Anvisa aprova medicamento para prevenção do AVC

Medicamento inédito ajuda também a reduzir riscos de embolia pulmonar e trombose venosa

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou nesta terça-feira (6) um novo medicamento que evita a coagulação do sangue e, assim, previne condições como o AVC (Acidente Vascular Cerebral).

O produto inédito no país trata-se de um anticoagulante, que tem como nome comercial Lixiana (edoxabana). A droga é produzida pela empresa de origem japonesa Daiichi Sankyio Brasil Farmacêutica Ltda.

De acordo com a Anvisa, o medicamento traz duas indicações terapêuticas específicas:
  • Redução do risco de acidente vascular cerebral (AVC) ou embolia sistêmica em pacientes adultos com fibrilação atrial não valvar (FANV)
  • Tratamento de tromboembolismo venoso (TEV) em pacientes adultos, incluindo trombose venosa profunda (TVP) e embolia pulmonar (EP), além de prevenção de TEV recorrente (TVP ou EP).

O medicamento edoxabana faz parte da classe de novos anticoagulantes que passaram a ser

pesquisados por volta dos anos 2000. O medicamento se une a um composto que coagula o sangue (fator Xa), e impede sua ação, sendo assim nomeadas de terapias de ação direta.

Ao contrário das drogas antigas, as terapias atuais não interagem com a alimentação, aumentando a eficácia do produto e melhorando a qualidade de vida do paciente.

Fonte: terra.com

Anúncios
Painel Político, é um blog de notícias de Rondônia, com informações sobre política regional, nacional, economia, jurídico e variedades. Siga-nos nas redes sociais, visite-nos diariamente e fique sempre bem informado.

Participe do debate. Deixe seu comentário