Cineasta morre atacado por girafa durante filmagem na África do Sul

A equipe estava filmando no Glen Afric Country Lodge, um parque de vida selvagem a cerca de 40 minutos a noroeste de Joanesburgo.

Carlos Carvalho, realizador sul-africano, estava trabalhando como operador de câmera para um filme de TV intitulado “Premium Nanny 2”, quando foi atacado e morto por uma girafa, de acordo com a “Entertainment Weekly”.

A equipe estava filmando no Glen Afric Country Lodge, um parque de vida selvagem a cerca de 40 minutos a noroeste de Joanesburgo.

A Two Oceans Production, uma produtora de filmes da Cidade do Cabo, disse à “Entertainment Weekly” que Carvalho foi atingido na cabeça por uma girafa macho chamada Gerald.

Dirkus Van Der Merwe, um membro da equipe, falou sobre o incidente ao “Telegraph”. Segundo ele, Gerald começou a segui-los, “mas não nos sentimos ameaçados porque ele parecia ser curioso”. Eles então aproveitaram a oportunidade para conseguir mais algumas imagens do animal, que então se tornou agressivo.

“Começamos a filmar closes de seu corpo e seus pés”, disse Van Der Merwe. “Então, enquanto Carlos olhava através da ocular da câmera, Gerald balançou o pescoço e o acertou na cabeça. Veio do nada, e Carlos nem viu. Não estava ciente do perigo.”

Carlos chegou a ser premiado algumas vezes, como quando ganhou o Leão de Prata no Festival de Cannes, de 2003, por uma campanha publicitária, e o African Movie Academy Awards, em 2014, por seu trabalho em “O reino esquecido”.

Fonte: istoé

Anúncios
Painel Político, é um blog de notícias de Rondônia, com informações sobre política regional, nacional, economia, jurídico e variedades. Siga-nos nas redes sociais, visite-nos diariamente e fique sempre bem informado.

Participe do debate. Deixe seu comentário