Cunha manda recados ao governo e ameaça fazer delação para proteger família

Segundo jornal, o Palácio do Planalto recebeu ameaças do ex-deputado através de recados enviados a aliados no Congresso e a ministros do STJ

Incomodado com a exposição de sua família nas investigações da Operação Lava Jato, o ex-presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha (PMDB-RJ) estaria ameaçando o governo, dizendo que fechará acordo de delação premiada, caso tal situação não se amenize. As informações foram publicadas no Painel do jornal Folha de S.Paulo, desta quarta-feira (2).

De acordo com a coluna, o Palácio do Planalto recebeu tais ameaças através de recados enviados a aliados no Congresso e a ministros do Supremo Tribunal Justiça (STJ).

O pedido de prisão preventiva de Cunha, feito pelo MPF, é baseado na ação penal em que o ex-presidente da Câmara dos Deputados responde por corrupção passiva, lavagem de dinheiro e evasão de divisas em supostos crimes relacionados à aquisição de um campo da Petrobras em Benin, na África, pela Petrobras, em 2011.

De acordo com as investigações, Cunha recebeu US$ 1,5 milhão em propina na operação de compra do campo exploratório de petróleo por intermédio do operador financeiro João Augusto Rezende Henriques, que depositou o valor em uma conta secreta do ex-deputado federal na Suíça.

Esposa de Cunha

O juiz federal Sérgio Moro marcou para dia 16 de novembro o interrogatório de Cláudia Cruz, mulher do deputado cassado. Cláudia será interrogada na ação penal em que responde pelos crimes de lavagem de dinheiro e evasão de divisas. Ela é acusada de ser beneficiária das contas atribuídas ao ex-deputado na Suíça.

Ainda segundo a coluna da Folha, depois de chorar na prisão ao reencontrar a esposa Cláudia Cruz, Cunha se manteve firme quando a mulher o visitou pela segunda vez acompanhada dos filhos.

Em junho, Moro recebeu denúncia apresentada pela força-tarefa de procuradores da Operação Lava Jato contra Cláudia Cruz e outros investigados que viraram réus.

Anúncios
Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Participe do debate. Deixe seu comentário