Adolescente mata amiga com tiro na cabeça após pegar arma do pai em condomínio de luxo em Cuiabá

Painel Político - https://revista.painelpolitico.com

Uma adolescente de 14 anos morreu na noite desse domingo (12) depois de ser atingida por um tiro acidental feito pela amiga dela, em um condomínio de luxo, em Cuiabá. De acordo com a Polícia Militar, a jovem que atirou tem a mesma idade e pegou a arma do pai dela, que é atirador esportivo. 

A vítima, Isabele Guimarães Ramos, 14 anos, foi atingida por um tiro na cabeça. Uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi ao local, mas ela já havia morrido. Ela foi encontrada no banheiro da residência. 

A situação ocorreu por volta de 22h30 no condomínio Alphaville 1, localizado no bairro Jardim Itália. 

Segundo a PM, o acidente ocorreu na casa da adolescente que atirou. O local foi isolado e a Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), assim como perícia técnica, também foram chamados. 

Na residência foram encontradas sete armas de fogo que pertencem ao pai da jovem que disparou. 

Não há informações se havia outros adolescentes no local ou se algum adulto estava na casa. 

Isabele era filha do médico neurocirurgião Jony Soares Ramos, de 49 anos, que morreu em um acidente, em junho de 2018 na Rodovia Emanuel Pinheiro (MT-251), em Cuiabá. Ele pilotava uma motocicleta e atropelou uma vaca.

Via G1/MT

Adolescente mata irmã de 10 anos com marteladas após briga por tablet

Painel Político - https://revista.painelpolitico.com

O rapaz de 15 anos disse, em depoimento, que matou a irmã porque ela “encheu o meu saco”

Um crime bárbaro chocou a cidade de Taraz, no nordeste do Cazaquistão. Um adolescente de 15 anos matou a irmã, de 10 anos, com golpes de martelo, enquanto ela dormia, após uma briga pelo uso do tablet. Segundo a imprensa local, depois de assassinar a irmã, o jovem, chamado de Aleksey, a levou para rua e a colocou em frente ao portão de vizinhos.

Pela manhã, ele trocou de roupas e foi ao quarto dos pais. Aleksey disse que a irmã “havia desaparecido”. A família chamou a polícia, que encontrou Luda com os ossos do crânio quebrados. Os paramédicos foram chamados, mas já era tarde demais.

Uma vizinha contou que ouviu uma briga durante a noite anterior pelo tablet. Luda queria usar o equipamento para estudar, enquanto o irmão gostaria de jogar. “Logo depois, vi ele carregando um martelo”, contou Shynar Myrzakhmetova à imprensa local.

O irmão logo confessou o crime, e a polícia encontrou o martelo e as roupas dele sujas de sangue. De acordo com as leis do país, Aleksey pode pegar até 15 anos de prisão se for condenado. Durante o interrogatório, ele disse que matou a irmão porque ela “encheu meu saco”.

Via Metropoles

Sete pessoas, com idades de 15 a 30 anos que estavam em um Pálio morrem em acidente

Painel Político Revista - https://revista.painelpolitico.com

Automóvel em que as vítimas estavam bateu de frente com o outro veículo, por volta das 6h30 deste domingo (19), no interior de SP

Sete jovens morreram em um acidente entre em um carro e um ônibus na manhã deste domingo (19) na estrada vicinal Alcídio Balbo, entre Sertãozinho (SP) e o distrito Cruz das Posses.

Assine nosso canal no Telegram e receba conteúdos exclusivos

Segundo as primeiras informações da Polícia Militar Rodoviária, as sete vítimas estavam em um Palio. O motorista perdeu o controle da direção em uma curva, próximo ao Trevo do A, invadiu a pista contrária e o veículo bateu de frente com o ônibus.

Siga-nos no GoogleNews

Três mulheres e quatro homens, com idades de 15 a 30 anos, estavam no carro. Todos morreram no local. O motorista do ônibus, que não transportava passageiros, não sofreu ferimentos.

Equipes do Corpo de Bombeiros foram acionados para resgatar as vítimas das ferragens e contaram com apoio da concessionária Entrevias para o trabalho.

Ainda de acordo com as primeiras informações obtidas no local, as vítimas tinham saído de uma festa no bairro Colina de São Pedro. Com G1/SP

Mais uma tragédia sobre a família Kennedy: Neta e bisneto de Bob Kennedy embarcam em canoa e desaparecem nos EUA

Painel Político Revista - https://revista.painelpolitico.com

Família Kennedy é marcada pela tragédia

Maeve Kennedy Townsend McKean, de 40 anos, e o filho dela, Gideon Joseph Kennedy McKean, 8, desapareceram após saírem em uma canoa em Chesapeake Bay, nos Estados Unidos. Eles são, respectivamente, neta e bisneto de Robert F. Kennedy (Bob Kennedy), que foi procurador-geral dos EUA e irmão do ex-presidente John F. Kennedy. As informações são do jornal The Washington Post desta sexta-feira (3).

O marido de Maeve, David McKean, relatou que eles “foram mais longe do que sabiam lidar e não conseguiam retornar”. Segundo ele, foi um dia de muitos ventos e em que a correnteza estava mais forte que o habitual.

Maeve e seu filho Gideon

O caso aconteceu na quinta (2) em Chesapeake Bay, em um local próximo da casa de Maeve, em Shady Side, litoral do estado de Maryland.

Equipes de busca com barcos e helicópteros estão em ação no local. Uma canoa com característica semelhante a que era usada por mãe e filho foi localizada.

Maeve é diretora-executiva de saúde da Universidade de Georgetown.

Gideon Joseph Kennedy McKean em imagem publicada em rede social pela mãe, Maeve — Foto: Twitter / via AP Photo
Gideon Joseph Kennedy McKean em imagem publicada em rede social pela mãe, Maeve — Foto: Twitter / via AP Photo

Maeve Kennedy Townsend McKean e filhos — Foto: Reprodução / Facebook
Maeve Kennedy Townsend McKean e filhos — Foto: Reprodução / Facebook

Robert Kennedy foi assassinado no Hotel Ambassador, em Los Angeles — Foto: Getty Images
Robert Kennedy foi assassinado no Hotel Ambassador, em Los Angeles — Foto: Getty Images

Família marcada pela tragédia

A família Kennedy é marcada pela tragédia. O avô Robert F. Kennedy foi morto a tiros meio século atrás, na noite em que comemorou vitória do Partido Democrata na Califórnia para as eleições presidenciais de 1968. Cinco anos antes, o irmão mais velho de Robert, o presidente John Fitzgerald Kennedy, havia sido assassinado em Dallas, Texas.

O irmão mais velho de ambos, Joseph Kennedy, morreu em 1944 durante a Segunda Guerra Mundial. Uma irmã, Kathleen, morreu quando um avião caiu na França em 1948.

Em 1984, David Kennedy, filho de Robert, morreu de overdose de drogas e, em 1997, outro de seus filhos, Michael, morreu em um acidente enquanto esquiava.

Em 1999, John Kennedy Jr, filho do presidente assassinado, sua esposa, Carolyn, e sua cunhada morreram quando o avião em que estavam viajando ao largo da costa de Martha’s Vineyard (Massachusetts) caiu.

Em 2011, a esposa de Robert Kennedy Jr (filho de Robert F. Kennedy), Mary Richardson, cometeu suicídio.

Em 2019, outra neta de Robert F. Kennedy, Saoirse Kennedy Hill, morreu aos 22 anos como resultado de uma overdose acidental de drogas.

Com G1

Número de mortos do naufrágio de barco no Amapá sobe para 29

Painel Político Revista - https://revista.painelpolitico.com

Mais quatro corpos de ocupantes do barco Anna Karolinne III foram encontrados e resgatados pelo Corpo de Bombeiros. Buscas por desaparecidos continuam

Mais quatro corpos de vítimas do naufrágio do barco Anna Karolinne III, no Amapá, foram localizados e resgatados pelo Corpo de Bombeiros, aumentado para 29 o número de mortos na tragédia, segundo informações divulgadas pelo Comando da Marinha. O acidente aconteceu na madrugada de sábado (29), a cerca de 100 quilômetros do município de Laranjal do Jari, no sul do estado. Oito pessoas estão desaparecidas.

As buscas aos desaparecidos continuam nesta sexta-feira (6) e, segundo a Marinha, além das equipes do Corpo de Bombeiros, 39 militares da Marinha participam também das ações, com o apoio das embarcações: Aviso Hidroceanográfico Fluvial Rio Xingu e Aviso Balizador Marco Zero, uma lancha ETP Lampejo, além de um helicóptero modelo UH-15 (Super Cougar), do 1° Esquadrão de Helicópteros de Emprego Geral do Norte.

Segundo o Corpo de Bombeiros, a quantidade exata de pessoas que estavam a bordo do Anna Karolinne, no momento do naufrágio, ainda é incerta, pois o controle de passageiros era feito de forma precária. Quarenta e nove pessoas foram resgatadas com vida.

Na quarta-feira (4), foi aberto processo de contratação emergencial de uma empresa capaz de içar o barco naufragado, que pode ser consultado na Central de Licitações e Contratos do governo do Amapá. A responsabilidade técnica pela escolha da prestadora do serviço ficará a cargo do Corpo de Bombeiros.

Segundo o subprocurador-geral do estado, Thiago Lima Albuquerque, “A intenção é contratar uma empresa o mais rápido possível para que possa prestar o serviço de reflutuação de embarcação submersa e retirar o navio do local do naufrágio.”

A Marinha do Brasil reitera a mobilização total da Capitania dos Portos do Amapá para analisar o plano de reflutuação da embarcação com a maior brevidade possível, após o seu recebimento, a fim de aprová-lo, de acordo com as normas vigentes, e, assim, permitir que a empresa contratada pela Defesa Civil execute o plano de reflutuação da embarcação. Via Agência Brasil

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleppy
Sleppy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %

MPF abre procedimento criminal para apurar circunstâncias de naufrágio no sul do Amapá

Painel Político Revista - https://revista.painelpolitico.com

Além de investigar eventuais infrações penais, em razão da provável inobservância das normas de segurança da navegação, será investigada a possibilidade de atentado contra a segurança do transporte fluvial

O Ministério Público Federal (MPF) instaurou procedimento de investigação criminal, nesta segunda-feira (2), para apurar as circunstâncias do naufrágio do navio Anna Karoline III. O órgão visa a identificar possível prática de infrações penais, em razão de eventual descumprimento de normas básicas de segurança aquaviária, como sobrecarga e irregularidades quanto ao número e à alocação de coletes salva-vidas na embarcação. Informações sobre a documentação do navio e de seus responsáveis foram requisitadas à Capitania dos Portos, à Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq) e à empresa de navegação Erlon Rocha Transporte Ltda.

Compete ao MPF investigar o evento, uma vez que ocorreu em rio de domínio da União, entre os estados do Amapá e Pará. Além de apurar as circunstâncias do naufrágio, que podem indicar a ocorrência de infrações penais, o órgão vai investigar provável atentado contra a segurança do transporte fluvial.

Naufrágio

 O navio Anna Karoline III partiu de Santana, a 17 km da capital Macapá , com destino a Santarém, no Pará, no fim da tarde da última sexta-feira (28). O naufrágio ocorreu a aproximadamente 100 quilômetros do ponto de partida, na madrugada do último sábado (29). Não há confirmação da existência de lista oficial de passageiros.

