Comissão aprova CPMF em 2016 e deixa Gurgacz falando sozinho

Na terça-feira, 2, a Comissão Mista de Orçamento (CMO) aprovou a inclusão da CPMF como fonte de receita em 2016 a partir de setembro, com arrecadação líquida (o que o governo pode utilizar) de R$ 10,15 bilhões, já descontado o Imposto Sobre Operações Financeiras (IOF), que será reduzido.

[su_frame align=”right”] [/su_frame]A arrecadação bruta será de R$ 12,7 bilhões. O destaque para garantir a CPMF como fonte de receita foi aprovado mesmo com posição contrária do relator de receitas de 2016, senador Acir Gurgacz (PDT-RO), que excluiu o chamado imposto do cheque do seu parecer oficial, analisado na sessão de terça-feira.

PAINEL POLÍTICO acha que o senador rondoniense deveria começar a repensar seu papel como relator…

Anúncios
Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

1 thought on “Comissão aprova CPMF em 2016 e deixa Gurgacz falando sozinho

Participe do debate. Deixe seu comentário

%d blogueiros gostam disto: