Barroso é relator de pedido da PGR para impugnar candidatura Lula

O ministro já havia sido sorteado conduzir decisão sobre o registro. Prazo para troca de candidatos na chapa termina em 17 de setembro

A contestação da candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva apresentada pela procuradora-geral da República, Raquel Dodge, será decidida pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luís Roberto Barroso, no âmbito do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

A contestação foi apresentada na noite de quarta-feira (15/8), logo após o registro da chapa petista na Justiça Eleitoral. Barroso foi sorteado também como relator do próprio pedido de registro da chapa Lula/ Haddad no TSE na noite de quarta.

Além do pedido da procuradora, mais dois pedidos de impugnação chegaram ao TSE. Um foi feito pelo Movimento Brasil Livre e outro pelo ator Alexandre Frota. Estes dois pedidos foram distribuídos, respectivamente para os ministros Admar Gonzaga e Tarcísio Vieira.

O ministro terá que levar o caso ao plenário do TSE até o dia 17 de setembro. O calendário eleitoral aponta esta data como prazo final para que os partidos substituam seus candidatos, a tempo de os novos nomes entrarem na urna.

Fonte: metropoles

Anúncios
Painel Político, é um blog de notícias de Rondônia, com informações sobre política regional, nacional, economia, jurídico e variedades. Siga-nos nas redes sociais, visite-nos diariamente e fique sempre bem informado.

Participe do debate. Deixe seu comentário