Segundo informações prestadas pelo Corpo de Bombeiros do Amapá, até o início da noite desta segunda-feira, foram resgatadas 46 pessoas vivas e 18 mortas. Estima-se que ainda haja 12 desaparecidas, das 30 informadas a princípio. O número de vítimas foi estimado pela corporação a partir da declaração de sobreviventes e familiares. Via MPF

VOTE NA ENQUETE

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleppy
Sleppy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %

Pelo menos 13 pessoas morreram em naufrágio no rio Amazonas, no Pará

Painel Político Revista - https://revista.painelpolitico.com

Outras 46 pessoas foram resgatadas. Navio transportava entre 60 e 70 passageiros e teve problemas na madrugada do sábado (29)

Subiu para treze o número de mortos no naufrágio de um navio no Sul do Amapá, informou governo do Estado na noite de domingo (1°). Outras 46 pessoas foram resgatadas e as buscas seguem em andamento – a embarcação tinha de 60 a 70 pessoas.

Inicialmente, o Corpo de Bombeiros havia informado 16 pessoas estavam desaparecidas. Mas, neste domingo, o comandante da corporação, coronel Janary Picanço, disse que não há um número oficial, pois a embarcação não tem uma lista de passageiros para orientar as buscas da corporação.

Dez corpos estão no município de Gurupá (PA) e aguardam o traslado para Macapá, onde passarão pelo processo de identificação. Entre as vítimas, duas já foram identificadas: Sudelma Araújo e Marlene Souza Alves.

“A gente está buscando agilizar a remoção dos corpos que foram encontrados para que a gente possa fazer necropsia, identificação e entrega desses corpos a família”, disse Picanço.

O naufrágio do Anna Karoline 33 ocorreu na madrugada de sábado (29), próximo à Ilha de Aruãs e à Reserva Extrativista Rio Cajari, no Rio Jari (veja no mapa abaixo). A região fica a 130 km de Macapá, em uma região de difícil acesso e comunicação – o chamado de socorro foi feito às 5h, e o helicóptero de resgate do governo do estado só chegou ao local por volta das 14h.

Estão no local 18 mergulhadores de resgate dos Bombeiros do Amapá e Pará, além de duas embarcações da Marinha do Brasil. A partir desta segunda (2), um helicóptero de grande porte vai auxiliar no translado. Além disso, onze militares da Marinha vão auxiliar no trabalho.

As causas do acidente ainda não foram divulgadas. O comandante disse à Marinha que um vento forte atingiu a embarcação e derrubou passageiros na água. Um inquérito foi instaurado para investigar o caso.

A empresa dona do navio, Erlonave, informou que a embarcação estava alugada para um terceiro, que não sabe as causas do acidente, e que se solidariza com os sobreviventes e os familiares das vítimas. Via G1

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleppy
Sleppy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %

Mulher que decepou pênis do irmão é encontrada morta e ex-marido assume o crime

Painel Político Revista - https://revista.painelpolitico.com

Ela teve mãos e pernas amarradas antes de ser morta

Uma família marcada por tragédias. Franciele de Lima Meira Carmo, 27 anos, foi encontrada morta neste sábado (15), com pés e mãos amarrados dentro da própria casa em Palotina, oeste do Paraná. O ex-marido, de 27 anos, foi preso no dia seguinte e assumiu o crime.

Franciele foi acusada, no ano passado, de decepar o pênis do irmão, de 13 anos, suspeito de abusar da filha dela, de 3 anos. Este crime ocorreu em Francisco Alves (PR).

A polícia chegou a trabalhar com a hipótese de que o assassinato de Franciele poderia ter relação com o crime contra o irmão, mas o ex-marido confessou que a matou por desentendimentos do casal.

O homem, que até então teria sido quem encontrou o corpo da ex-companheira e avisou a polícia,  acabou preso por ter cometido o crime de feminicídio.

Franciele foi encontrada com os pés e mão amarradas e com um corte profundo no pescoço.

Eles tinham o histórico de brigas e discussões de casal, além de que ele já havia sido preso em 2019, pelo crime de Violência Doméstica – Lei Maria da Penha, por ter agredido Franciele em Francisco Alves.

Com informações da banda B e ViolaNews

||+destaques

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleppy
Sleppy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %

PM flagra esposa e amante ao chegar em casa mais cedo e mata os dois

Painel Político Revista - https://revista.painelpolitico.com

Caso aconteceu no Maranhão

Um militar identificado como Carlos Eduardo foi preso, neste sábado (25), após matar a própria esposa e um homem, que seria amante dela, no Condomínio Pacífico I, no bairro Vicente Fialho, em São Luís.

Segundo a testemunhas, Carlos Eduardo teria chegado mais cedo em casa e flagrado a esposa, identificada como Bruna Lícia, junto com um rapaz, que ainda não teve identidade divulgada. Irritado, o militar teria efetuado sete disparos contra os dois, que morreram na hora.

Dos sete disparos, ainda segundo as testemunhas, dois acertaram Bruna e os outros cinco o homem ainda não identificado.

Após o crime, Carlos Eduardo teria entregado a arma para o tio, que é sargento da polícia, e foi levado para a Superintendência Estadual de Investigação de Homicídios e Proteção à Pessoa (SHPP).

Para a delegada do Departamento de Feminicídio, Viviane Azambuja, Carlos Eduardo já foi autuado por feminicídio por conta do crime contra Bruna.

“Contra o homem, ele será autuado por homicídio. Mas em relação a mulher [Bruna], sem dúvidas foi crime de feminicídio”, disse a delegada.

Bruna Lícia foi sepultada durante a tarde deste domingo (26) no cemitério Jardim da Paz, em São José de Ribamar. Com G1

+destaques

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleppy
Sleppy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %

Nos EUA, homem confessa ter matado esposa e três filhos, de 13, 11 e 4 anos, encontrados mortos

Painel Político Revista - https://revista.painelpolitico.com

Um morador de Celebration (Flórida – EUA) confessou ter matado sua esposa e três filhos depois que seus corpos foram encontrados na casa da família nesta semana, disse o xerife do condado de Osceola Russ Gibson nesta quarta-feira.

Anthony John Todt, 44, enfrenta acusações de assassinato em primeiro grau pela morte de sua esposa, Megan Todt, 42 anos, e seus três filhos: Alek, 13; Tyler, 11; e Zoe, 4 anos. Todt também está enfrentando uma acusação de crueldade animal por matar o cachorro da família, Breezy, disse o xerife em uma entrevista coletiva à tarde.

Os policiais foram à casa em Reserve Place por volta das 9h da segunda-feira para ajudar agentes federais a prender Anthony Todt quando encontraram os quatro corpos dentro. Acredita-se que Megan Todt e seus filhos tenham sido mortos “em algum momento no final de dezembro”, disse Gibson.

“Me sinto muito triste ao relatar uma tragédia e lamentamos com a família e os amigos das vítimas, junto com a comunidade, por esta trágica perda de vidas inocentes”, disse Gibson. “Eu mesmo não consigo entender o que levaria uma pessoa a cometer atos tão maus e horrendos.”

Ele acrescentou: “Mas posso dizer que, se houver uma pessoa ou família por aí passando por uma crise ou uma situação difícil, há ajuda para você”.

A casa onde Anthony e Megan Todt moravam com seus três filhos continuava sendo uma cena de crime na terça-feira, um dia após quatro corpos serem encontrados dentro

Logo após a conferência de imprensa, os detetives levaram Todt, algemado e com um macacão branco, do prédio da administração do xerife até um carro-patrulha que seria levado para a cadeia do condado. Ele permaneceu calado e desviou o olhar enquanto os repórteres gritavam perguntas.

