Campanha da Catuaba Selvagem recebe advertência do Conar

Órgão que regulamenta a publicidade entendeu que o comercial estabelece uma relação direta entre sensualidade e o consumo de bebida

A fabricante do produto Catuaba Selvagem, bebida alcoólica que virou sensação no Carnaval deste ano, recebeu uma advertência do Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária (Conar) por conta da campanha “É preciso amar as pessoas como se elas fossem Catuaba”.

De acordo com o colunista Lauro Jardim, do jornal O Globo, o órgão entendeu que o filme faz ligação com o consumo da bebida e a sensualidade. É que há uma norma no Conar que proíbe peças publicitárias de usarem a sensualidade como tema principal de campanhas.

A Catuaba Selvagem não vai ter que tirar o filme do ar, mas a advertência sugere que a empresa fique atenta com suas propagandas.

Anúncios
Painel Político, principal fonte de informações políticas de Rondônia. Com noticiário completo sobre economia, variedades e cultura.

Participe do debate. Deixe seu comentário