Da prisão, Marcelo Odebrecht pediu em bilhete destruição de provas, diz PF

A Polícia Federal informou á justiça que apreendeu um bilhete escrito à mão por Marcelo Odebrecht que seria enviado a seus advogados [su_frame align=”right”] [/su_frame]com a frase “destruir e-mail sondas”. O bilhete teria sido apreendido na última segunda-feira. Odebrechet está preso desde sexta passada, pela Operação Lava-Jato, que apura desvios na Petrobrás.

De acordo com a PF, uma das provas que pode incriminar o executivo é uma troca de e-mails entre funcionários da empreiteira. A mensagem eletrônica de 2011 fez referência à colocação de sobrepreço de U$ 25 mil por dia em contrato de afretamento e operação de sondas para a Petrobrás.

Painel Político com informações do Infomoney

Deixe um comentário