Sobe para 99 o número de mortos e há 259 desaparecidos em Brumadinho

On : --

A Defesa Civil de Minas Gerais atualizou, no final da tarde hoje (30), em 99 o número de vítimas do rompimento da barragem da mina Córrego do Feijão, da Vale, em Brumadinho, nos arredores de Belo Horizonte, identificadas pelo Instituto Médico Legal (IML). O último balanço da corporação registra 259 desaparecidos.

De acordo com a Polícia Civil, dos 99 mortos, 57 foram identificados. A orientação é que as famílias não compareçam ao IML e, sim, comuniquem-se via internet e redes sociais.

Segundo a Defesa Civil, cinco dias após o desastre causado pelo rompimento da barragem, ainda há regiões de Brumadinho que sofrem com a falta de energia.

O tenente-coronel Flávio Godinho, coordenador da Defesa Civil, disse que os trabalhos na região da mina do Córrego do Feijão começaram por volta das 4h da manhã.

A barragem B6, com água, segue monitorada 24 horas por dia, segundo o órgão, sem risco de rompimento. Um plano de contingência, entretanto, foi elaborado de forma preventiva.

Conforme o bal..

Anúncios

“Triste do país que faz dos artistas os inimigos do povo”, diz Wagner Moura

On : --

Em entrevista, ator que protagonizou Marighella fala sobre o momento político e os desafios da produção

Em entrevista exclusiva ao Brasil de Fato, o ator Wagner Moura conta sobre sua primeira incursão como diretor de cinema. Ele estreia na 69ª edição do Festival de Berlim, na Alemanha, o filme “Marighella”, o guerrilheiro baiano que lutou contra a ditadura no Brasil.

Wagner também fala sobre o momento do país e garante estar pronto para tomar “porrada” de uma direita que “quer emburrecer” o país. “Quando a gente estava filmando teve uma galera que ameaçou entrar no set e quebrar tudo”, diz. Veja: