Rússia anuncia que em setembro vai estar produzindo vacina contra coronavírus

Painel Político - https://revista.painelpolitico.com

A Rússia anunciou neste domingo (12) que concluiu a primeira fase de testes de uma vacina contra a Covid-19 que começou a analisar no mês passado. O governo diz que os primeiros resultados foram satisfatórios e que, caso os testes continuem tendo bons resultados, a produção para imunização poderia começar já em setembro. 

O Ministério da Defesa do país diz que os 38 voluntários envolvidos na 1ª fase de testes tiveram resposta imunológica com a vacina. Ainda são necessárias, entretanto, mais duas rodadas de testes: uma está prevista para 28 de julho e a outra, para 14 e 15 de agosto. 

Não foram publicados estudos ou artigos científicos sobre o atual status da pesquisa. 

O objetivo dos primeiros testes era avaliar a segurança da vacina, o que foi feito com sucesso, afirmou Alexander Lukashev, diretor do Instituto de Parasitologia Médica, Tropical e Doenças Transmitidas por Vetores da Universidade Sechenov, em Moscou, à agência de notícias russa “Sputnik”. 

“A segurança da vacina foi confirmada. Corresponde à segurança das vacinas que estão atualmente no mercado”, declarou Lukashev.

Os testes com a vacina começaram em 18 de junho, quando o primeiro grupo, de 18 voluntários, recebeu a imunização em sua forma liofilizada (a liofilização é uma espécie de “desidratação da vacina”, que estabiliza a molécula). Cinco dias depois, no dia 23, mais 20 pessoas receberam a dose, também deste tipo. 

Todos os participantes ficaram em isolamento desde que receberam a vacina. O primeiro grupo será liberado na quarta-feira (15) e o segundo, em 20 de julho, segundo Vadim Tarasov, diretor do Instituto de Medicina Translacional e Biotecnologia da Universidade Sechenov. 

Alguns participantes tiveram febre e dor de cabeça, mas os sintomas desapareceram em menos de 24 horas, segundo a universidade. 

De acordo com a agência de notícias “Sputnik”, os voluntários terão que retornar ao hospital 42 dias depois de receberem a primeira dose para serem examinados e completarem formulários. Eles também serão monitorados pelos próximos 6 meses. 

Outra versão da mesma vacina, em forma líquida, está sendo testada em outros 38 voluntários em um hospital militar de Moscou, segundo a Universidade Sechenov. 

Segunda dose

Apesar de afirmar que os voluntários tiveram resposta imunológica à vacina, o Ministério da Defesa russo disse, em nota, que “a eficiência e a especificidade da resposta imunológica serão avaliadas” após a entrega dos resultados da análise. 

A próxima fase de experimentos deverá ser completada em 28 de julho, quando os voluntários receberão uma segunda dose da vacina, explicou Alexander Gintsburg, diretor do Instituto Gamaleya de Pesquisa Científica de Epidemiologia, à agência russa “Ria Novosti”. 

“Eles já receberam a primeira e sua imunidade se desenvolveu, os anticorpos se desenvolveram”, disse Gintsburg. 

“A experiência com a vacina contra o ebola mostra que, se você se restringir a uma única dose, terá um nível de proteção contra infecção de cinco a seis ou sete meses. Para imunizar por dois anos ou mais será necessária uma segunda dose”, explicou o cientista. 

Segundo Gintsburg, os resultados da segunda vacinação levarão em conta o nível de anticorpos, inclusive os protetores, que são formados no sangue. Essa segunda fase deve confirmar a eficiência da vacina. 

Terceira fase

O diretor do instituto de pesquisa também disse ter esperança de que a vacina seja registrada antes de 4 de agosto. Depois disso, é esperado que seja necessário mais alguns dias para obter a permissão do governo para o passo seguinte da pesquisa. 

A expectativa é que uma “pequena quantidade” esteja disponível para mais pessoas entre os dias 14 e 15 de agosto – o equivalente à fase 3 dos testes, já que as pessoas que receberem a vacina ficarão sob supervisão. 

Depois, casos os resultados continuem se mostrando satisfatórios, as empresas poderão começar a produção das vacinas no início ou no meio de setembro. 

Segundo a Universidade Sechenov, a Rússia está trabalhando em 17 vacinas contra a Covid-19, das quais 3 ou 4 devem entrar em produção. 

Globalmente, das 19 vacinas experimentais contra Covid-19 em testes com humanos, só duas estão em testes finais de fase 3 — uma da chinesa Sinopharm e outra da AstraZeneca e da Universidade de Oxford, que tem parte do teste realizada no Brasil. A chinesa Sinovac Biotech deve se tornar a terceira em fase 3 no final deste mês, também com testes no Brasil.

Com G1 e agências

Rússia anuncia que em setembro vai estar produzindo vacina contra coronavírus

Painel Político - https://revista.painelpolitico.com

A Rússia anunciou neste domingo (12) que concluiu a primeira fase de testes de uma vacina contra a Covid-19 que começou a analisar no mês passado. O governo diz que os primeiros resultados foram satisfatórios e que, caso os testes continuem tendo bons resultados, a produção para imunização poderia começar já em setembro. 

O Ministério da Defesa do país diz que os 38 voluntários envolvidos na 1ª fase de testes tiveram resposta imunológica com a vacina. Ainda são necessárias, entretanto, mais duas rodadas de testes: uma está prevista para 28 de julho e a outra, para 14 e 15 de agosto. 

Não foram publicados estudos ou artigos científicos sobre o atual status da pesquisa. 

O objetivo dos primeiros testes era avaliar a segurança da vacina, o que foi feito com sucesso, afirmou Alexander Lukashev, diretor do Instituto de Parasitologia Médica, Tropical e Doenças Transmitidas por Vetores da Universidade Sechenov, em Moscou, à agência de notícias russa “Sputnik”. 

“A segurança da vacina foi confirmada. Corresponde à segurança das vacinas que estão atualmente no mercado”, declarou Lukashev.

Os testes com a vacina começaram em 18 de junho, quando o primeiro grupo, de 18 voluntários, recebeu a imunização em sua forma liofilizada (a liofilização é uma espécie de “desidratação da vacina”, que estabiliza a molécula). Cinco dias depois, no dia 23, mais 20 pessoas receberam a dose, também deste tipo. 

Todos os participantes ficaram em isolamento desde que receberam a vacina. O primeiro grupo será liberado na quarta-feira (15) e o segundo, em 20 de julho, segundo Vadim Tarasov, diretor do Instituto de Medicina Translacional e Biotecnologia da Universidade Sechenov. 

Alguns participantes tiveram febre e dor de cabeça, mas os sintomas desapareceram em menos de 24 horas, segundo a universidade. 

De acordo com a agência de notícias “Sputnik”, os voluntários terão que retornar ao hospital 42 dias depois de receberem a primeira dose para serem examinados e completarem formulários. Eles também serão monitorados pelos próximos 6 meses. 

Outra versão da mesma vacina, em forma líquida, está sendo testada em outros 38 voluntários em um hospital militar de Moscou, segundo a Universidade Sechenov. 

Segunda dose

Apesar de afirmar que os voluntários tiveram resposta imunológica à vacina, o Ministério da Defesa russo disse, em nota, que “a eficiência e a especificidade da resposta imunológica serão avaliadas” após a entrega dos resultados da análise. 

A próxima fase de experimentos deverá ser completada em 28 de julho, quando os voluntários receberão uma segunda dose da vacina, explicou Alexander Gintsburg, diretor do Instituto Gamaleya de Pesquisa Científica de Epidemiologia, à agência russa “Ria Novosti”. 

“Eles já receberam a primeira e sua imunidade se desenvolveu, os anticorpos se desenvolveram”, disse Gintsburg. 

“A experiência com a vacina contra o ebola mostra que, se você se restringir a uma única dose, terá um nível de proteção contra infecção de cinco a seis ou sete meses. Para imunizar por dois anos ou mais será necessária uma segunda dose”, explicou o cientista. 

Segundo Gintsburg, os resultados da segunda vacinação levarão em conta o nível de anticorpos, inclusive os protetores, que são formados no sangue. Essa segunda fase deve confirmar a eficiência da vacina. 

Terceira fase

O diretor do instituto de pesquisa também disse ter esperança de que a vacina seja registrada antes de 4 de agosto. Depois disso, é esperado que seja necessário mais alguns dias para obter a permissão do governo para o passo seguinte da pesquisa. 

A expectativa é que uma “pequena quantidade” esteja disponível para mais pessoas entre os dias 14 e 15 de agosto – o equivalente à fase 3 dos testes, já que as pessoas que receberem a vacina ficarão sob supervisão. 

Depois, casos os resultados continuem se mostrando satisfatórios, as empresas poderão começar a produção das vacinas no início ou no meio de setembro. 

Segundo a Universidade Sechenov, a Rússia está trabalhando em 17 vacinas contra a Covid-19, das quais 3 ou 4 devem entrar em produção. 

Globalmente, das 19 vacinas experimentais contra Covid-19 em testes com humanos, só duas estão em testes finais de fase 3 — uma da chinesa Sinopharm e outra da AstraZeneca e da Universidade de Oxford, que tem parte do teste realizada no Brasil. A chinesa Sinovac Biotech deve se tornar a terceira em fase 3 no final deste mês, também com testes no Brasil.

Com G1 e agências

MEC diz que resultado do Sisu sairá amanhã

Painel Político - https://revista.painelpolitico.com

Mais de 800 mil candidatos disputam 51.924 mil vagas.

Em todo país, mais de 814 mil estudantes estão na expectativa pelo resultado da primeira chamada do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), que sai amanhã (14).

Segundo o Ministério da Educação (MEC), mais de 50% desses estudantes – 424.991 mil – disputam 51.924 mil vagas ofertadas em 57 instituições públicas de educação superior do país. O período para matrícula da chamada regular será de 16 a 21 de julho.

Pela primeira vez, além dos cursos de graduação presenciais, o Sisu vai ofertar vagas na modalidade a distância (EaD). Além de terem feito o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2019, os interessados não podem ter zerado a redação. Estudantes que fizeram o exame na condição de treineiros também não podem participar.

Seleção

Segundo o Ministério da Educação, o Sisu foi desenvolvido para selecionar os candidatos às vagas das instituições públicas de ensino superior que usarão a nota do Enem como única fase de seu processo seletivo.

De acordo com o edital do Sisu, a ordem dos critérios para a classificação de candidatos é a seguinte: maior nota na redação, maior nota na prova de linguagem, códigos e suas tecnologias; maior nota na prova de matemática e suas tecnologias; maior nota na prova de ciências da natureza e suas tecnologias e maior nota na prova de ciências humanas e suas tecnologias.

Lista de espera

O candidato que não foi selecionado em uma das duas opções, em primeira chamada, deverá manifestar seu interesse em participar da lista de espera, por meio da página do Sisu na internet, entre os dias 14 e 21 de julho.

A partir daí, basta acompanhar as convocações feitas pelas instituições para preenchimento das vagas em lista de espera, observando prazos, procedimentos e documentos exigidos para matrícula ou para registro acadêmico, estabelecidos em edital próprio da instituição, inclusive horários e locais de atendimento por ela definidos.

Imagem de Arquivo/Agência Brasil

Fonte: Agência Brasil

Itaú libera R$ 3,7 bi em crédito do Pronampe, e Caixa amplia limite

Painel Político - https://revista.painelpolitico.com

Banco privado disponibiliza todo o volume disponível para o programa.

O Itaú Unibanco disponibilizou todo o recurso disponível para a linha de crédito do Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Pronampe), criado para ajudar micro e pequenos negócios afetados pela pandemia do novo coronavírus. Já a Caixa Econômica Federal anunciou ampliação dos recursos para a linha de crédito.

Segundo o Itaú Unibanco, em apenas meia hora de oferta nesta seunda-feira (13), a instituição terminou de disponibilizar 100% do volume disponível para a linha. Ao todo, 37 mil micro e pequenas empresas clientes do banco privado receberam o total de R$ 3,7 bilhões.

Até a última sexta-feira (10), o banco havia concedido 70% dos R$ 3 bilhões então disponíveis para a linha.

“Finalizamos a concessão dos 30% restantes, que correspondiam a R$ 1 bilhão na primeira meia hora de operação nesta segunda-feira. Tivemos ainda um valor extra de R$ 700 milhões, solicitado durante o final de semana ao Banco do Brasil, administrador da linha, também já totalmente concedido aos nossos clientes neste mesmo período”, afirmou o diretor executivo comercial do Banco de Varejo do Itaú Unibanco, Carlos Vanzo.

Acréscimo de limite

A Caixa Econômica Federal chegou hoje a R$ 4,24 bilhões em créditos contratados por meio do Pronampe. Com isso, o banco recebeu do Ministério da Economia um acréscimo de limite, que passa a ser de R$ 5,9 bilhões.

Além do Pronampe, a Caixa oferece várias linhas de crédito para micro e pequenas empresas (MPE), como o Fundo de Aval para as Micro e Pequenas Empresas (Fampe), linha disponibilizada em parceria com o Serviço Brasileiro de Apoio a Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) para microempreendedores individuais e MPEs.

