Coluna – Hermínio falou e Confúcio “vazou” sob vaias

“Climão”

Tinha tudo para dar errado a abertura do ano legislativo com a presença de Confúcio Moura e Hermínio Coelho na tarde da última terça-feira. E deu. Hermínio, que está engasgado com Confúcio desde a famigerada Operação Apocalipse, que entre outras barbeiragens prendeu seu filho, aproveitou que “estava em casa” e começou a bater no governo da atrapalhação. Falou sobre corrupção, perseguição política e reiterou as denúncias que vem fazendo desde que assumiu a presidência da Casa.

Confúcio

Como lhe é peculiar, tratou de sair de fininho, mas não sem antes levar uma vaia do plenário, que estava lotado. Errou Confúcio, que se tivesse bom senso não teria ido e sim mandado um representante e errou Hermínio, que fala, fala, fala e não resolve nada.

Folclórico

O grande problema no falatório de Hermínio está exatamente aí, ele fala demais. E como dizia minha falecida avó do alto de sua sabedoria, “quem fala demais dá bom dia a cavalo”. E foi isso que aconteceu com o presidente da Assembleia. Ao invés de se articular internamente e adotar medidas concretas contra o desmando do governo, parte para ataques verborrágicos que já viraram folclore. Essa cantilena de “cunhado ladrão”, “governador corrupto” e “perseguição” já cansou. Até os bagres que estão tentando sobreviver às enchentes do Madeira já decoraram essas falas de Hermínio, mas…

Falta ação

Ainda ano passado, Hermínio apresentou ao Ministério Público cópias de cheques e comprovantes de depósitos que teriam sido feitos nas contas da esposa de Confúcio. Tratava-se de uma empresa que supostamente teria “comprado” a entrada no Estado. O caso esfriou, e Hermínio continua batendo. Como também vem fazendo reiteradas denúncias contra o governo.

O grande problema

É que ele não consegue abrir diálogo com seus pares, a maioria comprometida com o governo, que vem “ajudando” os deputados com a liberação de emendas e cargos comissionados nos órgãos do governo nos mais diversos municípios. Com isso, Hermínio não consegue votos suficientes para abrir CPI e investigar a fundo as denúncias que chegam no legislativo. E enquanto esse modelo não mudar, as coisas vão continuar exatamente iguais, seja Hermínio ou qualquer outro que ocupe a cadeira da presidência, se não “fizer rir” não vai conseguir fazer valer um dos papéis do legislativo, que é o de fiscalizar.

Enquanto isso

Hermínio continua falando sozinho e a cada dia vai perdendo espaço. Mas acho que no fundo, o que ele gosta mesmo é de ver Confúcio constrangido. Ele pode até não conseguir abrir CPI ou cassar o mandato do governador, mas que já fez um estrago fenomenal na reputação de Confúcio, isso é inegável.

Falando em Hermínio

Seu chefe de Gabinete, Cícero Moreira, em contato com a coluna informou que o veículo a ser doado a uma entidade de Pimenta Bueno só não foi entregue ainda porque eles estavam aguardando a chegada de novos carros, que segundo ele, foram entregues na última terça-feira. Cícero garantiu que o veículo chega em Pimenta na próxima semana.

Monitoramento

O tal sistema de monitoramento da SESDEC está sem funcionar a pelo menos seis meses, por falta de manutenção. A informação partiu de funcionários da segurança pública. O tal equipamento foi doado pela Santo Antônio através de convênio com a SESDEC e entrou na conta das compensações. Essa semana foi feita denúncia junto ao MP que investiga supostas irregularidades no convênio. O secretário Marcelo Bessa, que assinou o recebimento dos equipamentos ainda em 2011 também deverá ser convocado no Tribunal de Contas para falar sobre o assunto. O convênio foi feito ainda no governo anterior.

Na mira

O prefeito de Cujubim, Ernan Amorim está sendo investigado pelos ministérios públicos Federal e Estadual. O último chegou a fazer, ano passado, uma operação no município e apreendeu documentos e computadores na casa do prefeito e na prefeitura. Pelo andar da carruagem, ele vai ter da dar explicações por um longo período. E ele está pensando em ser candidato a deputado estadual esse ano.

