Corregedoria da PM identifica policial que atirou e matou turista na Rocinha

A Corregedoria da Polícia Militar do Rio informou na tarde desta segunda-feira (23) que identificou o policial autor do disparo que matou a turista espanhola Maria Esperanza Ruiz Jimenez, de 67 anos, na Rocinha. Segundo a PM, as armas já foram recolhidas para perícia e o caso está sendo investigado.

Maria Esperanza Ruiz Jimenez morreu após ser baleada em mais uma manhã de tiroteios na favela. Por meio de nota, a Polícia Militar informou que o carro no qual ela estava furou um bloqueio feito pelos policiais e, por isso, os PMs fizeram disparos contra o veículo. O motorista disse que não notou a barreira policial ou qualquer tiroteio.

A vítima foi atingida no pescoço e chegou a ser socorrida, mas morreu antes de chegar ao Hospital Miguel Couto, na Gávea, também na Zona Sul. Ela estava acompanhada do cunhado e do irmão.

Os dois foram ouvidos informalmente no hospital e disseram que não foram avisados da situação de risco da Rocinha nas últimas semanas.

Fonte: g1/rj

Anúncios
Painel Político, é um blog de notícias de Rondônia, com informações sobre política regional, nacional, economia, jurídico e variedades. Siga-nos nas redes sociais, visite-nos diariamente e fique sempre bem informado.

Participe do debate. Deixe seu comentário