Convênio irregular com o VEC rende condenação milionária a ex-prefeito

O ex-prefeito de Vilhena, Marlon Donadon, terá de devolver aos cofres públicos do município o valor exato de R$ 1.359.995,65. Donadon, junto com outros responsáveis, terá também de pagar multa fixada em R$ 11.804,01 pelo Tribunal de Contas do Estado de Rondônia. Todos os envolvidos terão 15 dias, a contar da notificação, para quitar os débitos com a Corte de Contas.

A cobrança judicial já está autorizada assim que a decisão transitar em julgado, caso os responsáveis não quitem o débito imputado e as multas arbitradas.

Tanto o débito quanto a multa são fruto da decisão do TCE, que julgou irregular Tomada de Contas Especial – instaurada em sede de procedimento originado em Inspeção Especial – para o fim de apuração de possíveis irregularidades nos Convênios nº 013/2005, 011/2006 e 020/2007.

Os convênios foram celebrados entre o Município de Vilhena e o Vilhena Esporte Clube – VEC, no valor original global de R$ 430.000,00. À época, a celebração estava sob a responsabilidade de Marlon Donadon, então prefeito, José Natal Pimenta Jacob, o Natalzinho, ex-secretário municipal de Esportes, Modestino Jacondo Crocetta Batista, o Modesto, e Itamar Rodrigues Costa, ambos ex-presidentes do Vilhena Esporte Clube.
Marlon, que exerceu mandato entre 2005 e 2008, atualmente cursa faculdade de medicina na cidade de Santa Cruz de La Sierra, na Bolívia.
Clique na imagem secundária (abaixo da foto principal), amplie e veja os detalhes da condenação.

Fonte: Rondônia Dinâmica

Anúncios
Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Participe do debate. Deixe seu comentário