CCJ da Alerj discute prisão de Picciani, Albertassi e Paulo Melo

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) abriu nesta sexta-feira (17) a sessão para debater sobre a prisão de Jorge Picciani, Edson Albertassi e Paulo Melo, todos do PMDB. A sessão começou às 13h18.

O parecer do grupo segue como conselho, sem poder decisório, para o plenário da Alerj, onde deve ser votado ainda nesta tarde.

Albertassi e Paulo Melo eram membros titulares da Comissão. Foram trocados por Gustavo Tutuca e Rosenverg Reis, respectivamente. Os substitutos também são do PMDB.

Outros integrantes da CCJ com direito a voto são Luiz Paulo (PSDB), Rafael Picciani (PMDB), Milton Rangel (DEM), Carlos Minc (sem partido) e Chiquinho da Mangueira (Podemos).

Levantamento feito pelo G1 em contato com cerca de 90% dos 70 deputados da Casa mostra que apenas 10 declararam voto pela manutenção da prisão.

O trio, segundo parlamentares da oposição, deve ter a prisão revertida.

Fonte: g1

Anúncios
Painel Político, é um blog de notícias de Rondônia, com informações sobre política regional, nacional, economia, jurídico e variedades. Siga-nos nas redes sociais, visite-nos diariamente e fique sempre bem informado.

Participe do debate. Deixe seu comentário