Ação que investiga suposta propina a Campos é arquivada

Deflagrada em junho desde ano, a Operação Turbulência levou à prisão um dos donos do jato usado pelo ex-governador de Pernambuco

O Tribunal Regional Federal da 5º Região arquivou nesta terça-feira (8), no Recife, a ação penal relativa à Operação Turbulência, que investiga um suposto esquema de lavagem de dinheiro que teria beneficiado campanhas do PSB de Pernambuco.

Deflagrada em junho desde ano, a Operação Turbulência levou à prisão um dos donos do jato usado pelo ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos, o mesmo que o vitimou em um acidente aéreo na campanha presidencial de 2014.

A decisão foi tomada por 2 votos a 1 pelos desembargadores da Segunda Turma do Tribunal, que alegaram que a Procuradoria não teria apontado provas da suposta lavagem de dinheiro nem indicado beneficiários do esquema.

Em nota, o Ministério Público Federal em Pernambuco afirma que ainda não foi notificado da decisão do arquivamento. Cabe recurso da decisão no STJ (Superior Tribunal de Justiça).

Em agosto, a Procuradoria entrou com denúncia contra 18 pessoas a partir de investigação criminal sobre os donos do avião por Eduardo Campos.

Cerca de um mês antes, a operação resultou na prisão do o empresário João Carlos Lyra Pessoa de Melo Filho, um dos donos do jato, por suspeita de intermediar o pagamento de propina para campanhas de Campos e do senador Fernando Bezerra Coelho (PSB).

Lyra e outras duas pessoas, Eduardo Freire Bezerra Leite e Apolo Santana Vieira, são apontados como chefes do esquema e tiveram participação no arrendamento do avião usado por Campos.

Eles são acusados de formação de organização criminosa, lavagem de dinheiro, pagamento de propinas e crimes contra o sistema financeiro.

De acordo com o Ministério Público, os suspeitos teriam movimentado dinheiro de forma fraudulenta entre empresas de fachada e teriam consciência de que agiam de maneira ilícita.

O esquema teria vigorado entre 2010 e 2014 e movimentado cerca de R$ 600 milhões, segundo a Polícia Federal.

Anúncios
Painel Político, principal fonte de informações políticas de Rondônia. Com noticiário completo sobre economia, variedades e cultura.

Participe do debate. Deixe seu comentário