De volta

O prefeito de Nova Brasilândia, Gerson Neves que havia ganho mas não tinha levado, por sofrer uma ação de abuso de poder econômico, conseguiu garantir sua permanência na prefeitura e conseguiu, no Tribunal Superior Eleitoral garantir a legitimidade de sua eleição. A defesa de Gerson foi feita pelos advogados Diego Vasconcelos, Márcio Nogueira e Amadeu Machado.

Em Brasília

Ivo Cassol e Padre Ton reuniram-se, conversaram mas não bateram o martelo sobre uma aliança para disputar o governo este ano. Imagino o seguinte, os petistas adoram se reunir, fazem reunião para marcar reunião. Cassol é mais prático e imediatista e não é muito chegado a ouvir opiniões alheias. Estou curioso para ver como vai ser essa união.

Ainda em Brasília

O ex-prefeito de Porto Velho Roberto Sobrinho teve um recurso rejeitado no Superior Tribunal de Justiça, onde questionava sua condenação por improbidade administrativa. Quando estava no cargo, ele foi acusado de utilizar simbologia alusiva ao Partido dos Trabalhadores (PT), ao qual era filiado, em publicidade oficial do município. O ministro relator do caso afirmou que a questão foi decidida pelo TJRO de acordo com as regras legais, de forma clara, coerente e fundamentada, não se podendo falar em omissão ou contradição. O relator também afirmou que, se o ex-prefeito “utilizou dinheiro público para custear propaganda do PT”, logicamente houve dano ao erário, e por isso deve ressarci-lo.

Vem aí

A loja de departamentos Havan, uma das mais completas e maiores do País, com mais de 100 mil produtos, deve se instalar em Porto Velho nos próximos meses. A rede é famosa por decorar a frente de suas lojas com réplicas da estátua da liberdade (?). Resta saber se vão utilizar esse adorno por essas bandas de Rondon.

Sobre os podcasts

Suspendemos o podcast da coluna temporariamente. Após o carnaval voltaremos com ele.

Anuários

Já estamos encaminhando as propostas para os anuários dos advogados e médicos de Rondônia. Contatos para maiores informações podem ser feitos pelos telefones (69) 9363-1909 ou 3225-9979, falar com Murilo.

Fale conosco

Pelos telefones (69) 3225-9979 ou 9363-1909. Também estamos no Facebook.com/painel.político e no Twitter (@painelpolitico). Caso prefira, envie correspondência para Rua da Platina, 4326, Conjunto Marechal Rondon. Para fazer parte de nossos grupos no whatsapp envie um whats para 9248-8911 com a seguinte informação: nome+sobrenome+NOTÍCIAS (apenas para receber informações); Caso queira participar de debates e interagir com os demais membros envie nome+sobrenome+DEBATES; Não incluímos ninguém por indicação, a própria pessoa deve enviar o pedido. Notícias são enviadas até às 22 horas, a partir desse horário só se for algo de grande relevância.

Aborto espontâneo pode ser evitado com mudanças no estilo de vida

Mais de 25% dos abortos espontâneos poderiam ser evitados com uma mudança no estilo de vida das grávidas com mais de 30 anos, diz um novo estudo dinamarquês. Entre os fatores de risco estão o excesso ou falta de peso da gestante, consumo de álcool, trabalho noturno e o hábito de levantar mais que 20kg. O estudo analisou 91.427 mulheres. Pesquisadores da Universidade de Copenhague dizem que apenas com a redução desses fatores o aborto espontâneo pode ser evitado. O trabalho foi publicado na “International Journal of Obstetrics and Gynaecology”. Gestações incluídas no Grupo Dinamarquês de Nascimentos entre 1996 e 2002 foram analisados ​​para o estudo e 3,5% das mulheres abortaram. Eles então observaram a relação entre os abortos e o estilo de vida através da coleta de dados por entrevistas telefônicas assistidas por computador.

 

Anúncios
Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Participe do debate. Deixe seu comentário