Mulher tem parada cardiorrespiratória após engasgar com pedaço de carne no DF

On : --

Vítima, de 28 anos, almoçava com família quando passou mal. Ela foi levada a hospital em estado instável Uma mulher de 28 anos sofreu parada cardiorrespiratória após engasgar com um pedaço de carne em uma churrascaria, na tarde deste domingo (14), em Taguatinga, no Distrito Federal. Após ser atendida, ela …

Anúncios

Irmão da dupla Zezé e Luciano, Wellington Camargo é preso em Goiânia por não pagar pensão

On : --

Segundo Polícia Civil, irmão de Zezé e Luciano foi encaminhado à Central de Flagrantes e levado à unidade prisional de Senador Canedo, na Grande Goiânia

O cantor Wellington Camargo, irmão da dupla Zezé di Camargo e Luciano, foi preso, na terça-feira (29), por não pagar uma pensão alimentícia, em Goiânia. De acordo com a assessoria de imprensa da Polícia Civil, ele foi levado à Central de Flagrantes da corporação e, na sequência, foi encaminhado à Unidade Prisional de Senador Canedo, na Região Metropolitana da capital.

Wellington Camargo foi preso pela Polícia Militar na noite de terça-feira, no Jardim América, na região sul de Goiânia. O cantor se separou de Yara Silva em 2017. No registro do sistema da Polícia Civil, conforme informou a assessoria da corporação, consta que a prisão foi por dívida de uma pensão alimentícia, mas não revela a quem nem o valor.

O Tribunal de Justiça de Goiás (TJ-GO) informou que não tem como se pronunciar sobre o assunto, pois casos desta natureza tram..

Justiça do Rio manda soltar Doutor Bumbum

On : --

Cirurgião Denis Furtado responde a processo por homicídio doloso duplamente qualificado da bancária Lilian Calixto, e associação criminosa

O médico Denis Cesar Barros Furtado, conhecido como Doutor Bumbum , deixará a prisão, no Rio de Janeiro, ainda nesta quarta-feira (30). O cirurgião, que foi preso no ano passado, só aguarda a chegada do seu alvará de soltura ao Complexo Penitenciário de Gericinó, em Bangu, na zona oeste do estado.

A decisão de soltar o Doutor Bumbum foi tomada pelos desembargadores da 7ª Câmara Criminal do Rio de Janeiro, nesta terça-feira (29). Denis estava preso preventivamente desde julho do ano passado, acusado de ser o responsável pela morte da bancária Lilian Calixto, ocorrida no mesmo mês, após a realização de um procedimento estético.

Em seu habeas corpus, os magistrados resolveram substituir a prisão por medidas cautelares como a proibição de deixar o Rio de Janeiro sem autorização da Justiça e de sair de casa à noite. O médico também deverá se apresenta..

Mãe é presa ao deixar filhas de 5 e 7 trancadas em casa por 48h para ir em festa de Porto Velho

On : --

Mulher teria saído de casa no domingo (27) e só foi localizada no final da tarde de terça-feira(29). Meninas foram levadas ao Lar do Bebê

Uma jovem de 25 anos foi presa na noite da última terça-feira(29), por abandono de incapaz, em uma residência localizada na rua Campos Sales, no Bairro Areal, Zona Sul de Porto Velho. Segundo a Polícia Militar(PM), as duas crianças, de 5 e 7 anos, estavam sozinhas, e trancadas no local desde o domingo (27), quando a mãe teria saído para uma festa.

De acordo com o boletim de ocorrência, a PM foi chamada ao Conselho Tutelar do município após uma testemunha ter retirado as crianças da residência as levado ao Lar do Bebê. De acordo com a conselheira responsável pelo caso, uma das meninas teria informado que chegou a ser abusada sexualmente pelo padrasto.

A mãe das crianças só foi localizada no fim da tarde da última terça-feira (29), após várias tentativas de contato. Segundo o boletim, a jovem teria confirmado aos agentes ter deixado as crianças sozi..

Após matar médica no DF, motorista finge ser ela no WhatsApp durante 2 meses para enganar família

On : --

Homem movimentou cerca de R$ 200 mil da conta bancária da vítima, diz delegado. Ele foi preso nesta segunda-feira e confessou crime

A Polícia Civil do Distrito Federal prendeu, nesta semana, um homem de 32 anos suspeito de matar uma médica do Hospital Regional de Taguatinga (HRT). Segundo a investigação, ele usou o WhatsApp de Gabriela Cunha, de 44 anos, por dois meses – mandando mensagens para a família e se passando pela vítima.

O crime ocorreu em 24 de outubro do ano passado, quando o suspeito era motorista particular de Gabriela. Na época, ela era diretora-geral do hospital. Detido pela Divisão de Repressão a Sequestros, o homem confessou o crime.

Nos dois meses em que se passou por Gabriela, o motorista movimentou cerca de R$ 200 mil da conta bancária da vítima. De acordo com o Portal da Transparência, ela recebia salário mensal de R$ 17 mil.

Chefe da investigação, o delegado Leandro Ritt afirma que, por causa da vida atribulada, Gabriela deu uma procuração de plenos poderes a..