Coluna – Empresário nega ter feito doação a candidato

Suspendeu

O Grupo Ancar, responsável pelo Porto Velho Shopping e a Welcon Incorporadora (que construiu a expansão do shopping) decidiram em comum acordo suspender a construção das torres comerciais, cujas obras seriam iniciadas em breve. A medida foi tomada em função do complicado momento econômico que o Estado de Rondônia e o país atravessam. O reflexo dessa crise se reflete imediatamente no setor imobiliário e foi percebido logo no lançamento do projeto. As torres seriam integradas ao shopping e já estavam com 20% vendidas, mas esse número não é suficiente para garantir uma obra desse porte.

Contratos

Os compradores irão receber de volta o dinheiro pago, corrigido, conforme estabele o contrato. Quem preferir poderá optar em utilizar o crédito em outros imóveis do grupo Welcon.

O mais preocupante

Dessa decisão é que ela confirma os prognósticos mais sombrios sobre a economia do país, e mais especificamente de Rondônia. A capacidade de endividamento chegou ao limite e não está circulando dinheiro novo na praça. Se tornou um círculo, o governo paga os salários, que circula no comércio e volta para o governo. Os empréstimos que foram feitos para obras de infra-estrutura foram mal utilizados. Asfaltar municípios só serve como “moeda eleitoral”, traduzindo, vira voto, mas não vira dinheiro. O recurso deveria ter sido aplicado em melhorias e abertura de novas estradas para escoamento de produção. Isso gera dinheiro.

Outro ponto

É a falta de um perfil industrial para o Estado. Porto Velho vive basicamente de comércio, mas não produz. Nós temos um dos maiores rebanhos bovinos do país, mas não temos um pólo calçadista. Temos produção de peixe, mas vendemos a produção praticamente “in natura”. O mesmo podemos dizer da madeira, castanhas, etc. Também é bom destacar que grandes grupos como a Ancar e Welcon fazem pesquisas mercadológicas e avaliações de risco o tempo todo. Decisões dessa natureza indicam que estamos no caminho errado. Ou os governantes (seja quem for) elaboram um planejamento a médio e longo prazo, ou estaremos sempre ao sabor da maré. E elas tendem a subir.

Pode isso Arnaldo?

Os candidatos da Assembleia de Deus Marcelo Cruz (deputado estadual) e Agnaldo Muniz (deputado federal) estão sendo acusados de utilizar a estrutura da igreja para pedir votos. No caso do primeiro, circula foto tirada dentro das dependências de ensino bíblico da igreja Assembleia de Deus na capital. Todo o local é custeado pelas verbas da igreja, mantida através das ofertas dos fiéis. No caso de Agnaldo, foi gravado um áudio durante reunião ocorrida no último final de semana na sede da Assembleia de Deus, localizada na Rua José de Alencar, região central de Porto Velho, onde o líder do grupo de jovens, Iranilson Souza avisa aos fiéis que quem não votar nos candidatos a deputado federal – e Marcelo Cruz – a deputado estadual – terão que entregar seus respectivos cargos.

Quer outra?

Em coluna anterior falamos sobre a prestação de contas de alguns candidatos de Rondônia, e destacamos algumas doações. Um dos “doadores” entrou em contato com a coluna e informou “não ter conhecimento de nenhuma doação feita por sua empresa” para determinado candidato. Ele se disse surpreso e perguntou como seu CNPJ poderia constar naquela relação sem seu conhecimento. Ou seja, fizeram “um gato” na prestação de contas. Ele informou que conversaria com seus advogados e pretende apresentar denúncia ao Tribunal Regional Eleitoral.

Nesse caso

Especificamente ele consta como doador de R$ 50 mil, em especie a determinado candidato. Quando ele apresentar a denúncia, eu conto quem é. Ele também ficou de elaborar uma nota sobre o assunto e pediu que publicássemos. Faremos com toda a certeza, estamos aguardando.

Mais papagaios

Dia desses falamos sobre a triste situação financeira que se encontra Guajará-Mirim, cheia de dívidas e problemas junto a União. Inácio Azevedo, que já foi diretor da Eletrobrás Distribuição Rondônia, acrescentou a informação que o município deve cerca de R$ 10 milhões a empresa, desde a época em que chamava Ceron. Se tem débito de energia, certamente deve ter com a Caerd também. Triste destino da Pérola do Mamoré.

Pilon advinhou

Pouco antes de perder o mandato de prefeito de Guajará, Cláudio Pilon publicou um decreto municipal estabelecendo que a partir daquela data, “Guajará-Mirim pertencia ao Senhor Jesus”. Pois só entregando a Deus mesmo…

Intolerância

O ato de racismo praticado pela torcedora do Grêmio que virou notícia no mundo inteiro teve mais um episódio lamentável. A moça teve sua casa incendiada por um suspeito que foi preso no início da tarde desta sexta-feira em Porto Alegre. Ela não estava dormindo em casa há dias em função de ameaças. O racismo é um ato hediondo, mas tocar fogo na casa da moça não vai resolver a questão. Lamentável e repugnante esse tipo de atitude.

Mudança

Por uma decisão empresarial, deixei de usar o meu perfil pessoal no Facebook. Ele foi transformado em uma página, mas continua com as mesmas funcionalidades, entre elas e a de envio e recebimento de mensagens. Integramos essa conta ao Twitter (@painelpolitico) o que deu mais dinamismo as duas contas. Faça uma visita a nossa nova página (https://www.facebook.com/alan.alex.pvh), é importante coloca-la entre seus favoritos, pois estamos sempre postando informações relevantes por lá. Nos siga no Face e mantenha-se bem informado.

Para contatos

Fale conosco pelos telefones (69) 3225-9979 ou 9363-1909. Também estamos no https://www.facebook.com/alan.alex.pvh e no Twitter (@painelpolitico). Caso prefira, envie correspondência para Rua da Platina, 4326, Conjunto Marechal Rondon. Whatsapp 9248-8911.

Ficar em pé 3 horas por dia equivale a 10 maratonas por ano

Se você acha que é difícil encontrar tempo e disposição para ir à academia, aqui vai uma boa notícia: ficar em pé três horas por dia faz tão bem para o corpo quanto correr 10 maratonas por ano. De acordo com Mike Loosemore, consultor em exercício e medicina no Instituto de Esporte, Exercícios e Saúde, as orientações oficiais sobre exercícios são impraticáveis e muito difíceis de serem executadas para a maioria das pessoas. Mas até mesmo uma mínima quantidade de atividade física pode trazer benefícios à saúde. O indicado é gastar meia hora por dia, durante cinco dias por semana, fazendo exercícios. No entanto, segundo Loosemore, apenas 7% dos homens britânicos e 4% das mulheres cumprem essa regra. Outras maneiras de praticar atividade física que fazem a diferença é estacionar o carro a 50 m do mercado e ir andando e descer um andar abaixo do seu no elevador, para subir escadas.

 

Anúncios
Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Participe do debate. Deixe seu comentário