Coluna – TSE julga Dilma e Confúcio na próxima semana

Ministra Luciana Lóssio entrega voto dia 30; no caso de Confúcio, Corte pode ficar dividida

Senti falta

Sabe quem não estava no programa do PMDB? O deputado federal Lúcio Mosquini. Não chamaram ele para a gravação. Também acho que ele não entrou na lista de telefonemas da Dilma, que ligou para quase todos os deputados pedindo apoio para evitar o impeachment. O Lindomar Garçon recebeu ligação da presidente. O Mosquini não.

Bagunçou geral

A ideia de transferir a responsabilidade de emissão de licenças de empreendimentos pequenos e médios para a prefeitura de Porto Velho foi uma das piores que os secretários da SEDAM, Vilson de Salles Machado e Francisco de Sales Oliveira dos Santos tiveram. O mais prudente, e correto, seria organizar o setor de licenciamento da SEDAM, que eles bagunçaram, e darem início a análise de todos os processos que estavam parados, e os novos a prefeitura assumiria. A falta de planejamento não condiz com o perfil de militar do titular da pasta. Pior ainda foi a prefeitura de Porto Velho, que já é um poço de inoperância, ter aceito tamanha bizarrice e responsabilidade.

Só para clarear

As licenças agora serão emitidas pela secretaria municipal de meio ambiente, aquela mesma que autorizou, em um ato tresloucado, a derrubada de uma castanheira centenária para favorecer a construção de um condomínio. Sobre essa secretaria já pesam inúmeras queixas e ela está sob investigação federal em função das licenças do Hospital de Urgência, que foi alvo da Operação Murídeos, lembra? Pois é. Postos de combustíveis e lava-jatos agora vão ter que esperar até o ano que vem, no mínimo, para obterem suas licenças.

[su_frame align=”right”] [/su_frame]E para complicar

Está chegando a data limite para as licenças dos postos de combustíveis que estão passando por adaptações para atender as novas determinações ambientais da Agência Nacional de Petróleo. Se eu fosse dono de posto já entrava com um pedido de liminar para garantir o funcionamento provisóriamente. E com ações de danos morais e materiais contra os secretários da SEDAM, que por pura falta de capacidade de resolver um problema simples, decidiram empurrar o problema para o município, que já é um problema.

Falando em bagunça

A prefeitura de Porto Velho, sem nenhum estudo prévio de tráfego, decidiu que estava na hora de retirar a rotatória da Lauro Sodré com Costa e Silva e colocar sinalização semafórica. Seria perfeito, não fosse pela total falta de planejamento. O tráfego na área é intenso, na Lauro Sodré por conta dos condomínios e na Costa e Silva pelo fluxo de carretas que se dirigem ao porto. Uma situação dessas, exige um estudo apurado, contagem de veículos e tempo médio para evitar o que está acontecendo neste exato momento, filas gigantes em ambas as pistas e engarrafamento. Não basta colocar um semáforo, o trânsito precisa fluir. Já que não sabe como fazer, volta a rotatória. Apesar dos pesares, a turma se entendia.

Bombou

Centenas de advogados, amigos e simpatizantes lotaram o espaço Casa Blanca eventos no lançamento do movimento #Estamos à Ordem, liderado pelo advogado Andrey Cavalcante que disputa a reeleição da OAB em Rondônia. Mostrou que a categoria está unida em torno de um projeto que vem dando certo nas mais diversas frentes, que fortaleceu a advogacia em Rondônia e defende com responsabilidade as prerrogativas e se esmera para atender os anseios da categoria. O movimento vem crescendo forte no interior onde já ganhou adesão inclusive de oposicionistas.

Duas

Empresas que vendiam extintores de incêndio fecharam em Porto Velho por conta da decisão do governo em não exigir mais o equipamento nos veículos. O problema é que antes de liberar, o mesmo governo resolveu que os motoristas seriam obrigados a trocar seus extintores por um modelo novo. Com a grande procura, as lojas correram para aumentar seus estoques. Em seguida veio a liberação. Como resultado, centenas de extintores armazenados e sem utilidade agora. Prejuízo causado por um governo irresponsável. Coisas do Brasil…

Ladeira abaixo

O G1 informa que o Brasil registrou em agosto o 5º mês seguido de perda de vagas de empregos formais. No mês, as demissões superaram as contratações em 86.543, segundo informações do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgadas nesta sexta-feira (25). O resultado de agosto foi o pior para este mês desde 1995, quando foram fechadas 116 mil vagas. No acumulado dos 8 primeiros meses deste ano, ainda segundo dados oficiais, foram fechados  572.792 postos com carteira assinada no país. O fechamento de vagas formais acontece em meio a um fraco nível de atividade econômica, com o Brasil oficialmente em recessão técnica, a alta da inflação e do endividamento das famílias, e de um ajuste nas contas públicas – implementado pela equipe econômica, principalmente, com aumento de impostos e corte de investimentos. No acumulado nos últimos 12 meses, segundo os números do Caged, foram eliminados 985.669 postos de trabalho no país, o que corresponde a uma redução de 2,37% no contingente de empregados celetistas.

