Ataque da Frente contra Aleppo mata 84 e deixa 280 feridos

A Frente al-Nusra, apoiada por outros grupos armados, também intensificou a sua ofensiva contra Aleppo

A Frente al-Nusra matou 84 e feriu cerca de 300 pessoas em Aleppo nos últimos três dias, diz-se no comunicado do exército sírio, divulgado na segunda-feira (31).

O comunicado informa também que a Frente al-Nusra, apoiada por outros grupos armados, intensificou a sua ofensiva contra Aleppo.

“O grupo terrorista Frente al-Nusra e uma série de grupos afiliados continuam intensificando os ataques contra a cidade de Aleppo de várias direções, aproveitando a trégua”, diz-se no documento.

Além disso, se destaca que, em resultado destes ataques dos militantes, foram mortas 84 pessoas e mais 280 ficaram feridas.

Ao longo das últimas semanas, Aleppo tem sido o grande campo de batalha entre forças de Damasco, jihadistas e numerosos grupos da oposição armada. O acordo de cessar-fogo estabelecido entre Rússia e Estados Unidos no início de setembro para aliviar essa situação na região entrou em colapso poucos dias depois do seu início.

A Síria como um todo se encontra mergulhada em uma sangrenta guerra civil desde 2011, com opositores moderados e extremistas tentando a todo custo derrubar o regime do presidente Bashar Assad, cuja permanência no cargo é objeto de acirradas discussões entre os negociadores internacionais.

Anúncios
Painel Político, principal fonte de informações políticas de Rondônia. Com noticiário completo sobre economia, variedades e cultura.

Participe do debate. Deixe seu comentário