Cunha decide arquivar três pedidos de impeachment

Faltam dez outros pedidos para análise, entre eles o de Hélio Bicudo

O presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), arquivou três dos treze pedidos de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff que estavam pendentes de decisão na Casa. Entre os dez pedidos que ainda dependem de decisão de Cunha, está o apresentado pelo ex-petista Hélio Bicudo e emendado pelo jurista Miguel Reale Júnior.

A tendência, segundo Cunha já avisou aos líderes da oposição, é que o presidente da Câmara decida pelo arquivamento de todos os demais pedidos, incluindo o de Bicudo e Reale. A oposição entende que esse é o pedido com melhor fundamentação.

[su_frame align=”right”] [/su_frame]

Assim que Cunha apresentar sua decisão, se for mesmo pelo arquivamento, a estratégia da oposição será recorrer da decisão dele ao plenário da Casa e tentar aprovar, com a maioria dos votos, o andamento do processo na Câmara. Caso consigam aprovar em plenário, o pedido começa a tramitar, é submetido a uma comissão especial e depois ao plenário. Para que haja a abertura de processo de impeachment contra Dilma, no entanto, é preciso o apoio de pelo menos 342 votos no plenário.



Anúncios
Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Participe do debate. Deixe seu comentário