Atropelador de Nova York gritou ‘Deus é grande’, dizem testemunhas

NOVA YORK — O autor do atropelamento em Manhattan, que deixou até seis mortos e 15 feridos, gritou “Deus é grande”, disseram testemunhas à imprensa local. A polícia confirmou o relato das testemunhas e deteve um suspeito. A investigação sobre a motivação está em andamento.

O cantor Josh Groban foi uma das testemunhas do atropelamento. Groban contou no Twitter que estava andando com seu cachorro quando ouviu tiros.

“Meu Deus, acabei de ouvir tiros e corri com meu cachorro”, Groban escreveu no Twitter.

Uma outra testemunha, identificada como Eugene, contou à ABC que viu uma caminhonete dirigir rápido contra a ciclovia, atropelando diversas pessoas. Eugene também relatou ter ouvido cerca de nove ou dez tiros.

Ezequiel Gonzalez, de 18 anos, estava na escola próxima ao local do atropelamento e contou ao “Daily Mail” o que viu:

— Vi ambulâncias chegarem e a escola proibiu todos de entrarem e saírem.

Já John Williams, de 22 anos, disse ao “Daily Mail” que 30 segundos após ouvir tiros, viu um homem caído no chão e outro sendo preso.

Fonte: oglobo

Anúncios
Painel Político, é um blog de notícias de Rondônia, com informações sobre política regional, nacional, economia, jurídico e variedades. Siga-nos nas redes sociais, visite-nos diariamente e fique sempre bem informado.

Participe do debate. Deixe seu comentário