Somando as duas linhas, a Caixa superou R$ 6 bilhões para as MPEs.

Na última sexta-feira, o Banco do Brasil (BB) informou que obteve autorização do Ministério da Economia para ampliar o orçamento do Pronampe em R$ 1,24 bilhão. O limite que a instituição pode emprestar passou para R$ 4,98 bilhões.

Corpo da atriz de Glee, Naya Rivera é encontrado; ela tinha 33 anos

Painel Político - https://revista.painelpolitico.com

O corpo de Naya Rivera foi encontrado no lago em que a atriz desapareceu nesta segunda (13), segundo o site americano TMZ. 

A atriz de “Glee” estava desaparecida desde a última quarta-feira (8)após passeio de barco com o filho. O garoto de 4 anos foi encontrado sozinho no barco e afirmou que a mãe não voltou depois de um mergulho.

A atriz americana nasceu em janeiro de 1987 na Califórnia e começou a atuar ainda bebê. O primeiro destaque da carreira foi aos 4 anos na comédia da CBS “The Royal Family”. 

Ela fez participações especiais em vários programas, incluindo “Um Maluco no Pedaço”, “Baywatch” e “CSI: Miami”. 

O maior destaque da carreira foi na série “Glee” quando Naya interpretou uma líder de torcida em 2009 e apareceu em 113 episódios da série. 

Ela também era modelo e tinha uma carreira como cantora. Naya lançou o single “Sorry” com participação de Big Sean em 2013. 

A atriz tinha 33 anos e deixa o filho de 4 anos que estava com ela no passeio de barco, fruto do relacionamento com o ator Ryan Dorsey. Eles se casaram em 2014, mas se separaram dois anos depois. 

Naya Rivera, em foto de novembro de 2019 — Foto: David Livingston/Getty Images North America/Getty Images Via AFP/Arquivo

Histórico do desaparecimento de Naya

Naya alugou um barco por volta das 13h do dia 8 de julho, e saiu para navegar com o filho de 4 anos. Joey foi encontrado pela polícia dormindo na embarcação e informou para as autoridades que mãe não retornou ao barco após mergulho. 

Na quinta (9), a polícia do condado de Ventura afirmou que acredita que a cantora e atriz tenha morrido em um “trágico acidente”. 

As autoridades também divulgaram vídeo com imagens da atriz deixando o carro na companhia do filho e entrando na embarcação horas antes de sumir durante mergulho.

França prende um dos pedófilos mais procurados do mundo

Painel Político - https://revista.painelpolitico.com

A França anunciou nesta segunda-feira (13) que prendeu um homem de 40 anos acusado de ser um dos 10 pedófilos mais procurados do mundo, informa a agência ANSA. O acusado administrava portais na chamada “deep web” e distribuía milhares de fotos e vídeos de pornografia infantil.

A prisão ocorreu no dia 7 de julho, próximo à cidade de Bordeaux, em uma ação do Escritório Central para a Repressão da Violência (OCRVP), em cooperação com a Europol, e foi anunciada pela Procuradoria da cidade francesa.

Conforme os procuradores, o homem reconheceu seus crimes e está em prisão preventiva. Ele responderá por “difusão organizada, detenção e gravação de pornografia infantil” e por “agressão sexual incestuosa” de um jovem de 15 anos, em um estupro “cometido por um ascendente” do adolescente.

(ANSA)

Médico é preso suspeito de abusar de pacientes em consultas ginecológicas

Painel Político - https://revista.painelpolitico.com

A Polícia Civil realizou no início da manhã desta segunda-feira (13) uma operação com objetivo de dar cumprimento a um mandado de prisão contra um médico que atendia nas cidades de Breu Branco, Tucuruí, Parauapebas, Marabá e Itupiranga, na região sudeste do Pará. Ele é investigado por abuso sexual de pacientes e foi detido no município de Tucuruí.

Segundo as investigações, o suspeito, identificado como Orlando Veiga Filho, atuava ilegalmente como médico ginecologista e obstetra. Segundo a polícia, ele teria abusado sexualmente de pacientes durante as consultas ginecológicas, em uma clínica particular. 

O médico preso já trabalhou nos estados de São Paulo, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Roraima e, ultimamente, exercia as atividades no Estado do Pará. De acordo com a Polícia Civil, ele é suspeito de Violência Sexual Mediante Fraude. 

Investigação

A prisão foi realizada durante a Operação Obsidere, que foi desencadeada a partir de um registro de ocorrência no dia 02 de julho, na Delegacia de Breu Branco. Uma mulher de 29 anos relatou o crime que ocorreu durante o retorno de sua consulta ginecológica, feita no mesmo dia pelo médico.

“Importante destacar que a vítima, que não tinha experiência anterior em consulta ginecológica, já havia se sentido abusada no dia 28 de maio de 2020, em sua primeira consulta com o médico. Constatando, no segundo encontro com o médico, que havia ocorrido a conjunção carnal sem seu consentimento, ela então procurou a Unidade Policial”, informou a delegada Luiza Moema, titular da delegacia de Breu. 

A vítima fez o exame pericial-sexológico, que atestou a prática de conjunção carnal recente, além de receber o acompanhamento assistencial-psicológico. Segundo a Polícia, o depoimento de testemunhas confirmaram a coerência dos fatos. 

Durante a investigação, policiais civis receberam denúncia anônima de que o médico já havia abusado sexualmente de outras pacientes. 

“A autoridade policial aprofundou as investigações, e apurou que o médico já exerceu atividade em diversos estados, nos quais não há registro de sua especialidade como ginecologista nos Conselhos Regionais de Medicina. A investigação também apurou que, em 2011, no município de Itupiranga, ele havia abusado sexualmente de outra mulher, com o mesmo “modus operandi””, afirmou a delegada.

Via G1/PA

Professora é encontrada morta no porta-malas do próprio carro; companheiro é suspeito

Painel Político - https://revista.painelpolitico.com

Uma professora de 43 anos foi encontrada morta no porta-malas do próprio carro em São José, na Grande Florianópolis, no fim de semana, informa o G1/RS. A Polícia Civil investiga o caso e acredita que ela foi vítima de feminicídio. O companheiro é o principal suspeito e não foi preso até a manhã desta segunda-feira (13) . 

Patrícia Vicente morava no bairro Ponte do Imaruim, em Palhoça, também na Grande Florianópolis, e estava desaparecida desde a madrugada de sexta-feira (10). A filha dela e amigos chegaram a publicar mensagens em redes sociais para que ajudassem a localizar a professora. 

Na noite de sábado (11), porém, o carro dela foi encontrado no estacionamento de um mercado em São José e a polícia foi acionada. O corpo de Patrícia estava no porta-malas do veículo.

Ela tinha marca de agressão do pescoço e a análise preliminar apontou morte por estrangulamento, mas os investigadores aguardam o laudo do Instituto Geral de Pericias para confirmar a causa da morte. 

O caso está sendo investigado pela Delegacia da Proteção à Criança, Adolescente, Mulher e Idoso (Dpcami) de Palhoça. A suspeita é que ela tenha sido morta na casa onde morava com o companheiro. Segundo a filha da vítima, ele que não aceitava o fim do relacionamento e o casal já tinha terminado mais de uma vez.

“Ela já tinha mandado ele embora. Creio que ela voltou por medo porque ele ameaçava, não só ela como a família”, disse a filha Pabliane Beatriz Machado à NSC TV. 

Ainda segundo a filha, uma filmagem de câmera de monitoramento teria registrado o momento em que ele coloca a professora no porta-malas. As imagens estão sendo analisadas pela polícia. 

Entidades ligadas à educação, como o sindicato dos professores, além de outros profissionais da área, amigos e familiares lamentaram a morte em publicações em redes sociais e pedem Justiça.

As Secretarias municipais de Educação de São José e de Palhoça e a Secretaria Estadual de Educação informaram que Patrícia Vicente não estava atuando em nenhuma dessas três redes públicas neste ano. 

Em fevereiro deste ano outra professora também foi vítima de feminicídio em uma escola estadual de Florianópolis. Ela foi morta a facadas dentro da unidade de ensino e também era ameaçada pelo ex-namorado. Ele foi preso e morreu dias depois na unidade prisional.

Funcionários de hospital esbarram em tomada, respirador desliga e paciente morre; família fala em negligência e governo nega

Painel Político - https://revista.painelpolitico.com

Um paciente com suspeita de Covid-19 morreu nesse domingo (12) na Unidade de Pronto Atendimento do Bairro Verdão, em Cuiabá, informa o G1.

A família alega que a morte de Gonçalo ocorreu por negligência médica. Os filhos afirmam que o equipamento que mantinha o idoso vivo teria sido desligado após os funcionários embarrarem na tomada. 

A Secretaria de Saúde de Cuiabá nega que a morte do Gonçalo esteja relacionada com o desligamento involuntário do respirador e esclarece que ele e uma paciente ao lado sofreram paradas cardíacas. Entre as duas macas, segundo a secretaria, havia um carrinho de emergência e quando o técnico de enfermagem correu para o leito da paciente, o cabo do respirador desconectou da tomada no momento em que um médico já fazia massagem cardíaca no paciente. 

O filho do idoso morto, o vigilante Augusto Brito, estava acompanhando o pai internado desde quinta-feira (9). Gonçalo estava com dificuldade para respirar e foi colocado no oxigênio mesmo sem ter a confirmação se estava ou não com a Covid-19. Ele foi internado em uma enfermaria ao lado de pacientes que testaram positivo para o novo coronavírus. 

“Deveria ter um médico responsável por essa área e tem que ter isolamento. Pessoas confirmadas com Covid-19 em um outro pavilhão e pessoas esperando resultado porque pode dar negativo ou positivo, mas não misturado como está”,ressaltou.

Na madrugada desse domingo, Augusto foi informado pelo hospital que o pai não resistiu e morreu. No entanto, ele suspeita que a morte foi causada por negligência de funcionários da UPA e por falta de estrutura, já que o paciente estaria em uma “UTI improvisada”. 

“Uma senhora que estava do lado da maca do meu pai, na UTI improvisada, veio a óbito. Os maqueiros ao tirar ela de lá esbarraram na tomada que estava ligada ao aparelho que mantinha meu pai vivo e ao sair de lá, meu irmão, imediatamente, entrou nessa sala e viu o aparelho do meu pai desligado”, relatou. 

Segundo Augusto, o irmão, imediatamente, chamou a enfermeira-chefe e tentaram ligar o aparelho, mas não conseguiram programar de volta e Gonçalo morreu. 

“Meu pai não morreu de Covid-19, ele não tinha Covid-19. Morreu por uma irresponsabilidade dessas pessoas, desses funcionários”, afirmou. 

No sábado (11), à tarde, foi feito o primeiro exame do Gonçalo, o teste rápido e deu negativo. Depois foi feito o exame de PCR para confirmar se ele estava com Covid-19, mas a família ainda aguarda o resultado. 

A secretaria de Saúde explicou que esse tipo de aparelho não desliga quando desconectado da energia porque tem bateria que dura por quinze minutos fora da tomada e, mesmo assim, de acordo com a pastam, o equipamento foi reconectado. 

Ainda de acordo com a Secretaria, o que a família dele chama de ‘UTI improvisada’, é um leito de estabilização. 

“Por fim, A Secretaria lamenta profundamente mais essa morte e reafirma que os profissionais da saúde estão se desdobrando ao máximo e arriscando as próprias vidas para salvar seus pacientes”, diz, em nota.

Bolsonaro pede a presidente de Angola proteção a membros da Universal

Painel Político - https://politico.painelpolitico.com

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) enviou uma carta ao presidente de Angola, João Manuel Lourenço, demonstrando preocupação e solicitando aumento da proteção a membros da Igreja Universal do Reino de Deus (Iurd) no país africano, informa o UOL.

Na sexta-feira, o SIC (Serviço de Investigação Criminal) da Polícia Nacional de Angola fez ações de busca e apreensão contra pastores da Igreja Universal do Reino de Deus no país africano. Templos religiosos também foram alvo dos mandados judiciais do SIC, espécie de Polícia Federal de Angola.

A carta foi divulgada hoje no Twitter pelo deputado federal e filho do presidente do Brasil, Eduardo Bolsonaro (PSL-SP).

“Julgamos ser preciso evitar que fatos dessa ordem voltem a produzir-se ou sejam caracterizados como consequência de “disputas internas”. Há perto de 500 pastores da IURD em Angola e, nesse universo, 65 são brasileiros. Os aludidos atos de violência são atribuídos a ex-membros da IURD, que também têm levantado acusações e, com isso, motivado diligências policiais na sede da entidade e nos domicílios de dirigentes seus”, diz a carta assinada por Bolsonaro.

A Igreja Universal em Angola foi tomada pelos pastores locais, que alegam uma série de abusos por parte dos pastores enviados pela matriz.

Leia a reportagem completa no UOL