Antes mesmo de os nomes serem divulgados na quarta-feira, vizinhos e familiares em Celebration e Colchester, Connecticut, onde moravam há anos e trabalhavam como fisioterapeutas, já estavam de luto pelos Todts mortos. Parentes haviam lançado um grupo no Facebook dias antes de os corpos serem encontrados para procurar informações sobre a família, de quem eles disseram não receber notícias desde 6 de janeiro.

Gibson disse que não sabia o motivo de Todt para matar sua família.

“Nossos corações se voltam para a família e os amigos dos falecidos”, disse Gibson. “Isso é desprezível e não pode ser tolerado em lugar nenhum. … Trabalharemos esses casos até o fim. ”

Registros judiciais em três estados deixaram claro que ele estava enfrentando crescente pressão financeira, e ele está atualmente sob investigação do Gabinete do Procurador-Geral de Connecticut, confirmou a agência na terça-feira. Não ficou claro por que ele era procurado pelas autoridades federais, embora Gibson tenha dito que o Departamento de Saúde e Serviços Humanos dos EUA havia solicitado o mandado.

A página de Anthony Todt no Facebook apresentava muitas fotos de sua esposa e filhos, que ele matou em dezembro. (Facebook)

Mandado levado a órgãos

Depois de deter Todt sob mandado federal, Gibson disse que os investigadores realizaram uma verificação de segurança em casa, encontrando os quatro membros mortos de Todt e o cão da família. O xerife disse durante a conferência de imprensa de quarta-feira que não sabia em que parte da casa os corpos foram encontrados.

Gibson disse que o escritório do xerife havia feito uma verificação de bem-estar na casa da família Todt em 29 de dezembro, mas não obteve resposta na porta e não viu nada de suspeito em casa ou perto.

Um membro da família pediu a verificação do bem-estar, porque lhe disseram que toda a família estava gripada e não tinha notícias delas em dois dias, disse Gibson.

Gibson disse que não havia mais nada que os policiais pudessem fazer na época, pois a situação “não chegou a um nível de suspeita” que justificasse entrar ou revistar a casa.

“Há um elemento de privacidade”, disse ele. “Sua casa é o seu castelo.”

Depois que agentes federais alertaram o Gabinete do Xerife para o mandado de Anthony Todt, os policiais voltaram para casa no fim de semana, mas não conseguiram entrar em contato com ninguém, disse Gibson.

De acordo com o escritório do xerife, nenhum relatório de pessoa desaparecida foi registrado para a família. No grupo do Facebook, parentes disseram que as autoridades da Flórida e Connecticut estavam cientes de suas preocupações com os Todts e instaram os voluntários a não irem para casa.

“Essa família era conhecida por viajar”, disse Gibson. “Portanto, não era incomum pensar que eles poderiam ter ido a Clearwater ou Cocoa Beach por um dia ou por uma semana.”

O Gabinete do Xerife de Gibson ainda aguardava a identificação oficial dos corpos do médico legista, mas, dadas as circunstâncias e a confissão de Todt, os investigadores estão confiantes de que são a esposa e os filhos de Anthony Todt. O xerife se recusou a liberar o modo de morte.

Gibson disse que não conhecia os detalhes do mandado de prisão federal, mas disse que estava ligado à atividade em Connecticut. Tom Carson, porta-voz do Procurador dos EUA do Distrito de Connecticut, disse que seu escritório está trabalhando em um caso contra Todt, mas disse que não poderia divulgar nenhum documento ou informação ao público.

O mandado foi arquivado, disse Carson.

Gibson disse que Anthony Todt desde então tem cooperado com os investigadores. Quando foi detido, Gibson disse que Todt havia ingerido algumas pílulas de Benadryl e fez comentários que podem prejudicá-lo.

Via Orlando Sentinel

Siga…

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleppy
Sleppy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %