em outros entraves jurídicos, como os estados que possuem algum parecer judicial próprio.

“O Paraná tem uma uma ação civil pública tramitada e julgada que estendeu para todo o estado que não haveria data de corte para alunos ingressarem na escola. No Rio, há uma lei estadual que também afirma não ter data de corte. A menos que seja revogada, o que não foi o caso, essa legislação precisa ser seguida”, diz Pereira.

Fonte: noticiasaominuto

Temer diz que analisará reajuste do STF se receber a proposta

Texto precisa ser aprovado pelo Congresso antes de ser sancionado

O presidente da República, Michel Temer, preferiu a cautela nesta sexta-feira (10) ao ser perguntado sobre o reajuste dos ministros do Supremo Tribunal Federal que, se confirmado pelo Senado, pode elevar o teto constitucional para R$ 39 mil. “Isto é uma coisa que o Congresso vai analisar ainda, está começando a ser debatido. Quando chegar nas minhas mãos, se chegar, eu analiso”, disse.

Acompanhado pelos ministros das Cidades, Alexandre Baldy, e da Justiça, Torquato Jardim, Temer participou de evento de lançamento de 1.080 apartamentos do programa Minha Casa Minha Vida, em Goiânia. Também em Goiânia, ainda pela manhã, o presidente acompanhou um mutirão de saúde na cidade.

Reajuste

Nesta quarta-feira (8), em sessão administrativa, os ministros do Supremo aprovaram a proposta orçamentária da Corte para 2019 e decidiram incluir, por 7 votos a 4, uma rubrica que contempla reajuste salarial de 16,38% aos ministros, conforme previsto em projeto de lei que tramita no Congresso, desde 2015.

O texto já foi aprovado pelos deputados, mas, desde que a ministra Cármen Lúcia assumiu a presidência da Corte, está parado na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado, sem chance de ser colocada em votação antes do fim das eleições. Se aprovado na CAE e depois no plenário da Casa, a proposta vai à sanção presidencial.

Só no STF o impacto da medida será de R$ 2,8 milhões, mas, segundo os ministros, não haverá aumento de despesas no tribunal porque, para fazer frente ao valor correspondente ao reajuste previsto no projeto, será realizado remanejamento de despesas de custeio do Tribunal, que terá a mesma previsão orçamentária para 2019.

Fonte: agenciabrasil

Sociedade Brasileira de Diabetes repudia vídeo do Porta dos Fundos

Os humoristas fizeram vídeo ironizando youtubers e não agradaram médicos

O grupo de humor Porta dos Fundos postou, nessa quinta-feira (9/8), um vídeo em que ironiza o comportamento de youtubers – principalmente aqueles dispostos a consumir quantidades abusivas de junk foods. No entanto, a piada não foi bem vista pela Sociedade Brasileira de Diabetes (SBD): a associação emitiu, neste sexta-feira (10), uma nota de repúdio contra a esquete.

No vídeo, um youtuber brinca que, apos experimentar diversos alimentos açucarados, vai injetar 25 mililitros de insulina no organismo. A ironia, então, despertou críticas dos médicos.

“Na tentativa de criticar outros produtores de conteúdo do youtube, o personagem diz que vai injetar 25 mililitros de insulina no organismo, enaltecendo o uso indiscriminado e totalmente errado do hormônio, além de ridicularizar pessoas com diabetes e profissionais de saúde envolvidos no cuidado do paciente”, diz trecho da nota.

A entidade pede a exclusão definitiva do vídeo pelo grupo de humor. “Solicitamos, publicamente, ao Canal Porta dos Fundos a exclusão do conteúdo e uma retratação imediata às pessoas com diabetes, às suas famílias, aos profissionais que lutam pela educação em diabetes e a vigília diária para controlar os efeitos da doença”, afirma o comunicado.

Veja o comunicado da SBD:

A Sociedade Brasileira de Diabetes (SBD) repudia, com indignação e veemência, o vídeo do Canal Porta dos Fundos intitulado “YouTuber”, divulgado em 9 de agosto de 2018. Na tentativa de criticar outros produtores de conteúdo do youtube, o personagem diz que vai injetar 25 mililitros de insulina no organismo, enaltecendo o uso indiscriminado e totalmente errado do hormônio, além de ridicularizar pessoas com diabetes e profissionais de saúde envolvidos no cuidado do paciente.

Longe de ser considerada uma brincadeira, o diabetes é uma doença crônica, que acomete aproximadamente 13 milhões de pessoas no Brasil e cuja desinformação a respeito da condição ainda é grande, como apontou recente pesquisa Datafolha lançada recentemente pela Coalizão Para Sobreviver, da qual a SBD faz parte juntamente com associações de pessoas com diabetes. Para se ter uma ideia do ainda grande desconhecimento acerca da doença, dados do levantamento destacam que apenas 5% dos brasileiros julgam necessário seguir orientações médicas para controlar o diabetes. Dessa forma, vídeos como o produzido pelo Porta dos Fundos reforçam a disseminação de informações equivocadas e que podem causar, direta e indiretamente, danos à saúde da população.

É importante destacar outros dados mundiais da International Diabetes Federation (IDF), que evidenciam os riscos do mau controle do diabetes: a cada 20 segundos, uma pessoa tem amputação de membros graças à doença; a condição é a maior causa de cegueira; a cada seis segundos uma pessoa morre por causa do diabetes e 80% das mortes decorrem de complicações como infartos e AVC (derrame).

É preciso que a sociedade se mobilize para que esse tipo de desinformação não tenha propagação. Diabetes é uma doença grave e se complica quando não controlada e exclui e marca a vida com lutas diárias.

Solicitamos, publicamente, ao Canal Porta dos Fundos a exclusão do conteúdo e uma retratação imediata às pessoas com diabetes, às suas famílias, aos profissionais que lutam pela educação em diabetes e a vigília diária para controlar os efeitos da doença. Os ativos de comunicação, como o site www.diabetes.org.br, com o vasto arsenal de informações, são uma fonte adequada e responsável. A SBD convida os representantes do Canal Porta dos Fundos para uma visita aos seus ativos e até mesmo à sede, para que possam conhecer dados e esclarecer quaisquer dúvidas. Isso reforça o compromisso com a educação e informação. A SBD, portanto, está à disposição para colaborar na produção de conteúdos relacionados ao diabetes.

Veja vídeo:

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=nmTg05XG-TE]

Fonte: metropoles

Explosão atinge usina da Usiminas em Ipatinga; veja vídeo

No último dia 8, um funcionário morreu durante manutenção de equipamento

A usina siderúrgica da Usiminas em Ipatinga (MG) sofreu uma forte explosão por volta das 12h nesta sexta-feira que causou esvaziamento da unidade e assustou moradores da cidade.

Segundo informações da usina e do Corpo de Bombeiros de Minas Gerais, o equipamento conhecido como gasômetro explodiu causando forte estrondo ouvido na cidade e a emissão de grossa coluna de fumaça. Não havia informações sobre vítimas até às 14h25.

O gasômetro armazena gases que são gerados no processo de produção de aço.

“Houve uma explosão no gasômetro por volta das 12h. O inicidente está controlado. Já foi interrompido o fluxo de gás”, informou um representante da Usiminas.

As ações da companhia despencaram após a notícia do incidente. Às 14h25, os papéis recuavam mais de 9 por cento, maior queda do Ibovespa, que exibia baixa de 3 por cento.

Acidente matou funcionário na quarta-feira

Um funcionário de uma empreiteira que presta serviços à Usiminas, em Ipatinga, morreu na tarde desta quarta-feira (8) enquanto trabalhava na manutenção de um equipamento. Segundo as primeiras informações, Luís Fernando Pereira, de 38 anos, trabalhava no despoeiramento da aciaria, local da usina onde o ferro é convertido em aço, quando o acidente ocorreu. A empresa não informou as causas do ocorrido.

Ainda segundo a usina, a vítima prestava serviços na empresa desde 2016 e residia em Coronel Fabriciano; ele era casado e pai de três filhos.

Por meio de nota, a Usiminas confirmou o acidente e declarou que “está prestando toda a assistência e solidariedade aos familiares, amigos e colegas do profissional contratado. As causas da ocorrência estão sendo investigadas”.

O Corpo de Bombeiros e a polícia afirmaram que não foram acionados para atender a ocorrência.