Com problemas mentais, homem aponta arma falsa contra PMs e é morto

O que poderia ser uma brincadeira acabou em tragédia no Paraná. Após apontar uma arma de brinquedo contra policiais, um homem de 43 anos acabou morto, na madrugada desta segunda-feira (25/12) em Maringá, pelos próprios militares. O fato ocorreu por volta das 3h30 no Ney Braga, conjunto residencial do município.

Após alegações de que a vítima sofria de problemas mentais, a Polícia Militar do Paraná afirmou que abrirá inquérito para investigar o caso. De acordo com testemunhas, o homem foi perseguido por três quarteirões até ser morto com os disparos, na perna e no peito.

Moradores relataram que os tiros efetuados pelos policiais acertaram uma loja da região, atingindo a vitrine e deixando várias marcas na fachada. Somente após a perseguição, eles perceberam se tratar de uma arma falsa.

De acordo com a corporação, os policiais envolvidos foram afastados e só devem voltar ao trabalho após avaliação psicológica.

Fonte: metropoles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *