Deputado petista de RO pagou advogados com verba indenizatória

“Lazinho da Fetagro” também já gastou quase R$ 12 mil em churrascarias

O deputado estadual do PT de Rondônia, Lazinho da Fetagro, eleito por movimentos sociais como o MST e famílias camponesas, parece ser bem chegado a um churrasco. Nos últimos seis meses o parlamentar já gastou pouco mais de R$ 12 mil em churrascarias pelo Estado. O parlamentar apresenta as notas e é ressarcido pela Assembleia.

Em junho Lazinho gastou R$ 40.536 de sua verba de gabinete com hospedagens, churrascarias e restaurantes.

O deputado também pagou R$ 40 mil ao escritório de advocacia Silva Gleick Advogados Associados, de Jaru, o que não é permitido, já que para defender causas ligadas ao mandato, a Procuradoria da Assembleia resolve. A contratação de advogados para tratar de causas particulares deve ser paga por dinheiro do próprio bolso.

Os pagamentos foram feitos nos meses de março, abril, maio e junho, as contas referentes à julho ainda não foram disponibilizadas pelo sistema.

As verbas indenizatórias são recursos distribuídos aos deputados para custear a atividade parlamentar, como passagens aéreas, telefone, correio e aluguel de escritórios políticos.

Anúncios
Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Participe do debate. Deixe seu comentário