‘Achei que nunca mais veria meu filho’, diz mãe que viu criança ser levada por ladrão em roubo de carro

Criança foi encontrada abandonada em via do bairro dos Pimentas, em Guarulhos. Polícia começou perseguição e adolescente bateu veículo em Itaquaquecetuba.

A madrugada desta quarta-feira (29) será difícil de sair da memória da corretora de imóveis, de 34 anos, que teve o carro roubado e o filho de 6 anos levado no banco de trás do veículo. “Achei que nunca mais veria o meu filho. Eu percebi que era assalto e gritei para tirar o meu filho de dentro do carro. Mesmo assim, ele arrancou com o veículo na maior velocidade, levando meu filho. Quase desmaiei”, contou a corretora. Em entrevista ao G1, a mãe contou que gritou pedindo para tirar a criança e chegou a tentar abrir a porta do veículo.
“Quase desmaiei . Fui na maçaneta da porta, mas ninguém se importou. Ele fugiu em alta velocidade. Eu corri o risco de levar um tiro. Foi maldade. Sai no meio da rua, cai no chão e vi meu filho ir embora.”
Ela foi abordada quando chegava em casa, no Parque Jurema, em Guarulhos, por volta de 00h20 desta quarta-feira. A corretora contou ao G1 que ela e o filho, de 6 anos, voltavam do cinema e chegaram em casa por volta da meia-noite. Segundo a vítima, ao chegar perto da casa olhou e não viu ninguém na rua.
O pai da corretora a esperava no portão, quando ela parou o veículo na frente do imóvel. “Eu não sei de onde as duas motos surgiram. Veio uma moto da rua de baixo e eles já vieram para cima de mim. Um já foi querendo entrar dentro do carro, o rapaz que foi apreendido. Ele gritava, pedindo a chave do carro.”
De acordo com a corretora, depois de 12 minutos, ela recebeu uma ligação, informando o paradeiro da criança. Um rapaz que voltava da faculdade encontrou o menino abandonado em uma via no bairro dos Pimentas, em Guarulhos.
Ela disse que o menino sabe o número do celular dela e deu ao rapaz, que fez a ligação. “Ele falou que tinha encontrado o meu filho. Eu peguei o endereço da casa dele e fui buscá-lo lá. Ele estava gelado, assustado e tremendo.”

Segundo a mãe, a criança contou que só o suspeito que dirigia o carro estava no veículo e que ele corria demais. “Ele disse ainda que o rapaz mandava ele calar a boca e ficar quieto.”

Perseguição

De acordo com o boletim de ocorrência, registrado na delegacia de Itaquaquecetuba, como sabiam a placa do carro, os policiais foram até o limite dos municípios de Guarulhos e Itaquaquecetuba e encontraram o veículo. Neste momento, a criança já havia sido deixada.
De acordo com os policiais, o carro era acompanhado por uma moto. Eles perseguiram o veículo por 10 minutos até que o motorista bateu. Os suspeitos que estavam na moto fugiram. Ao revistar o adolescente que dirigia o carro, nada de ilícito foi encontrado com ele.
No veículo estavam os pertences da vítima. Ainda de acordo com a polícia, o jovem confessou o crime e disse ainda que abandonou a criança perto do local do roubo. Ele foi levado para a delegacia de Itaquaquecetuba. Em uma pesquisa, a polícia descobriu que o adolescente já tinha passagem por roubo. O jovem ficou apreendido.
O boletim de ocorrência foi registrado como ato infracional por roubo de veículo, localização, apreensão e entrega de veículo.
Fonte: g1.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *