Ele precisou de antibióticos e um tratamento com gel diariamente para descascar as camadas de sujeira que se formaram sobre seus pelos

Augustus era um cão de rua tão horrivelmente negligenciado que ele nem se parecia com um cão. Na verdade, ninguém poderia dizer qual era a sua raça. As pessoas da cidade tratavam o pobre bicho como um monstro, gritando com ele e atirando pedras e paus. Mas uma vez que o surpreendente pessoal do Heart of Alabama Save Rescue Adopt (HASRA) viu sua foto, decidiram resgatá-lo e dar a segunda chance de uma nova vida. Ele foi o pior caso de abuso e negligência qeu esta equipe já presenciou.

[su_frame align=”right”] [/su_frame]Augustus teve que ser hospitalizado e tratado por semanas. Precisou de antibióticos e um tratamento com gel diariamente para descascar as camadas de sujeira que se formaram sobre seus pelos. Lentamente as camadas saíram e a equipe desaconfiou que ele foi vítima de queimaduras.

Augustus foi transferido para o santuário do HASRA e continuou com seu tratamentos diário de óleos e banhos; ele amava as rotinas de limpeza e começou a sentir o conforto e carinho de novo.

Apesar de uma vida de dor e negligência, o cãozinho passou por seu tratamento com os olhos cheios de gratidão e amor. Quanto mais ele se recuperava, mais ele se revelava o filhote mais amoroso. Quando a equipe começou uma página no Facebook para ele, amantes dos animais de todo o mundo se apaixonaram e passaram a seguir o seu progresso.

Augustus já tem uma humana para chamar de sua, Jordan, e ela se sente abençoada por ser a sortuda que adotou este milagre vivo.

Lembre-se, ninguém tinha idéia de qual era a sua raça, mas depois, livre das escamas, feridas e e infecções dolorosas a gente nem acredita que este border collie lindo é o mesmo animal que aparece no início do vídeo.

Com informações do MDIG

Anúncios
Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Participe do debate. Deixe seu comentário