Advogado é preso por hipnotizar clientes para fins sexuais

Advogado de Ohio se declarou culpado de seis acusações de sequestro com específica motivação sexual

 Um advogado de Ohio que hipnotizada suas clientes para fins sexuais se declarou culpado de seis acusações. As informações são do site da revista Times .
Michael W. Fine, de 59 anos, levantou suspeita após uma cliente sair de uma reunião com lapsos de memória, desconforto na vagina e uma alça do sutiã caída. Ela voltou ao encontro seguinte com uma câmera escondida e o gravou a colocando em transe, dando ordens sexuais e dizendo que ela estava “fazendo amor com o maior amante do mundo”.

A vítima levou a gravação para a polícia, que a convenceu a voltar ao escritório usando dispositivos de áudio. Quando Michael a hipnotizou novamente, os oficiais invadiram a sala e o prenderam. Quando o caso de tornou público, outras mulheres se apresentaram relatando eventos semelhantes.

Na última segunda-feira (12), Fine se declarou culpado de cinco acusações de sequestro e uma tentativa de sequestro, todas com uma especifica motivação sexual. Em novembro ele voltará ao tribunal para ouvir a sentença. Seus advogados pretendem fechar um acordo judicial para que ele passe 12 anos na prisão.

Anúncios
Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Participe do debate. Deixe seu comentário