Dono da casa de show mata a mulher e suicida; casal deixa dois filhos

Amanda Rodrigues, de 31 anos, chegou a ser socorrida após ser atingida por cinco disparos, mas não resistiu; Edson Lopes, de 33, foi encontrado já sem vida com um tiro na cabeça sobre uma pistola semi-automática

Um empresário, dono das casas de show Peixe Vivo, assassinou a tiros a mulher e suicidou em seguida na manhã desta segunda-feira (13), em Contagem, na região metropolitana de Belo Horizonte. O crime aconteceu na residência do casal, na rua Eucalipto, no bairro Colonial. Uma pistola semi-automática foi apreendida sob o corpo do autor.

As informações da Polícia Militar (PM) dão conta que Amanda Rodrigues Teixeira de Melo, de 31 anos, foi atingida por cinco disparos de arma de fogo e chegou a ser socorrida para Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) XVI, mas, apesar de todas as tentativas para reanimá-la, acabou não resistindo aos ferimentos e faleceu.

Já o autor dos disparos, Edson Lopes Fonseca, de 33, atirou em sua cabeça e já foi achado sem vida na casa da família, tendo o óbito confirmado pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). A perícia da Polícia Civil (PC) fez os levantamentos iniciais, constatando que Amanda foi atingida por três disparos no tórax, um no braço e outro na região lombar. O corpo do homem foi recolhido ao Instituto Médico-Legal (IML) da capital mineira. O casal deixa dois filhos pequenos. Não se sabe onde as crianças estavam no momento do crime.

Ainda de acordo com a PM, uma vizinha relatou que na parte da manhã houve um atrito verbal entre o casal e, logo em seguida, foram ouvidos gritos e um disparo de arma de fogo. A testemunha chegou a ouvir a mulher pedindo para Fonseca não matá-la, sendo que logo após ouviu mais quatro disparos e acionou a polícia e o Samu.

Segundo o relato de vizinhos do casal, os disparos foram ouvidos por volta das 9h. “Olhamos na rua e, como não vimos nada, deixamos para lá. Por volta de 11h a rua estava cheia de carros de polícia. Foi aí que descobrimos o que tinha acontecido dentro da casa”, relatou uma mulher que preferiu não ser identificada.

Uma outra moradora da rua disse não saber de relatos de brigas entre o casal. “Pelo que estão falando, ele era muito ciumento, o que pode ter motivado o crime. Não conhecia eles, só mesmo de vista. Formavam um casal muito bonito”, lamentou a vizinha.

Procurada pela reportagem, uma funcionária de uma das casas de show confirmou a morte do proprietário e sua mulher, porém, disse que não poderia passar nenhuma outra informação. “Estamos todos abalados”, disse.

Redes sociais

Em uma de suas últimas postagens nas redes sociais, Amanda publicou uma foto ao lado de Edson com a legenda: “#Maridolindo# te amarei pra sempre# casamento Blindado”. Na foto, diversos amigos do casal comentavam lamentando a tragédia.

“Que Deus conforte a família. Que os filhos que ficaram sem seus pais possam ter o apoio necessário para superar tamanha tragédia”, lamentou uma mulher. “Nossa ainda não consigo acreditar. Que Deus a guarde em um bom lugar, ilumine todos e dê forças para superar uma coisa tão trágica. Sem palavras”, disse uma amiga da mulher na foto.

As informações são do jornal mineiro O Tempo

Anúncios
Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Participe do debate. Deixe seu comentário