Cia Beradera de Teatro apresenta espetáculo em Nazaré e realiza oficina de teatro

Após a estreia emocionante e carregada de cultura popular ribeirinha, o espetáculo Saga Beradera, da Beradera Companhia de Teatro, será apresentado no Distrito de Nazaré nos dias 1 e 2 de setembro, na comunidade que inspirou a peça após a cheia histórica do Rio Madeira, onde também serão ministradas oficinas aos moradores.

O diretor Rodrigo Vrech conta que captou nas pesquisas realizadas na comunidade o apreço que a população tem pela terra, pela cultura, pelo rio e principalmente pela história do lugar. “Todos sofreram muito com a enchente, mas a maioria nunca cogitou deixar Nazaré”, afirma.

Esse é o sentimento passado por Arigó (Elizeu Braga), que não troca a comunidade por São Paulo nem quando Neto (Cláudio Zarco) e Urbana (Andressa Silva) querem levá-lo. Os contos e lendas folclóricas que estão no imaginário popular da região ilustram a relação paradoxal do ribeirinho com a cidade grande em Saga Beradera, ressaltando a sensação de pertencimento entre os moradores de Nazaré.

Para Regina Morão o espetáculo superou as expectativas e foi muito gostoso. “O trabalho está lindo”, afirma.

De acordo com Ânderson de Souza Carvalho, cada detalhe fez da peça muito especial, pois os atores e direção são muito talentosos. “Continuem espalhando arte e cultura em Rondônia”, pede.

O espetáculo, contemplado com o Prêmio Funarte de Teatro Myriam Muniz 2014, do Ministério da Cultura, tem todas as suas apresentações e oficinas gratuitas.

Agenda

01/09 – Distrito de Nazaré – 20h – Igreja de Nazaré

02/09 – Distrito de Nazaré – 10h e 16h – Escola Francisco Desmorest

04/09 – Distrito de Cujubim

05/09 – Casa da Cultura Ivan Marrocos – 18h

08-09 – Escola Mariana – 20h

09/09 – Escola Juscelino Kubitschek – 10h30

09/09 – Escola Daniel Nery – 14h30

10/09 – Escola Petrônio Barcellos – 14h30

11/09 – Teatro Guaporé – 20h

14/09 – Unir Campus – 18h

 

Sinopse

Arigó (Elizeu Braga) vive no Distrito de Nazaré há muito tempo e com a cheia do Rio Madeira fica dois meses sem contato com familiares, sem telefone e abrigado, junto com outros populares, dentro de uma escola. Seu neto (Cláudio Zarco) que vive em São Paulo, mas nasceu na comunidade tenta entrar em contato com o avô e fica sabendo que ele está doente em situação de depressiva, pois diante dos acontecimentos foi levado para o Pronto-socorro João Paulo II, em Porto Velho.

O neto resolve vir para Porto Velho encontrar o avô e leva-lo para morar em São Paulo, acompanhado da esposa Urbana (Andressa Silva), que é o ponto de vista preconceituoso, o olhar estrangeiro sobre o ribeirinho.

tea2 tea3 tea1

Anúncios
Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Participe do debate. Deixe seu comentário