Cármen Lúcia recebe presidente do TRF-4 para falar sobre julgamento de Lula

A presidente do Supremo Tribunal Federal ministra Cármen Lúcia irá se reunir nesta segunda-feira (15/1) com o desembargador Thompson Flores, presidente do Tribunal Regional Federal da 4ª Região, para falar sobre o julgamento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, marcado para o dia 24 de janeiro.

Em pauta estão as questões de segurança para o dia do julgamento, que tem motivado uma série de alterações na corte. O Tribunal Regional Federal da 4ª Região irá suspender os prazos processuais nos dias 23 e 24.

O prefeito de Porto Alegre, Nelson Marchezan Jr (PSDB), pediu apoio da Força Nacional e do Exército, dizendo temer pela segurança da capital no dia do julgamento. Porém, o ministro da Defesa, Raul Jungmann, disse que a pasta não concordava com a ideia e que apenas o governador poderia pedir.

Mudança de hábito

No dia 23, o TRF-4 funcionará das 8h às 12h. No dia 24, não haverá expediente, exceto para os servidores diretamente envolvidos com o julgamento.

A corte também prometeu que vai separar uma sala com telão para autoridades que forem à corte acompanhar o julgamento do ex-presidente Lula. O pedido foi feito pelo deputado federal Paulo Pimenta (PT-RS), porque a sala de sessão será reservada somente para advogados e partes.

Pimenta liderou um grupo de deputados petistas das bancadas federal e estadual do RS que fez uma “visita de cortesia” ao TRF-4. O objetivo, segundo a nota de imprensa, era ‘‘oferecer cooperação’’ para que as manifestações do dia 24 ocorram de forma pacífica.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *