Delação da Odebrecht envolve mais de 60 executivos, revela O Antagonista

Força-tarefa vai analisar depoimentos “de cima para baixo”

O blog O Antagonista revelou nesta sexta-feira que a empresa Odebrecht concluiu os termos de seu acordo de delação premiada e só falta negociar as penas individuais, e aí inclui-se o presidente da empresa Marcelo Odebrecht, que os executivos terão que cumprir em regime fechado.

De acordo com o blog, pela abrangência inédita – a delação inclui mais de 60 funcionários -, a empreiteira dividiu as bancas de advogados e segmentou os temas, de maneira que um advogado não tem conhecimento do que o outro negociou.

“Ninguém vai conseguir pegar carona na delação. Para ter o benefício, cada executivo terá que apresentar um diferencial”, explica uma fonte envolvida nas negociações.

Para sistematizar a investigação, a força-tarefa da Lava Jato vai analisar as delações “de cima para baixo”, começando por Emílio e Marcelo. Da mesma forma, os primeiros alvos serão Lula e Dilma.

Depois, virão os demais.

Anúncios
Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

1 thought on “Delação da Odebrecht envolve mais de 60 executivos, revela O Antagonista

  1. À REDAÇÃO DO PAINEL POLÍTICO

    Acompanho com frequência as publicações desse prestigiado Painel Político, que tem com ‘âncora’ o renomado colunista Alan Alex e gostaria de saber se será publicada a notícia que está em destaque em toda à grande imprensa nacional, como por exemplo no Jornal Folha de São Paulo: “Senador Valdir Raupp é denunciado sob acusação de corrupção” – que está no link: http://www1.folha.uol.com.br/poder/2016/09/1814165-senador-valdir-raupp-e-denunciado-por-corrupcao-e-lavagem-de-dinheiro.shtml – Gostaria de saber se haverá, também, uma análise do respeitável colunista sobre o impacto dessa medida da PGR na política local, tanto agora neste 2016, quanto em 2018?

Participe do debate. Deixe seu comentário

%d blogueiros gostam disto: