ANP encontra combustível adulterado em postos da BR, Shell e Ipiranga

Um comunicado da Agência Nacional de Petróleo (ANP) revela que foi encontrado combustível adulterado em postos da Ilha do Governador, no Rio, das marcas Ipiranga, Shell e BR. A agência detectou álcool misturado com metanol no último dia 10.

Trata-se de um risco grave à saúde pública, já que o metanol afeta o sistema nevoso, pode provocar cegueira e câncer.

A ANP informa ainda que os postos foram interditados e o combustível retirado do mercado para ser reprocessado.

Também foram realizadas ações de fiscalizações nas distribuidoras que forneceram aos postos. A ANP determinou a imediata suspensão de fornecimento até o resultado da análise das coletas.

Ainda de acordo com a agência fiscalizadora, será aberto processo administrativo. Os distribuidores e revendedores estarão sujeitos a multas de R$ 20 mil a R$ 5 milhões.
por Carolina Barbosa e Ernesto Neves

Atualização

Em nota, a Raizen, marca licenciada da marca Shell no Brasil, informa que “foi identificada uma substância que não deveria estar presente no etanol comercializado em alguns pontos de venda no Grande Rio. O produto já foi retirado do sistema de distribuição e a comercialização de etanol foi suspensa na região e o mesmo vendo sendo substituído e o processo estará concluído nas próximas 24 horas. Os pontos de venda que já receberam o novo lote comercializam normalmente o etanol”.

Coluna Radar, de Veja.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *