Coluna – SEBRAE e SENAR driblam fiscalização com instituição privada

Presos

Com a prisão dos chamados “mensaleiros” acendeu a luz vermelha no gabinete do senador rondoniense Valdir Raupp, que responde a processo no Supremo Tribunal Federal (STF) e pode ser condenado à prisão. Com as recentes decisões do STF, que esse ano já mandou para a cadeia Natan Donadon, condenou Ivo Cassol e prendeu o até então intocável José Dirceu e os demais mensaleiros, o destino de Raupp não deverá ser muito diferente.

Desacato

O deputado estadual Valdivino Tucura foi denunciado pelo Ministério Público por ter ofendido um policial militar que estava de serviço. Segundo a denúncia, em janeiro de 2012, o policial Marcos Polinski estava trabalhando em uma blitz na Rodovia 471. Tucura estava dentro de uma caminhonete Hilux, no banco carona e sem cinto de segurança, e ao presenciar uma motocicleta Honda sendo perseguida por uma viatura da polícia militar, resolveu tirar satisfações com policiais militares. O deputado indagou quem era o comandante daquela “joça” (referindo-se a quem comandava a operação), acabando por desacatar o policial militar Marcos Polinski, determinando que calasse a boca e o chamando de “branquelo”. Afirmou ainda que não poderia ser preso em razão de sua imunidade e que o soldado iria se ver com ele.

Pois é

Acho que o deputado não percebeu que os tempos estão mudando e que ele pode ser preso sim. É questão de tempo para ser extinta a imunidade parlamentar, que não foi criada para esse tipo de coisa e sim para garantir aos parlamentares a liberdade de expressão. Mas é por essas e por outras que a coisa não funciona como deveria.

Podcast

Olha essa

O Sebrae (Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas) é um órgão de apoio às micro e pequenas empresas. O Senar (Serviço Nacional de Aprendizagem Rural)  é um órgão de execução, criado para ministrar cursos e capacitar. O Senar fica sob supervisão da FAPERON , que é a Federação da Agricultura. Criou-se então o Instituto Faperon, e como se trata de iniciativa privada, não sofre fiscalização dos órgãos de controle, como Tribunal de Contas da União.

Pois bem

Existe uma “parceria” entre o SEBRAE e o SENAR, no valor de quase R$ 100 mil cada um, para o Programa Empreendedor Rural (P.E.R). Estaria tudo certo, exceto por um detalhe, o SENAR repassa sua parte para o SEBRAE, que por sua vez contrata o Instituto Faperon para que o mesmo dê aulas. Ou seja, o SENAR quem deveria ministrar os cursos, existe para isso, mas não o faz. O presidente do FAPERON, Chico Padre, faz parte da diretoria do Instituto Faperon. Ele já foi condenado em 2008 por desvios de recursos do SENAR, o processo ainda está tramitando em grau de recurso.

Tanto SENAR

Quanto Faperon estão sob investigação solicitada pelo Congresso Nacional. Está sendo feita uma auditoria referente as movimentações dos últimos 10 anos. Um dos solicitantes foi o deputado federal Moreira Mendes, que propôs uma fiscalização nessas contas, seguindo um relatório apresentado pelo também deputado rondoniense Carlos Magno. Para Moreira Mendes, “a auditoria é fundamental, pois os órgãos recebem receitas da União”.

Interessante observar

Que um dos dirigentes do SENAR é Pedro Teixeira Chaves, que também é superintendente do SEBRAE. O Instituto Faperon foi criado em janeiro de 2012, tem como advogado o ex-deputado federal Agnaldo Muniz, que ficou nacionalmente conhecido pelo escandalo das sanguessugas, cujo processo tramita na justiça federal do Mato Grosso. Muniz também é 1º Secretário da instituição.

Conclui-se

A partir dessas informações, que tem muita coisa errada nessa história toda. Em função de denúncias feitas por PAINEL POLÍTICO, a Controladoria Geral da União intensificou a fiscalização no SEBRAE. Agora eles estão no rastro dessa marotagem, que tenta driblar os órgãos de controle.

Duas questões

Estão sem solução em Rondônia e devem continuar assim bom um longo tempo. A primeira trata da vigilância das escolas. Por pura incompetência administrativa o governo do Estado suspendeu os contratos de vigilância armada nas escolas e tenta implantar monitoramento eletrônico. O sistema apresenta falhas por incapacidade das escolas em atender as especificações das empresas que prestam esse serviço, entre elas internet e no-breaks, que impedem a queda do sistema em caso de falta de energia. Com as férias escolares chegando, verdadeiros saques devem ocorrer nas unidades de ensino.

O outro problema

São as balsas que fazem a travessia do rio Madeira, tanto aqui na capital quanto em Abunã. A ponte para Humaitá está praticamente concluída, faltando apenas a construção das cabeceiras, que poderia muito bem ser feitas pelo 5º BEC para que veículos menores fizessem a travessia sem nenhum problema. Lá em Abunã, fala-se em licitação, muito blá-blá-blá e nada de concreto.

Associados

Para quem não sabe, as balsas pertencem ao deputado federal do Mato Grosso Roberto Dorner, que tem como associados em Rondônia o advogado Orestes Muniz e a empresa Dydyo. A ponte que leva a Humaitá passou, e ainda passa, por todo o tipo de sabotagem possível. Atraso nos pagamentos das indenizações, desistência da empresa que construía as casas para os moradores que serão indenizados, enfim. Enquanto isso, Rondonienses continuam sofrendo por esse descaso. Sem contar que o preço da balsa aumenta sem nenhuma justificativa.

Ele fez

Contra todas as expectativas, e apesar das chuvas, Zezinho do Maria Fumaça conseguiu colocar para funcionar a feira agropecuária da capital. O show mais esperado desta semana é da dupla Jads e Jadson, que acontece nesta terça-feira, 19. Dia 21 é a vez de João Neto e Frederico, que também deve atrair grande público. A Expo Rodeio Show encerra dia 24, com a dupla Israel e Rodolfo. Dia 22 a dupla Zé Ricardo e Thiago se apresente com portões abertos e no sábado, 23, tem os palhaços Patati Patatá, atração para a meninada.

Microfonia

Quem ainda não conhece, uma boa opção na TV e na internet é o programa Microfonia, que vem sendo exibido pelo Rondoniaovivo e no Canal 25. Bem humorado e com matérias de interesse coletivo, o programa vem se consolidando junto ao público. Vale a pena conferir.

 Fale conosco

Pelos telefones (69) 3225-9979 ou 9363-1909. Também estamos no Facebook.com/painel.político e no Twitter (@painelpolitico). Caso prefira, envie correspondência para Rua da Platina, 4326, Conjunto Marechal Rondon.

Molho de tomate espanhol ajuda a prevenir AVC e parada cardíaca

O molho de tomate espanhol sofrito, base de vários pratos como a paella, pode prevenir casos de acidente vascular cerebral (AVC) e parada cardíaca, de acordo com pesquisa da Universidade de Barcelona, na Espanha. É que, além do tomate, a iguaria contém cebola, azeite de oliva, farinha de milho e, ocasionalmente, alho, totalizando até 40 agentes antioxidantes que protegem o coração contra o estresse oxidativo. O estudo também revelou que consumir o molho traz mais benefícios que apreciar os ingredientes separadamente. “Em primeiro lugar, há um efeito sinérgico entre os ingredientes, que se traduz em um maior número de polifenóis totais. Em segundo lugar, o molho contém mais polifenois do que suco de tomate ou tomate, porque o alho, azeite e cebola também fornecem polifenóis”, afirmou a pesquisadora Anna  Queralt.

 

Anúncios
Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Participe do debate. Deixe seu comentário