Diplomata australiano morre ao cair de sacada de apartamento durante brincadeira, em Nova York

Um diplomata da delegação da Austrália nas Nações Unidas morreu nesta quarta-feira (15) ao cair do sétimo andar do edifício onde vivia em Nova York.

As autoridades o identificaram como Julian Simpson, de 30 anos, que ocupava o cargo de segundo secretário da delegação australiana, de acordo com o jornal “New York Post”.

A publicação explicou que Simpson e sua esposa saíram para jantar na terça-feira com um grupo de amigos e que ambos ingeriram álcool. Em seguida, o grupo retornou ao apartamento do casal.

O grupo subiu em um terraço no topo do edifício para ver o Empire State Building iluminado com as cores do arco-íris para celebrar a aprovação do casamento entre casais do mesmo sexo na Austrália.

Então, Simpson subiu para outra parte do terraço, onde supostamente segurou uma das mulheres que estavam no grupo e a fez girar. Assim que Simpson a colocou no chão, o grupo decidiu retornar para o interior do apartamento.

O marido da mulher, que não foi identificado, confrontou Simpson por esta ação, e este lhe garantiu que não teve má intenção ao fazê-lo, segundo o tabloide nova-iorquino, que citou fontes policiais.

Para demonstrar ao homem que era de confiança, Simpson lhe propôs que ambos fizessem o “jogo da confiança”, dizendo que se jogaria para trás de costas na beirada da sacada, e que confiava que ele iria segurá-lo para não cair no vazio.

O homem garantiu à polícia que tentou segurar Simpson, mas que ele acabou escorregando e caindo do sétimo andar.

O diplomata foi levado para um hospital, onde foi declarado morto na madrugada de hoje.
A polícia não suspeita que o homem com quem Simpson propôs a brincadeira tenha agido com má intenção, segundo o “New York Post”.

A polícia informou que havia forte cheiro de álcool entre os convidados, que admitiram que tinham bebido, segundo o jornal.

Anúncios
Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Participe do debate. Deixe seu comentário