X9

E em Brasília parlamentares da base aliada, e até mesmo da oposição, estão apreensivos com o teor de uma possível delação premiada do ex-deputado Pedro Corrêa, que foi presidente do PP. Há duas semanas, na sede da Polícia Federal em Curitiba, Corrêa está em estágio avançado nas negociações para contar detalhes do esquema de corrupção que atuava na Petrobras. A preocupação já chegou até mesmo no Palácio do Planalto. Isso porque Corrêa tinha livre trânsito no governo Lula e, até mesmo, em governos anteriores, já que a primeira eleição do ex-deputado foi em 1978. Nos últimos dias, as notícias de Curitiba chegaram a causar pânico em várias bancadas. Corrêa estaria disposto a citar mais de cem parlamentares, caso sua colaboração seja homologada pelo STF. As informações são de Gerson Camarotti.

Dia 30

O Tribunal Superior Eleitoral deve retomar o julgamento de campanha de Dilma Roussef. A ministra Luciana Lóssio havia pedido vistas ao processo e falta ela e Toffoli para apresentarem votos.

Semana que vem

O TSE também deve julgar o mérito da cassação de Confúcio Moura. Nesse processo existem muitos “se”. Rondônia vai estar acompanhando, porque o Estado virou um espelho do Brasil, está uma bagunça generalizada, sem nenhum comando. Por aqui não existe nenhuma política concreta em andamento. Diversos postos chaves estão sendo ocupados por coronéis de pijama, até a folha de pagamento virou uma confusão. Esse governo é tão estelionatário quanto o de Dilma. Se cair, já vai tarde.

Governador anda mais preocupado com melancias que com a SEDAM...
Governador anda mais preocupado com melancias que com a SEDAM…

Para conhecer

Nesta sexta, sábado e domingo a Prime Espaço Gourmet  participará da Portoagro, que acontece em Porto Velho, grelhando cortes especiais no Escritório Bar. Venha provar o que há de melhor em Angus e Kobe Beef. Por lá também, cervejas especiais Eisenbahn e Baden Baden. Na Portoagro, ao lado dos stands de gado.

Via O Antagonista

O Antagonista foi informado agora de que a força-tarefa da PGR estuda recorrer da decisão do STF de fatiar a Lava Jato. Como prevê o artigo 337 do regimento interno do Supremo, um eventual embargo do Ministério Público poderá ter como alvo a correção de omissões, contradições ou obscuridades da decisão do plenário.

Clínica Mais Saúde informa: Cada pessoa tem ‘nuvem’ particular de micróbios, diz pesquisa

Neste exato momento, você está envolto por uma “nuvem” única, formada por milhares de bactérias, suas próprias bactérias, segundo um estudo feito por cientistas da Universidade do Oregon, nos Estados Unidos. Ao entrar na nuvem de uma outra pessoa, você é atingido por uma “chuva” de bactérias em sua pele e vai respirá-las, até chegarem ao seu pulmão. Essa descrição está em um estudo, divulgado na publicação científica PeerJ, que analisou 11 pessoas e concluiu que é possível identificá-las pelos micróbios. Outras pesquisas já haviam mostrado a extensão do nosso microbioma – conjunto de bactérias, vírus e fungos no nosso corpo. Esse grupo pode ser transmitido por meio de contato direto, pelo ar ou por células mortas presentes na poeira. Os participantes do estudo permaneceram em uma câmara fechada por quatro horas, onde o ar era bombardeado para dentro por meio de um filtro, para evitar contaminação. Já os filtros dentro do cômodo coletavam amostras da “nuvem” das pessoas. E cientistas então analisaram as bactérias coletadas. Os pesquisadores afirmam que essa combinação pode ter uma “aplicação forense”, para se detectar se alguém passou por um determinado local. No entanto, ainda não está claro o quanto o microbioma de cada um pode mudar ao longo do tempo. Adam Altrichter, um dos pesquisadores do projeto disse: “Precisamos entender que não somos seres assépticos e isso é algo completamente natural e saudável”. Segundo ele, o tamanho das nuvens ainda não foi medido, mas é estimado que ela se estenda por 30 centímetros.

Anúncios
Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Participe do debate. Deixe seu comentário