Dos 165 candidatos a governador de 26 Estados e do Distrito Federal, 63 são alvos de ações na Justiça ou em Tribunais de Contas. Eles respondem por 327 ocorrências, sendo que 46 já foram condenados. Os números foram levantados pelo projeto Quem Quer Virar Excelência, da Transparência Brasil.

Segundo informações do site da organização, foram pesquisadas ocorrências em mais de 120 fontes.

Os números mostram que 36 processados (mais da metade) respondem por irregularidades referentes ao exercício da função pública. São 249 os processos que se enquadram nessa categoria.
No entanto, vale lembrar que os políticos podem ter se declarado inocentes no decorrer do julgamento e não estão necessariamente envolvidos nas irregularidades. Mesmo aqueles que foram condenados podem escapar de restrições da Lei da Ficha Limpa que os impedem de ser considerados “ficha suja”.

Os únicos que ocuparam cargos e chegaram a ser cassados são José Roberto Arruda (PR), Cássio Cunha Lima (PSDB), Mão Santa (PSC) e Marcelo Miranda (PMDB).

O projeto levantou também dados dos candidatos à Presidência da República. Não foram encontradas nenhuma ocorrência envolvendo os nomes de Dilma Rousseff (PT), Marina Silva (PSB) e Aécio Neves (PSDB), presidenciáveis que estão à frente das pesquisas de intenções de votos.

Fonte: Terra

Alan Alex

Alan Alex

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *