Desconto em Nutella gera tumulto e violência em cadeia de supermercados, “são animais”; vídeos

Mas, ao colocar o creme de avelã à venda por € 1,40 (cerca de R$ 5,47), uma rede de supermercados na França acabou provocando tumulto e confusão pelo país, na última quinta-feira, 25 de janeiro.

A rede Intermarché decidiu reduzir em aproximadamente 70% o preço da Nutella, inicialmente vendida a €4.50 (R$ 17,59). O desconto gerou cenas de violência entre clientes, que disputaram o produto com desconto em lojas em diferentes cidades francesas, de Norte a Sul. Vídeos e relatos se espalharam pelas redes sociais.

“Eles são animais. Uma mulher teve o cabelo puxado, jogaram uma caixa na cabeça de uma idosa, outra pessoa está com a mão sangrando”, afirmou um cliente de uma loja em Rive-de-Gierà, região central da França, em entrevista para o jornal francês Le Progrès.

Em outra loja do Intermarché em L’Horme, no centro da França, o estoque de Nutella acabou em 15 minutos. “Estávamos tentando passar entre os clientes, mas eles nos empurravam”, relatou um funcionário para o Le Progrès. Um cliente saiu com um olho roxo.

Na cidade de Saint-Cyprien, no Sul do país, clientes se atiraram sobre um funcionário que estava transportando potes do creme de avelã, ainda segundo o Le Progrès.

“As pessoas correram, empurraram tudo, quebraram coisas. Estávamos prestes a chamar a polícia”, disse um funcionário de uma loja do Intermarché em Mosela, norte da França, para o jornal Le Monde.

Cenas semelhantes aconteceram em todo o país e chegaram a ser descritas por alguns como revolta ou motim. A batalha pelo produto com desconto também chegou a ser registrada nessa sexta-feira.

pães com Nutella e avelãsDireito de imagemGETTY IMAGES
Image captionA Nutella foi criada na Itália, numa região rica em avelãs

Cerca de 365 milhões de quilos de Nutella são consumidos todos os anos em 160 países, ao redor do mundo.

O creme foi criado pela família Ferrero em 1940, na Itália, em Piemonte, região famosa pelas avelãs.

A empresa lamentou as cenas de violência que aconteceram na última quinta-feira. Salientou ainda que a decisão de dar o desconto foi exclusiva da rede de supermercados.

Anúncios
Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Participe do debate. Deixe seu comentário