Conheça Nelson Barbosa, novo ministro do Planejamento

Braço direito do ministro Guido Mantega enquanto ocupou funções no Ministério da Fazenda, Nelson Barbosa volta ao governo Dilma Rousseff, mas dessa vez para chefiar o Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão, substituindo Miriam Belchior.

O nome de Barbosa, especulado para voltar a integrar o governo desde a semana passada, foi bem-recebido por agentes do mercado. Ao lado de Joaquim Levy, nomeado ministro da Fazenda, a expectativa é de que o governo atue com maior rigor fiscal e recupere o crescimento da economia.

Doutor em economia pela New School for Social Research, em Nova York, Nelson Barbosa já participou do atual governo como secretário-executivo do ministro Guido Mantega, na pasta da Fazenda, no período de 2011 e 2013.

Próximo à Dilma, foi um dos responsáveis pelo desenvolvimento dos pacotes para combater a crise financeira internacional a partir de 2008, além do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) e o Minha Casa, Minha Vida, de habitação.

Nos primeiros anos do governo Dilma, o nome de Barbosa era especulado como possível sucessor de Mantega no Ministério da Fazenda. Acabou deixando o governo em 2013, por divergências em relação à condução da política fiscal.
Defensor de políticas desenvolvimentistas, Barbosa ocupou diversos cargos na administração federal. Foi secretário de Acompanhamento Econômico, de 2007 a 2008, e secretário de Política Econômica, de 2008 a 2010, na pasta da Fazenda. Barbosa também foi presidente do Conselho do Banco do Brasil, entre 2009 e 2013, e membro do Conselho de Administração da mineradora Vale, de 2011 até o ano passado.Suas experiências no governo também incluem passagens pelo Banco Central, no período de 1994 a 1997, pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), entre 2005 e 2006, e pelo próprio Ministério do Planejamento, em 2003, quando Guido Mantega chefiava a pasta.

Após deixar o cargo de secretário-executivo da Fazenda, Barbosa vinha atuando como professor titular da Escola de Economia de São Paulo da Fundação Getulio Vargas (FGV) e professor adjunto do Instituto de Economia (IE) da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). O economista também é pesquisador do Instituto Brasileiro de Economia (Ibre) da FGV.
Fonte: Terra

Anúncios
Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Participe do debate. Deixe seu comentário