Chico Pernambuco já havia sido “morto” em 2009 em Porto Velho

Ele foi confundido com o fazendeiro Mauro Barros, vítima de pistoleiros no centro da capital

Brasília – O prefeito de Candeias do Jamari (distante 20 km da capital, Porto Velho), Francisco Vicente de Souza (PSB), conhecido como Chico Pernambuco, assassinado na noite do último sábado em frente a sua casa com cinco tiros, já havia sido dado como morto em 2009, quando o fazendeiro Mauro Barros foi executado em Porto Velho, por volta das 11 horas da manhã, em pleno centro comercial.

Na época, testemunhas confundiram Barros com Pernambuco, e circulou por dias a informação que a vítima havia sido Chico Pernambuco, dada as características físicas parecidas de ambos.

A morte de Mauro Barros nunca foi esclarecida, e está envolvida em mistério. Ele era proprietário de uma grande área de terras no sul do Amazonas, e teria sido assassinado devido a um litígio com um vizinho, mas nada ficou provado.

Na época, Chico Pernambuco chegou a brincar com a situação afirmando que “ele poderia até morrer, mas não desse jeito”. Quase 20 anos depois, o homem que fez sua história no garimpo e migrou para a política, foi assassinado praticamente da mesma forma.

Pistolagem

Edson Gasparoto, ex-vereador de Ouro Preto; Armando Dalarte, auditor fiscal, Moisés Itajubá, empresário e pelo menos mais uma dezena de mortes continuam sem solução em Rondônia. Todos crimes exatamente iguais, cometidos por matadores de aluguel. Uma das situações mais emblemáticas aconteceu em Alto Paraíso, onde ocorreram pelo menos 4 mortes em sequência e nunca foram desvendadas.

Os crimes eram investigados pelo então delegado Thiago Flores, hoje prefeito de Ariquemes, que enrolou, desconversou e abandonou completamente o caso. As mortes em Alto Paraíso, incluindo a do empresário Moisés Itajuba, morto no meio da rua, em plena luz do dia, continuam sem solução e o delegado virou prefeito.

Assim é Rondônia…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *