A contragosto de Deputada Federal, MEC libera curso de medicina em Vilhena à Unesc

Após intenso trabalho contrário a liberação do curso à Unesc, exercido por uma deputada federal ligada a uma faculdade concorrente, foi publicada no Diário Oficial da União nesta segunda-feira, 15, a autorização do Ministério da Educação para a instalação do curso de medicina em Vilhena. A Faculdade Unesc havia vencido a disputa para oferecer a graduação na cidade, mas o resultado estava sendo contestado na justiça.

Com a liberação do curso, a Unesc anunciou para o dia 22 de julho o vestibular, destinado a preencher as 50 vagas disponíveis. As aulas também começam ainda este ano, no mês de agosto, segundo informou a direção da entidade ao site de notícias da Região, FOLHA DO SUL.

A agilidade no início das atividades se deve ao fato de que, enquanto lutava na justiça para manter o direito de formar novos médicos em Rondônia, a faculdade continuou fazendo investimentos no campus de Vilhena, que foi recentemente vistoriado por uma Comissão de Monitoramento do MEC.

POLO UNIVERSITÁRIO

Com a autorização da graduação médica, Vilhena consolida sua vocação como pólo universitário. A chegada de novos estudantes deve aquecer vários setores da economia local.

 

 

Com informações de Folha do Sul

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *