Açúcar é mais prejudicial para a pressão que o sal, aponta estudo

Sal pode ser menos prejudicial à saúde de pacientes com pressão arterial elevada do que se pensava. De acordo com médicos do Mid America Heart Institute, um novo estudo descobriu que açúcares processados podem contribuir mais para a pressão alta e doenças cárdicas do que o sal.

James DiNicolantonio, do Mid America Heart Institute, afirma que evitar açúcares processados, tais como xaropes de milho, pode causar uma significativa redução na pressão arterial.

― O ideal é consumir alimentos naturais e evitar qualquer alimento processado. Se preocupe, principalmente, com alimentos com açúcares adicionados, como a sacarose e o xarope de milho.

Os pesquisadores observaram muitos estudos anteriores sobre a redução do sal na alimentação e viram que não tem tanto impacto na pressão arterial como se imaginava. Em seu estudo, DiNicolatonio descobriu que o açúcar causou mais impacto na pressão arterial do que o sal.
O cientista descobriu que as pessoas que restringiram a sua ingestão de sal, tiveram a pressão arterial sistólica (número superior) diminuída em apenas 4,8 pontos, e sua pressão diastólica (número inferior) diminuída em 2,5 pontos.

Em pacientes que ingeriram uma dieta rica em açúcar ― pelo menos 33% das calorias totais ingeridas pelo alimento ― a pressão arterial aumentou, em média, 7,6 pontos na sistólica e 6,1 pontos na diastólica.

― Os pacientes podem evitar esses açúcares que são potencialmente prejudiciais ao ter uma dieta rica em frutas e vegetais frescos.

Fonte:R7

Anúncios
Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Participe do debate. Deixe seu comentário