Anvisa suspende fabricação de creme antirrugas

Agência orienta consumidor a interromper uso do creme Risotex

Indicado para o tratamento de rugas e manchas, o creme Risotex, fabricado pela Labocortex, teve a fabricação, distribuição, divulgação e comercialização suspensa em todo o país pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Para os consumidores, a orientação é que interrompam o uso do produto.

Segundo a agência reguladora, foram detectadas irregularidades em inspeção de boas práticas na fabricante do creme.

A Anvisa também determinou que a fabricante faça o recolhimento do estoque do produto existente no mercado.

COM A PALAVRA, A RISOTEX:

Nota de compromisso com o cliente

A marca Risotex em conformidade com a ação realizada pela Anvisa e reafirmando o compromisso com o cliente, informa que todas as medidas necessárias para a regularização do laboratório já foram realizadas e aprovadas pela Autoridade Sanitária.

Acreditando na relação de transparência e confiança que temos com o mercado e principalmente com os nossos clientes, para maiores esclarecimentos disponibilizamos a documentação comprovando a atual situação da empresa.

Em 21 de agosto de 2017, recebemos a interdição cautelar e suspendemos a fabricação para cumprir com a determinação da Anvisa, para ampliação de espaço de fabricação dos produtos. Dentro de quatro meses cumprimos com a determinação e recebemos a desinterdição em 13 de dezembro de 2017, desde então, fomos autorizados a retomar a produção.

Diário Oficial – Suspensão Anvisa
Anúncios
Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Participe do debate. Deixe seu comentário